Clara Savelli

Como me tornei autora da Intrínseca

18 / julho / 2019

Olá, leitores do blog da Intrínseca! Voltei! Espero que vocês tenham gostado da minha primeira coluna por aqui! Nela, contei um pouco sobre mim e sobre minha carreira literária. Se você ainda não leu, clica aqui. Na coluna de hoje, vou responder mais algumas perguntas mandadas por vocês, tanto no meu perfil pessoal do Instagram, quanto na live que fiz na Intrínseca. Lembrando que, se vocês tiverem mais alguma curiosidade, podem deixar nos comentários! Vou adorar responder todas.

Então, vamos lá. Hoje vamos conversar um pouco mais sobre como cheguei na Intrínseca e sobre meu livro, As férias da minha vida. Desde já obrigada a todo mundo que mandou perguntas, e obrigada a você, que está lendo esta coluna!

Como cheguei na Intrínseca?

Como você conquistou esse espaço especial na Intrínseca? Foi a editora que te procurou? Foram seus fãs que insistiram mandando milhares de e-mails? Foi por meio de agente literário?

Foi um pouco de tudo, acho. Eu devo grande parte dessa conquista aos meus leitores das plataformas de publicação gratuitas, com o Wattpad, e também à minha agência, Increasy. Os leitores foram fundamentais para mostrar para as editoras a força que eu tinha como autora e o público que eu era capaz de mobilizar. O papel deles não foi “mandar milhões de e-mails”, mas me apoiar em todos os meus livros, comentar as minhas histórias, ler feito loucos, me seguir nas redes sociais, mostrar que eles eram fiéis e que adorariam ter um livro meu na estante. Esse aqui é meu perfil no Wattpad (já fazendo aquela propaganda básica do meu novo livro!).

A agência foi crucial para abrir as portas das editoras e falar: “Oi, tudo bem? Tenho aqui uma autora com muitos leitores e bom potencial de escrita. Você não quer dar uma olhadinha no original dela, não?” As grandes editoras normalmente têm conexão direta com as agências. Ou seja, se você sonha em ser publicado pela Intrínseca – ou por qualquer outra editora de grande porte –, procure um agente!

Como você conseguiu guardar segredo?

Boa pergunta! Contextualizando: eu assinei o contrato com a Intrínseca em novembro de 2017, mas só fui anunciada como autora da editora oficialmente em maio de 2019. Ou seja, passei todo esse tempo com boquinha de siri!

As únicas pessoas que sabiam eram minhas agentes, minha família e um seleto grupo de amigas a quem eu confio a minha vida, rs. Foram meses muito difíceis, porque óbvio que eu tinha vontade de sair berrando para meio mundo a novidade. Porém, sabia que isso era o melhor para meu livro e para nossa estratégia de marketing, então fiquei tranquila.

Como é representar tantos autores do Wattpad em uma editora maravilhosa dessas?

É uma imensa honra. Eu sempre brinco com meus colegas escritores que a gente está brincando de conquistar territórios nas editoras. A Intrínseca ainda não tinha ninguém que representasse o Wattpad, e eu estou muito orgulhosa de ter sido a escolha deles para isso. Espero fazer um lindo trabalho e abrir ainda mais portas para a literatura nacional. Meu novo grande sonho é ver uma lista de mais vendidos cheia de autores nacionais incríveis!

O processo de publicação pela Intrínseca é muito diferente do da Amazon?

Sim! Na Amazon, o autor está totalmente por conta própria. Ele é responsável pela capa, pela revisão, pela diagramação e por todo o processo de divulgação do livro. Ele também pode contratar pessoas para fazer isso por ele (que é o que eu recomendo, para um trabalho mais profissional). A Amazon é ideal para quem está começando na carreira e quer testar seu público. Mostrar seu trabalho é fundamental para quem quer ser escritor e, em algum momento, ter a chance de ser publicado por uma grande editora. O processo de publicação é bem diferente, mas eu entendo o processo da Amazon como um degrau da escada em direção à publicação tradicional.

Para você, qual está sendo a maior diferença entre a autopublicação e ser publicada por uma editora grande?

Acho que a maior diferença é a rede de apoio que eu tenho agora. Passei todos esses anos trabalhando praticamente sozinha, então acabava fazendo tudo por conta própria. Era meu próprio marketing, minha própria designer, minha própria editora… No início da minha relação com a Intrínseca, ainda estava muito confusa sobre meus limites. Afinal, não estava acostumada a ter toda uma equipe me ajudando e me assessorando. Mas só posso dizer que a experiência de ter essa rede de pessoas acreditando em mim e no livro, trabalhando para que ele seja o melhor que pode ser, é maravilhoso.

 

Quando entrou na Intrínseca, como você se sentiu? Mudou sua rotina?

Mudou minha rotina porque de cinco em cinco minutos eu precisava parar para gritar de alegria e chorar de emoção, rs.

Brincadeiras à parte, o que mais mudou na minha vida foi a percepção que eu tinha de mim mesma como escritora. Sempre achei que eu tinha algum talento, até porque meus leitores sempre foram perfeitos e amorosos, mas ter esse reconhecimento de uma grande editora me fez acreditar muito mais no meu potencial – e querer alçar voos ainda maiores. Eu me sinto imensamente grata pela oportunidade e desejo continuar nessa editora incrível sempre (para isso, comprem meu livro! Assim, quem sabe a Intrínseca não decide lançar mais um? Hehehe).

 

Sobre As férias da minha vida

Já está nas livrarias?

Sim! Você já pode encontrar o livro nas melhores livrarias físicas e on-line. É só correr e garantir o seu. Essa foto aqui embaixo foi a que eu tirei na primeira vez que vi meu livro exposto em uma livraria. <3

Todo mundo vai gostar do livro? Com qualquer idade?

Espero que sim, rs! Ainda que o gênero do livro seja Young Adult, ou seja, para o público jovem, acho que a história é capaz de conquistar todos os corações, de todas as idades.

O que podemos esperar dessa obra?

Vocês podem esperar um romance envolvente, com muitas reviravoltas, emoções e gargalhadas. Uma história com a leveza adolescente, mas sem deixar de tratar de temas muito importantes. Espero que o livro deixe vocês com o coração quentinho e com vontade de conhecer mais do meu trabalho!

Você é do Rio de Janeiro? Então não pode perder a sessão de autógrafos comigo!

Clique aqui para confirmar sua presença no evento

Nesse sábado, dia 20 de julho, vou fazer minha primeira sessão de autógrafos oficial, aqui na minha cidade. Estou muito nervosa! Pareço criança prestes a comemorar o aniversário, que fica com medo de nenhum amigo aparecer na festa, rs! Então, quero convidar você, que mora no Rio e está lendo esse texto, para ir na Livraria Leitura do Shopping Nova América me encontrar. Anota aí: vai ser nesse sábado, dia 20 de julho, a partir das 15h. Ficarei imensamente feliz de vê-los lá! E tem muito mais eventos vindo por aí, então fiquem de olho no blog da Intrínseca e nas minhas redes sociais!

Tags , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Clara Savelli

Dicas para aproveitar ao máximo a Bienal do Livro Rio 2019

Dicas para aproveitar ao máximo a Bienal do Livro Rio 2019

Como se tornar um bom escritor?

Como se tornar um bom escritor?

Comentários

2 Respostas para “Como me tornei autora da Intrínseca

  1. Clara, você vem em alguma livraria aqui em São Paulo também?

  2. Que coisa mais linda! Fico muito feliz por você e desejo todo sucesso do mundo. Parabéns 😍

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *