Maurício Gomyde

Cinco filmes que te deixam leve como uma pluma

26 / agosto / 2015

Lista criada por Pedro Diniz, protagonista de Surpreendente!, novo romance de Maurício Gomyde, que acredita que cinema, música e literatura são instrumentos da Santíssima Trindade para salvar o ser humano da derrota como espécie.

Antes de tudo, deixa eu me apresentar. Aqui é o Pedro Diniz, de Surpreendente!. A gente ainda não se conhece, mas sei que teremos bons momentos juntos. Aproveito, então, para invadir este espaço antes mesmo do livro sair – com a devida autorização do Maurício Gomyde, claro.

A ideia inicial era partilhar minha lista dos melhores filmes de todos os tempos. Pensei um bocado, mas depois achei que seria um lugar-comum. A internet já está lotada de listas, quase todas iguais (o que demonstra: ou o pessoal copia as listas, ou as obras renomadas sempre se repetem). Pensei, então, na minha lista das comédias românticas mais divertidas. Batido, também. Melhores protagonistas? Melhores cenas de beijo? De dança? Nada disso seria interessante, por mais pessoais que fossem as seleções.

Apesar de ser fã dos grandes clássicos, decidi simplesmente fazer uma lista dos filmes mais legais a que assisti recentemente. Sem ordem de preferência, sem grandes reflexões existenciais sobre o que vi. Sabe aquela coisa do tipo entretenimento puro? Que te deixa leve como uma pluma, desejando ter feito parte daquilo? Pois é.

Segue, então, a minha lista “Cinco filmes que te deixam leve como uma pluma, querendo ter feito parte daquilo”:

1 – Mesmo se nada der certo – Keira Knightley e Mark Ruffalo.

Mesmo Se Nada Der Certo

Uma compositora toma um passa-fora do namorado (quase um Adam Levine, do Maroon 5) quando ele começa a fazer sucesso. Depois, ela é descoberta em um bar por um produtor musical decadente, que escuta uma de suas canções. A cena memorável: o produtor “ouve e vê” o arranjo completo da música, tocada apenas no violão, e descobre ali um tesouro artístico. Assim, os dois decidem gravar um disco nos lugares mais inusitados de Nova York. Terminei o filme querendo ser o produtor. Podia ser a Keira também, sem problemas.

2 – Tudo acontece em Elizabethtown – Kirsten Dunst e Orlando Bloom.

eliz

Um designer cria um tênis futurista que é um tremendo fracasso e dá um prejuízo de quase um bilhão de dólares a uma empresa. Ele então recebe a notícia que seu pai morreu e deseja ser cremado em Elizabethtown. No caminho, conhece uma aeromoça que vai mudar sua vida. A cena memorável: na festa em homenagem ao pai, a banda toca “Free Bird”, do Lynyrd Skynyrd, tudo pega fogo e a banda continua tocando. Terminei o filme querendo fazer a viagem de carro que o protagonista faz no final da história.

3 – Questão de tempo – Rachel McAdams e Domhnall Gleeson.

maxresdefault

Adoro filmes britânicos, essa é a verdade. O filme é belíssimo e cheio de pequenas lições. Todos os homens de uma determinada família conseguem viajar no tempo e construir uma nova história. A cena memorável: pai e filho revivem um momento perdido, numa praia. Terminei o filme querendo ter o dom de viajar no tempo. Simples assim.

4 – Noite de ano-novo – Tantos bons atores que nem dá para citar aqui, mas tem Michelle Pfeiffer, Robert De Niro e Jon Bon Jovi.

Várias histórias entrelaçadas pela virada do ano. Quase todas são excelentes e o filme é bem divertido. A cena memorável: a dança final, todos os personagens ao som de “Raise your Glass” (da Pink). Terminei o filme amaldiçoando algumas das minhas festas de fim de ano e desejando fazer parte de uma assim.

5 – Se enlouquecer, não se apaixone – Emma Roberts, Keir Gilchrist e Zach Galifianakis.

Acho que deste filme pouca gente ouviu falar. Depois de tentar o suicídio, um garoto é internado por uma semana em uma clínica psiquiátrica para cumprir um programa de reabilitação. Lá, entre cenas divertidas e emocionantes e ainda trechos em quadrinhos, ele conhece pessoas com problemas muito maiores. A cena memorável: os internos cantam juntos “Under Pressure”, do Queen + David Bowie. Terminei o filme desejando ter amigos como aqueles, por mais “loucos” que fossem.

Leia um trecho de Surpreendente! 

Tags , , , .

Leia mais Maurício Gomyde

Do básico ao acabamento

Do básico ao acabamento

Métodos, manias, motivações, medos, magias e mistérios

Métodos, manias, motivações, medos, magias e mistérios

As oito melhores cenas de despedida do cinema

As oito melhores cenas de despedida do cinema

O amor segundo Buenos Aires, segundo Maurício

O amor segundo Buenos Aires, segundo Maurício

Comentários

33 Respostas para “Cinco filmes que te deixam leve como uma pluma

  1. Quando vi o link no facebook, logo veio a minha cabeça como me senti exatamente assim ao terminar de assistir Mesmo Se Nada Der Certo. Entro no site e me deparo logo com qual filme? Sensacional! Keira, Mark e Adam é muito para meu coraçãozinho, ainda mais em um enredo desse.

  2. Muito legal a lista, desses só vi Questão de tempo, que é aquele tipo de filme que fica na lista dos sempre revemos depois de um tempo.

  3. Noite de Ano Novo é um dos meus filmes sagrados. Tenho que assistir no último dia de todos os anos e faz a minha festa de ano novo ser muito sem graça, mas sempre com esperança na próxima! Quero me surpreender quando chegar 00h kkkkk
    Ótima lista, os que eu não conhecia anotei aqui pra assistir!

  4. Já assisti todos esses filmes e realmente fiquei leve como uma pluma depois de vê-los. Sua lista está perfeita, estou com vontade de ver todos novamente

  5. Adorei sua lista…
    Mesmo se nada der certo… Lindo d+,, queria muito fazer parte daquela banda e viver aquele momento… Incrível…
    Questão de tempo… Quem não queria fazer parte viajar no tempo?! rsrs… Adorei toda delicadeza e beleza desse filme…
    Se enlouquecer não se apaixone… Tenho certeza q me encaixaria perfeitamente naquela clínica rsrs…
    Muito boa sua coluna… Parabéns…
    Com certeza vou ler seu livro…
    Sucesso!!!

  6. Concordo com quase todos, inclusive Se enlouquecer, não se apaixone, mas Noite de ano-novo é terrível, chato, entediante, previsível, monótono, muito mas muito ruim , acho que entra na lista dos piores filmes que eu já desperdicei meu preciosos tempo em assistir.

  7. A-M-O “Se enlouquecer, não se apaixone”. Aliás, amo todos os filmes dessa lista. Tem muitos que poderiam ser acrescentados, como “As vantagens de ser invisível”.

  8. “quase um Adam Levine, do Maroon 5” é o adam levine hahahahaha

  9. Excelente lista, ainda não assisti alguns mas já me sinto afim de acrescentar “Compramos um Zoológico”.

  10. Ótima lista!! Já vi todos. Desses, o que eu mais gostei foi “Questão de Tempo”.

  11. Assisti “Questão de Tempo” no cinema e mais umas quantas vezes em casa. Adoro o filme e a Rachel McAdams está perfeita, como em todos os filmes que ela atua!

  12. Assisti ‘Questão de Tempo’ com minha esposa. Realmente não tem como não se sentir tocado por esse filme.
    É uma lição pra todos os desatentos que deixam o tempo passar por ene motivos e deixam de aproveitar o que realmente importa.

    Boa lista, vou assistir esse outros filmes com minha esposa. 🙂

  13. Questão de tempo é o mais perfeito. Simples, cativante, com uma bela lição.

  14. Simplesmente AMEI a lista. O Pedro Diniz, pelo visto, é um cara sensível. Gostei. Já vou querer ler o surpreendente assim que chegar.

  15. Desses só assisto “Questão de tempo” e amei!!
    Vou procurar pelos outros.
    Adorei a lista!!

  16. “Questão de tempo” e “Se enlouquecer não se apaixone” <3

  17. Seguindo por essa linha de filmes assim… Só me veio um a cabeça, – procura-se um amigo para o fim do mundo!!! Achei genial! E nada de reflexões e blá blá blá! Foi só um filme muito bom!

  18. Pedro amei suas sugestões e compartilho aqui que senti a mesma coisa que você no filme “Se enlouquecer não se apaixone”. O filme é um p* aprendizado e já o vi umas 2 vezes só para ter a mesma sensação.

  19. Tudo acontece em Elizabethtown é muito lindo!! Amo esse filme!!!!!!

  20. Os 3 primeiros da lista são má.ra.vi.lho.sos! Meu filme favorito de todos os tempo é Tudo que acontece em Elisabethtown… Mas questão de tempo puts… É incrível… Os dois últimos não vi mas depois da escolha desses 3 primeiros com toda a certeza vou ver

  21. Só vi dois desses. E digo uma coisa…ou duas…concordo com td em relação aos dois q vi…e vou correr atrás dos outros 3…

  22. Venho acompanhando a coluna do Mauricio e observo o tanto que ele escreve facil e goatoso. Quero muito o surpreendente. A lista doa livros é linda.

  23. Acho que meu comentário falhou entao vai de novo: Adorei a lista, o Maurício escreve muito bem. Quero e vou ler surpreendente e os outros livros dele.

  24. Eu nunca realmente havia pensado em como eu ficava quando terminava de assistir um filme, sempre fiquei mais naquela de: É, esse filme até que foi legal; ou CARAMBA que filme bom!; as vezes… Nossaaaa que lixo; ou simplesmente, Acho que não entendi. Mas eu nunca tinha pensado assim, sabe, Pedro, aquele pensamento de desejo que você descreveu. Claro tem aqueles filmes que lhe arrancam o folego e te tiram a gravidade, mas fora isso… filmes para desejar… estou louca para te conhecer em Surpreendente Pedro 😉

  25. Questão de tempo é meu best movie forever!!!! Estou achando que o Surpreendente vai virar um de meus best books forever. O compra na pré venda que não chega nunca!!!!!! grrrrrrr

  26. Amei sua lista> Anotei e começarei hoje a procurá-los. Sucesso sempre!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *