Arte como terapia

Alain de Botton
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Denise Bottmann
  • Páginas: 240
  • Gênero: Autoajuda
  • Formato: 20,5 x 27 cm
  • Lançamento: 24/10/2014

A arte é importante em si mesma. Ou melhor: a arte pode ser uma ferramenta fundamental, capaz de nos ajudar a levar vidas mais plenas e felizes. Em Arte como terapia, Alain de Botton e John Armstrong sugerem uma nova maneira de interpretar a arte: ela tem qualidades terapêuticas e é capaz de oferecer soluções fascinantes para as angústias do dia a dia. Com uma edição primorosa e ricamente ilustrada, o livro reproduz algumas das maiores obras de arte da história. Por meio desses quadros, os autores defendem a ideia de que a arte pode ajudar em nossos dilemas mais íntimos e cotidianos. Por que nosso emprego não nos satisfaz plenamente? Por que todo mundo parece ter uma vida mais interessante que a nossa? Como podemos ter relacionamentos melhores? Por que a política é tão deprimente? De forma clara e envolvente, Arte como terapia fornece uma bagagem que permite estudar a contribuição da arte de maneira simples em diferentes aspectos da vida. Quer seja para a vida amorosa, a percepção da natureza ou a relação com dinheiro e política, os escritores tentam descobrir qual é a finalidade desse instrumento capaz de encantar pessoas.

Alain de Botton

Alain de Botton

Alain de Botton nasceu em Zurique, na Suíça, em 1969. É autor de Religião para ateus, Como Proust pode mudar sua vida e outros livros de ensaio que abordam temas ligados à filosofia da vida cotidiana, como o amor, a arquitetura e a literatura.

Outro s título s de Alain de Botton pela Intrínseca