Os segredos que guardamos

Lara Prescott
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Alessandra Esteche
  • Páginas: 368
  • Gênero: Ficção - História
  • Formato: 16 x 23 x 2,1cm
  • Lançamento: 30/01/2020

Inspirado em uma missão real da CIA durante a Guerra Fria, Os segredos que guardamos mostra, de maneira romanceada, como a Agência de Inteligência americana apostou em Doutor Jivago, uma das obras-primas do século XX, para mostrar aos soviéticos o poder de mudança da literatura.

O plano era simples: imprimir no exterior Doutor Jivago em russo e contrabandear exemplares da obra que teve sua publicação proibida na União Soviética por ir contra a ideologia do Estado. Para tanto, a experiente e glamorosa espiã americana Sally Forrester deve treinar a novata Irina, uma simples datilógrafa da Agência, a fim de infiltrar o texto no país natal de seu autor, Boris Pasternak, vencedor do Prêmio Nobel com esta obra, porém obrigado por seu governo a rejeitá-lo.

Apesar de todo o potencial revolucionário, Doutor Jivago é também uma brilhante história de amor. A inspiração por trás de Lara, a icônica heroína da trama, é Olga Ivinskaia, musa de Pasternak. Os dois mantiveram um caso por décadas, uma relação intensa que sobreviveu à passagem do tempo, às ameaças de um regime autoritário e até aos anos de Olga em um gulag.

Assim, mulheres de ambos os lados da Cortina de Ferro protagonizam essa obra que mostra que, embora a história seja escrita pelos vencedores, é nos bastidores que o destino do mundo é forjado. Amantes, espiãs, datilógrafas. Fortes e corajosas, essas personagens ganham vida nessas páginas e são exemplos de que determinados segredos não devem ser guardados.

Leia mais no BLOG

Lara Prescott

Lara Prescott

Lara Prescott recebeu o título de Mestrado em Belas-Artes do Michener Center for Writers da Universidade do Texas, Austin, cidade onde mora. Antes disso, trabalhou como operadora de campanhas políticas. Seus textos foram publicados em The Southern Review, The Hudson Review, Crazyhorse, Day One e Tin House Flash Friday. Em 2016, recebeu o Crazyhorse Fiction Prize por uma versão do primeiro capítulo de Os segredos que guardamos. Os direitos de tradução do livro, seu romance de estreia, já foram vendidos para 29 países.