Como mentir com estatística

Darrell Huff
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Bruno Casotti
  • Páginas: 160
  • Gênero: Não Ficção
  • Formato: 14 x 21
  • Lançamento: 23/05/2016

Um dos livros de estatística mais lidos do mundo, recomendado por Bill Gates como uma de suas leituras essenciais, é relançado agora com nova tradução.

Quando foi publicado pela primeira vez, em 1954, o livro de Darrell Huff foi saudado como pioneiro em conjugar linguagem simples e ilustrações para tratar de um tema polêmico e controverso: o mau uso da estatística para maquiar dados e abalizar opiniões. Hoje, em tempos de internet e big data, o livro continua genuinamente subversivo e ainda mais relevante. Qual é, afinal, o grau de confiança que devemos depositar nas análises estatísticas?

Segundo Huff, vale ter sempre um pé atrás. Amostras enviesadas, gráficos dúbios, listagens incompletas: item por item o autor apresenta os vilões da interpretação de dados. Em um capítulo, ele aponta como os gráficos estatísticos, mesmo matematicamente corretos, podem não representar em nada a realidade. Em outro, vemos que uma mesma projeção pode mostrar um futuro positivo ou alarmante, dependendo da amplitude de dados que ela cobre. O livro termina com um brilhante passo a passo para o leitor aprender a diferenciar informação de enrolação.

Escrito com humor e repleto de advertências tão atemporais quanto a ciência matemática, Como mentir com estatística é uma leitura agradável e absolutamente acessível. Indispensável para quem se vê bombardeado diariamente, seja pela mídia ou pela timeline do Facebook, por infográficos e estatísticas que se pretendem verdades incontestáveis.

Darrell Huff

Darrell Huff

Darrell Huff nasceu em Gowrie, Iowa, em 1913, e era escritor e jornalista. Produziu diversos artigos do tipo "Como fazer" e escreveu seis livros, muitos dos quais dedicados a projetos para casa. Um de seus grandes projetos foi uma construção premiada em Carmel-by-the-Sea, Califórnia, onde morou até a morte. Como mentir com estatística foi publicado na década de 1950 e se tornou um dos maiores clássicos no assunto, tendo vendido mais de 1,5 milhão de livros desde então.