Cansei de ser gato: do capim ao saché

O gato mais famoso da América Latina conta tudo

Amanda Nori e Stéfany Guimarães
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Páginas: 160
  • Gênero: Não Ficção
  • Formato: 18,6 x 20,4
  • Lançamento: 13/11/2015

Ele já foi unicórnio, alface, pão de forma, Frida Kahlo e Mestre dos Magos. Desde 2013, Chico arrebatou o coração de milhares de fãs ao encarnar personagens inusitados com sua versatilidade felina na página Cansei de Ser Gato no Facebook e no Instagram. Fez tanto sucesso que conquistou o estrelato e o posto de gato mais famoso da América Latina.

Com doses generosas de ironia, Cansei de ser gato: do capim ao sachê revela a surpreendente trajetória de Chico rumo ao sucesso na internet, desde sua infância modesta no interior até a chegada à cidade grande, onde passou frio e fome antes de encontrar um sofá para chamar de seu, constituir família e começar a se virar. Cansado de ser gato, Chico virou, entre outras coisas, bacharel, enfermeiro, Elvis Presley e Homem-Aranha. Conformado em pagar o preço da fama, Chico convive com os inconvenientes paparazzi e aparece em revistas, posando até para um ensaio sensual.

Sem perder o charme e, muito menos, o ar de superioridade, Chico expõe nesta biografia (mais ou menos) autorizada seu grande desejo de conquistar o mundo - a começar por você.

Amanda Nori e Stéfany Guimarães

Amanda Nori e Stéfany Guimarães

Amanda Nori, 27 anos, sempre gostou de fotografia. Stéfany Guimarães, 26, sempre gostou de design.  Uma é paulista de Santo André; a outra, de Peruíbe. Ambas são profissionais de comunicação apaixonadas por felinos, donas do Chico (embora isso seja uma questão de ponto de vista).  Em julho de 2013 criaram no Facebook a página Cansei de Ser Gato e conquistaram mais de 350 mil seguidores.