Promessa de pai

UM ANO DE SOFRIMENTO, ESPERANÇA E DETERMINAÇÃO

Joe Biden
  • Formato(s) de venda: livro
  • Tradução: Alexandre Raposo, Bruno Casotti e Jaime Biaggio
  • Páginas: 256
  • Gênero: Biografias e Histórias Reais
  • Formato: 16 x 23 x 1,5 cm
  • Lançamento: 01/10/2020

Em novembro de 2014, a família Biden se reuniu para o Dia de Ação de Graças. A data marcava uma tradição que os Biden celebram há mais de quarenta anos, uma pausa no que se tornou uma vida agitada, repleta de compromissos e submetida ao incessante julgamento público. O feriado, portanto, sempre foi uma folga bem-vinda, um momento de refletir sobre as bênçãos e provações que o ano havia trazido e sobre o que o futuro lhes reservaria.

Daquela vez, no entanto, a viagem foi diferente. Quinze meses antes, Beau, filho mais velho de Joe e Jill Biden, havia sido diagnosticado com um tumor maligno no cérebro, e sua sobrevivência já não era mais uma certeza. “Me prometa, papai. Me dê sua palavra que, não importa o que acontecer, você vai ficar bem”, foi o apelo do filho.

Joe Biden lhe deu sua palavra.

Promessa de pai narra os acontecimentos de 2015, o ano que viria a ser até então o mais importante e desafiador de uma vida e uma carreira extraordinárias. Como vice-presidente de Barack Obama, naquele ano Biden lidou com crises na Ucrânia, na América Central e no Iraque. Naqueles doze meses em que Beau travou até o fim a luta pela vida, o vice-presidente dividiu-se entre suas responsabilidades com o país e suas responsabilidades como pai e marido. Entretanto, até nos piores momentos, Biden foi capaz de se apoiar na força de seus profundos laços com a família, de sua fé e de sua verdadeira amizade com Obama.

Um livro escrito com emoção e vigor que nos mostra como a família e as amizades nos sustentam e sobre como a esperança, o propósito e a ação podem nos guiar através da dor da perda em direção a um novo futuro.

Leia mais no BLOG

Joe Biden

Joe Biden

JOE BIDEN foi senador por 36 anos antes de se tornar o 47º vice-presidente dos Estados Unidos, cargo que ocupou de 2009 a 2017. Como vice de Obama, Biden tratou de diversas questões de relevância nacional e representou os Estados Unidos no exterior, viajando quase dois milhões de quilômetros para mais de cinquenta países. Biden convocou sessões no gabinete do presidente, liderou esforços entre diversas agências e trabalhou ao lado do Congresso para aumentar a qualidade de vida da classe média, reduzir a violência por armas de fogo, combater a violência contra a mulher e acabar com o câncer como o conhecemos. Após sair da Casa Branca, Biden continuou seu legado de expandir a oportunidade para todos. Vencedor das primárias democratas, Joe Biden é candidato à presidência dos Estados Unidos nas eleições de 2020.