Tudo o que você pensa, pense ao contrário

Paul Arden
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Roberto Muggiati
  • Páginas: 144
  • Gênero: Não Ficção
  • Formato: 12,2 x 17,7 cm
  • Lançamento: 04/07/2008

Com charme e humor, Tudo o que você pensa, pense ao contrário ensina por que podemos investir em decisões impetuosas, subverter hierarquias e dar adeus aos hábitos corporativos como etapas do crescimento na carreira e na vida. Com base na experiência de seu brilhante desempenho como publicitário, o autor mostra como o risco pode ser o maior fator de segurança. Para isso aponta os benefícios de tomar as decisões consideradas menos razoáveis.

Paul Arden argumenta que "o problema de tomar decisões sensatas é que todo mundo está fazendo o mesmo". Ele explica "por que se deve ser precipitado" e desdenha dos ritos universitários, suas pós e MBAs, dando boas razões para se "aprender na escola da vida". Defende a importância de coisas óbvias, mas evitadas: cometer erros, não ser negativo diante de uma rejeição e sempre assumir a culpa diante de um fracasso. Sugere que ser demitido pode ser um "movimento positivo na carreira", aconselha a não ficar muito tempo em um emprego e garante que "às vezes o mais esperto é não ser esperto demais"

Assim, Tudo o que você pensa, pense ao contrário aponta para uma ruptura com códigos e comportamentos consagrados, e acena com provocações que conferem a confiança necessária para se tomar decisões arriscadas - aquelas que podem levar a desfrutar do trabalho e da carreira de uma forma mais criativa, arrojada e singular do que se esperava.

Paul Arden

Paul Arden

Nasceu em Kent, na Inglaterra, em 1940. Morreu em West Sussex, em 2 de abril de 2008, de um ataque cardíaco, quando a edição de seu primeiro livro publicado no Brasil, Tudo o que você pensa, pense ao contrário, estava em finalização. Diretor-executivo de criação da agência Saatchi & Saatchi entre 1979 e 1992, fundou uma produtora de filmes comerciais e uma galeria de obras fotográficas.

Resenhas

Brilhante, da pesada, encantador, irascível e totalmente excêntrico – Paul Arden é um pensador original de extraordinário ímpeto e energia – abençoado com um gênio criativo aliado a um tipo de bom senso que não é nada comum.

Roger Kennedy, Saatchi & Saatchi

Se tivesse lido este livro dez anos atrás, hoje eu seria Primeiro-ministro.

Gordon Brown

O objetivo do livro é fazer-nos aceitar o erro, desgarrar da manada, arriscar. (...) Com a enorme vantagem de ser muitíssimo bem-diagramado e de ter ilustrações inteligentes.

Gazeta Mercantil

Outro s título s de Paul Arden pela Intrínseca