A ditadura envergonhada

Elio Gaspari
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Páginas: 464
  • Gênero: História
  • Lançamento: 19/02/2014

Em comparação a outros golpes militares ocorridos na América Latina, o que derrubou o presidente brasileiro João Goulart, o Jango, foi peculiar. Com poucos tiros, sem execuções ou guerra civil, o processo foi deflagrado na tarde de 31 de março de 1964, quando o general Olympio Mourão Filho marchou com suas tropas de Juiz de Fora (MG) para o Rio de Janeiro com a intenção de tirar Jango do poder. No dia 1o de abril Jango estava virtualmente deposto e o novo regime era reconhecido pelos aliados americanos.

Doze anos depois do lançamento de A ditadura envergonhada, primeiro livro de uma série escrita pelo jornalista Elio Gaspari sobre os "anos de chumbo", sua reedição revista e ampliada traz alguns novos elementos para a compreensão do período. A narrativa começa em 1964 e vai até a edição do Ato Institucional no 5, em 1968.

Uma das novidades é o revelador registro de uma reunião na Casa Branca com a participação do presidente dos Estados Unidos, John Kennedy. Gravações só agora conhecidas mostram que, em 7 de outubro de 1963, ou seja, 46 dias antes de ser assassinado em Dallas, no Texas, Kennedy discutiu com seus auxiliares a possibilidade de uma ação militar americana caso surgisse um governo esquerdista no Brasil.

Ela não seria necessária. Bastou o pronto reconhecimento do novo governo enquanto João Goulart ainda estava em território brasileiro. Ficou na história a operação batizada de Brother Sam, um ostensivo apoio militar que o sucessor de Kennedy, Lyndon Johnson, mobilizou para favorecer os militares rebelados e que não chegou a ser utilizado.

A nova edição de A ditadura envergonhada traz ainda atualizações baseadas em atas do Conselho de Segurança Nacional divulgadas em 2008 pelo Arquivo Nacional. Uma delas, de julho de 1968, atesta como o então presidente Costa e Silva discutia desordenadamente a possiblidade de decretar estado de sítio cinco meses antes da edição do Ato Institucional no 5, instrumento pelo qual os militares escancararam a ditadura, em 13 de dezembro daquele ano.

A ditadura envergonhada compõe com A ditadura escancarada, o segundo livro da série de Gaspari, o conjunto As ilusões armadas, que recebeu o Prêmio Ensaio, Crítica e História Literária de 2003 da Academia Brasileira de Letras.

A ditadura derrotada

A nova edição também está disponível na versão e-book enriquecida com áudios e vídeos.

Preço: R$ 39,90

Disponível nas lojas: Amazon e Apple

Elio Gaspari

Elio Gaspari

Elio Gaspari é jornalista, foi auxiliar do colunista social Ibrahim Sued e passou por veículos de comunicação como o Diário de São Paulo, revista Veja e Jornal do Brasil.

Booktrailer

Série