Explicando Deus numa corrida de táxi

Paul Arden
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Roberto Muggiati
  • Páginas: 128
  • Gênero: Não Ficção
  • Formato: 12,2 x 17,7 cm
  • Lançamento: 10/03/2009

Explicando Deus numa corrida de táxi é o segundo livro de Paul Arden publicado no Brasil pela Intrínseca. Trata-se de outra pequena jóia da verve e do humor do autor, que, sem a moral das religiões estabelecidas, discute espiritualidade e crenças e embarca o leitor na polêmica em torno daquilo que está além da vida e nos sustenta diante da morte.

Para isso, usa o poder de síntese, aliado ao charme que o tornou um grande mestre da propaganda internacional, e faz os religiosos, os espiritualistas e mesmo os que se consideram ateus refletir e coçar a cabeça — mas sem as palavras, os sermões, as exigências e as promessas que os credos tradicionais apregoam. Arden examina a relação do homem com o divino de maneira objetiva, inteligente e muito rápida, no percurso de uma corrida de táxi.

Paul Arden

Paul Arden

Nasceu em Kent, na Inglaterra, em 1940. Morreu em West Sussex, em 2 de abril de 2008, de um ataque cardíaco, quando a edição de seu primeiro livro publicado no Brasil, Tudo o que você pensa, pense ao contrário, estava em finalização. Diretor-executivo de criação da agência Saatchi & Saatchi entre 1979 e 1992, fundou uma produtora de filmes comerciais e uma galeria de obras fotográficas.

Resenhas

Brilhante, implacável, charmoso, irascível e completamente excêntrico, Paul Arden é um ser original com garra e energia extraordinárias, abençoado com um gênio criativo aliado a um senso comum que, bem, não é nada comum.

Roger Kennedy, Saatchi & Saatchi

Eu tive o grande prazer/pavor de trabalhar para Paul na agência de propaganda Saatchi & Saatchi por seis anos. Ele era inspirador. Ele era apavorante. Ele era inflexível. Ele era apaixonado. Ele era o pesadelo dos caras da contabilidade. Ele era o sonho dos caras da área de criação. Ele era um pé no saco. Ele era um grande mestre. Ele era brilhante. Mas, acima de tudo, ele era um bom parceiro. O mundo se tornou um lugar mais chato sem o Paul.

David Hillyard

Outro s título s de Paul Arden pela Intrínseca