Quem é você, Alasca?

Edição comemorativa de 10 anos

John Green
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Edmundo Barreiros
  • Páginas: 336
  • Gênero: Ficção
  • Formato: 14 x 21 x 2 cm
  • Lançamento: 18/06/2015

Miles Halter estava em busca de um Grande Talvez. Alasca Young queria saber como sair do labirinto. Seus caminhos se cruzaram no Internato Culver Creek, e nada será como antes.

Miles Halter levava uma vidinha sem graça e sem muitas emoções (ou amizades) na Flórida. Ele tinha um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história. Uma dessas personalidades, François Rabelais, escritor do século XVI, disse no leito de morte que ia “em busca de um Grande Talvez”. Para não ter que esperar a morte para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir. Ele vai para Culver Creek, um internato no ensolarado Alabama.

Lá, ele conhece Alasca Young. Em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, está a pergunta para a qual ela busca incessantemente uma resposta: “Como vou sair desse labirinto?” Inteligente, engraçada, imprevisível e incrivelmente sexy, Alasca vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez. Ele se apaixona por Alasca, mesmo sem entendê-la, mesmo tentando sem sucesso decifrar o enigma de seus olhos verde-esmeralda.

Leia mais no BLOG

John Green

John Green

John Green é um dos escritores norte-americanos mais queridos pelo público jovem e igualmente festejado pela crítica. É autor best-seller do The New York Times, premiado com a Printz Medal, o Printz Honor da American Library Association e o Edgar Award e foi duas vezes finalista do prêmio literário do LA Times.

Resenhas

Divertido, triste, inspirador e sempre emocionante.

Bookpage

Este romance de estreia é uma amostra do talento bruto de John Green, o tipo de talento que faz você chegar à última página do livro como uma pessoa completamente diferente.

The Guardian

Booktrailer

Outro s título s de John Green pela Intrínseca