Clara Savelli

Como se tornar um bom escritor?

13 / agosto / 2019

Talvez essa seja a pergunta que mais escuto. E vem sempre acompanhada de várias outras: “Como posso melhorar minha escrita?”, “Como faço para ser escritor?”, “Quais as dicas que você dá para quem quer se tornar escritor?”, “Como você fez para conseguir publicar com a Intrínseca?”.

Na coluna de hoje, vou tentar traçar a receita para ser um bom escritor. Então, pegue papel e caneta para anotar o passo a passo:

Brincadeiras à parte, o que estou tentando contar para você é que NÃO EXISTE uma receita única e infalível, que garanta o caminho do sucesso. Não existe passo a passo de verdade, nem fórmula mágica. Mas uma coisa é certa: é preciso trabalho árduo, esforço e ocasionais lágrimas (preciso ser sincera!). Se alguém chegar a você prometendo milagres, listas de mais vendidos e sucesso absoluto da noite para o dia, pode sair correndo. É uma cilada, Bino.

Cilada Bino GIF - Cilada Bino Pedro GIFs

Quando falei que ia passar a receita, eu estava só brincando mesmo. Mas nesta coluna quero dar algumas dicas que funcionaram para mim e para meus amigos escritores, então talvez possam funcionar para você também. Todas meio que já estão na receitinha ali em cima, mas vou detalhar algumas delas para que possamos pensar juntos. Se você tiver dúvidas ou for escritor e tiver outras dicas, não se esqueça de deixar nos comentários deste post!

 

  1. Tenha paciência: os resultados nunca vêm da noite para o dia

Na minha segunda coluna aqui no blog da Intrínseca, contei um pouco sobre como foi minha trajetória literária. Dá uma conferida aqui. Mas, para resumir, tive que batalhar muito para conseguir chegar a uma editora de maior alcance e com o prestígio da Intrínseca. E sigo tendo que batalhar muito para subir ainda mais degraus nessa escada literária.

Music Video Stairs GIF by mattisdovier

Desde que decidi publicar a primeira linha do meu primeiro livro — foi publicação on-line em dezembro de 2007, no Orkut, e se chamava Mocassins e All Stars — até a data de lançamento de As férias da minha vida, que chegou às livrarias em julho de 2019 pela Intrínseca, se passaram quase 12 anos. Isso mesmo. Mais de uma década. Se você sonha em ser escritor e publicar por uma grande editora, já percebeu que paciência é fundamental, né?

2. Seja persistente, mesmo nos dias em que sentir vontade de fugir para as montanhas

Muitas vezes nesses 12 anos, eu me questionei o que estava fazendo da minha vida. Minhas formações acadêmicas são bem tradicionais (fiz Relações Internacionais e Direito) e via meus amigos prosperando nas áreas que estudei enquanto eu batia cabeça e fazia mil malabarismos para pagar os boletos e ter tempo para continuar escrevendo e conquistando meu espaço. Todo escritor tem seus dias de querer fugir para as montanhas, mas é importante persistir. Eu prometo que os dias de glória valem todos os dias de luta. Só é difícil enxergá-los no horizonte, mas eles vão chegar.

3. Leia muito, e todo tipo de livro!

Na minha humilde opinião, um escritor que não gosta de ler não pode nem se considerar um escritor. Leia livros de todos os gêneros e de todos os tipos. Estou falando não só de livros de ficção, mas também de livros com “dicas” literárias. Existem vários clássicos por aí que merecem ser lidos por todo mundo que pensa em seguir a carreira de escritor. Alguns contam um pouco sobre a jornada do herói, outros são relatos de autores consolidados revelando como é o processo de escrita deles.

College Studying GIF

Minha dica é ler tudo — tudo mesmo — que tiver em mãos e também procurar livros mais teóricos, que possam ajudar você a se desenvolver como escritor.

4. Mostre seu trabalho para o mundo

Não adianta sonhar em ser escritor e nunca tirar seus trabalhos da gaveta ou da pasta escondida no computador. Nos tempos atuais, quem não é visto não é notado. Coloque sua cara sol e seu trabalho no mundo. Poste trechos de seus livros on-line, organize um portfólio, marque presença nas redes sociais, engaje seu público. Será muito mais fácil conseguir chamar atenção de uma editora tradicional e ter seus livros contratados se já tiver mostrado que é capaz de cativar o público por conta própria.

5. Faça cursos de especialização na área

É possível estudar mais sobre o mercado literário e sobre escrita criativa mesmo que você não esteja nas grandes capitais. Já são muitos os cursos que oferecem aulas a distância (EAD), permitindo que você tenha contato com excelentes professores, troque dicas com outros colegas escritores e se aprimore. Tão importante quanto saber as técnicas de escrita é conhecer como funciona o mercado no qual você quer se estabelecer. Alguns cursos têm edições gratuitas ou aulas de teste abertas ao público. Fique ligado, faça pesquisas e pergunte a escritores se eles têm cursos para indicar. Com certeza eles podem te ajudar.

6. Participe de eventos literários

Participar de eventos literários talvez seja um dos pontos mais importantes para entender melhor o mercado e trocar ideia com escritores. Nas grandes capitais, quase todo final de semana tem algum evento acontecendo!

Ryan Reynolds Book GIF

Mas, se você mora longe de onde esses eventos são recorrentes, não se acanhe! Se não existe nenhum evento na sua cidade, que tal criá-lo? Inspire-se em eventos já existentes em outras cidades para entender como funciona o modelo, procure um espaço disposto a recebê-lo (por exemplo, a livraria ou biblioteca da sua cidade), trace os assuntos das mesas ou da conversa, convide participantes e se divirta. O que pode ser melhor do que encontrar um monte de pessoas apaixonadas por livros?

7. Converse com outros escritores

Outra forma de entender como o mercado funciona e conseguir dicas é conversar com outros escritores. Você vai poder dialogar com pessoas em diferentes etapas da carreira, e elas com certeza podem dar a você novas perspectivas, ajudar a tirar suas dúvidas e evitar que você se meta em muitas furadas. Eu mesma entrei em várias furadas que talvez pudessem ter sido evitadas se eu tivesse conversado com outros autores antes. Ou seja, guarda a vergonha no bolso e manda aquele inbox fofo para o autor que você admira. Costumamos ser bem acessíveis e queremos ajudar os coleguinhas. J Caso uma pessoa não responda, tudo bem, acontece. Mas com certeza muitas outras vão topar parar dois minutinhos da vida delas para responder você.

8. Escreva muito e sempre

Acho que essa é a dica mais importante. Como a receita que eu coloquei ali em cima diz: o que faz de você escritor é simplesmente escrever. E com certeza praticar ajuda muito. Leve a sério sua vontade de escrever e considere-a tão importante quanto um trabalho tradicional. Não tenho dúvidas de que esses 12 anos de escrita antes de ter meu livro publicado por uma grande editora fizeram muita diferença para o que poderia alcançar como escritora.

Ruby Sparks Writer GIF by 20th Century Fox Home Entertainment

Por isso, escreva muito e sempre!

9. Antes de tudo, nunca se esqueça do que levou você a começar a escrever

É fácil se sentir perdido ou desmotivado no meio de tantas coisas que vão acontecer nesse caminho da escrita. Então, minha maior dica é que você não deixe de ouvir seu coração. Antes de tudo, o que levou você a querer escrever? Se estiver em busca de publicação, fama ou sucesso, gostaria de sugerir que repense suas escolhas. O que me move a escrever é um desejo intrínseco (olha o trocadilho, rs) que transforma a atividade em algo muito importante para o meu dia a dia. É quase como respirar. Não deixe os percalços tirarem seu foco do amor pela escrita. É ele que vai te mover e incentivar a passar por todas as adversidades. No fim das contas, há poucas coisas tão boas quanto sentir aquele gostinho de quem conseguiu realizar um sonho, quando o momento chegar.

Tags , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Clara Savelli

Por que o intrínsecos é perfeito para você

Por que o intrínsecos é perfeito para você

Cinco autores famosos que ouviram vários “não” antes de chegar aonde estão

Cinco autores famosos que ouviram vários “não” antes de chegar aonde estão

Um ano de intrínsecos: minha experiência como assinante

Um ano de intrínsecos: minha experiência como assinante

Comentários

4 Respostas para “Como se tornar um bom escritor?

  1. Cara você é incrível e essa editora é uma das minhas preferidas a maior parte do meus livros são daqui..quem me dera um dia ter uma obra minha publicada por ela vai ser meu sonho?! <3 <3 <3

  2. Gostei. Dicas bacanas. E lembre-se: ESCREVER SEMPRE!

  3. Eu adorei suas dicas, e realmente é algo que venho passando. As vezes sinto que quero fugir de vez, enquanto fico em uma alta cobrança para melhorar para que as pessoas sintam com intensidade as mesmas emoções que tive ao escreve cada capítulo. Espero também um dia chegar lá!

  4. A base do escritor é a própria dedicação ao ofício da escrita. Excelente espaço que a editora disponibilizou para tratar esse tema. Precisamos, creio, não apenas de novos escritores no mercado editorial, mas, acima de tudo, necessitamos de qualidade literária. Para isso, as suas dicas foram sensacionais, Clara. Gratidão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *