Como a música ficou grátis

Stephen Witt
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Andrea Gottlieb de Castro Neves
  • Páginas: 272
  • Gênero: Não Ficção
  • Formato: 16x23
  • Lançamento: 13/07/2015

Em Como a música ficou grátis, o jornalista Stephen Witt investiga a fundo a história secreta da pirataria de músicas na internet, partindo dos engenheiros alemães criadores do mp3, passando por uma fábrica de CDs na Carolina do Norte da qual um funcionário chamado Dell Glover vazou cerca de dois mil álbuns ao longo de uma década e também pelo centro de Manhattan, onde o executivo Doug Morris dominou o mercado mundial do rap, e depois se aprofundando pelos redutos mais obscuros da web até um site ilegal quatro vezes maior que a loja do iTunes.

Seguindo a tradição de escritores como Michael Lewis, autor de Moneyball, Witt nos apresenta figuras inesquecíveis - inventores, executivos da indústria fonográfica, operários e ladrões - que transformaram toda uma forma de arte e revela o submundo dos piratas de mídias que revolucionaram o universo digital. Como a música ficou grátis não é apenas um livro sobre a indústria fonográfica - é uma leitura obrigatória sobre a construção da própria internet.

Stephen Witt

Stephen Witt

Stephen Witt se formou em matemática pela Universidade de Chicago e cursou a pós-graduação em jornalismo da Universidade Columbia. Trabalhou para fundos de hedge de Chicago e Nova York e com desenvolvimento econômico na África Oriental. É colaborador da The New Yorker e mora no Brooklyn.