101 coisas a fazer antes de morrer

Richard Horne
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Fernanda Abreu
  • Páginas: 224
  • Gênero: Ficção
  • Formato: 11 x 18
  • Lançamento: 25/10/2006

O guia desafia o medo e impele todo tipo de pessoa a se lançar em situações sempre desejadas, embora reprimidas no cotidiano das convencionais ocupações profissionais ou domésticas. Há dicas extraordinárias como nadar com um tubarão e pular de pára-quedas. Por outro lado, as menos voltadas às aventuras radicais podem exigir maior audácia: sair do odiado emprego, ou fazer uma compra que não se possa pagar.

Às realizações o autor acrescenta regras, e uma delas é justamente coragem. Este é o requisito principal, além de criatividade e perseverança no confronto com o perigo. Richard Horne, autor, diagramador e ilustrador de 101 coisas a fazer antes de morrer, força a ultrapassagem da linha bem demarcada entre realidade e fantasia com humor. Quando estimula aspirantes à literatura a escrever, aconselha-os a pedir demissão para brincar "de ser escritor em tempo integral". A certa altura, contudo, é taxativo: faça o que quiser, não ganhe o Prêmio Darwin - a premiação anual e póstuma contempla aqueles que morreram de formas patéticas, por falta de cuidado ou pura estupidez.

Algumas informações do guia dão embasamento histórico a atos como pichar um muro. Funcionam quase como argumentos, afinal, até em Pompéia, antiga cidade do império romano, encontraram-se pichações com mensagens como Celadus faz as moças gemerem. Entre as 101 coisas, não faltam as mais esquisitas, como ser cobaia para testes de remédios e infringir a lei com o objetivo de ir para a cadeia. A bem-cuidada edição traz ainda formulários divertidos a serem preenchidos a cada passo, além de estrelas adesivas para se coroar cada feito. Em meio a propostas lúdicas como realizar o sonho de criança, Horne não se esqueceu da mais importante: ter dinheiro suficiente para fazer todas as coisas desta lista.

Richard Horne

Richard Horne

Richard Horne nasceu em 1973 em Guisborough, Reino Unido. É designer de capas de discos e livros, bem como de sites na Internet. Mora em Londres.

Resenhas

Quem não tem uma lista de prioridades na vida? O designer Richard Horne transformou a dele no livro 101 coisas a fazer antes de morrer. Há sugestões meio malucas, mas outras são bem interessantes (...).

Claúdia

O autor propõe uma viagem sobre as prioridades de cada um. Ao lado das propostas para se viver intensamente, índices, formulários e adesivos de estrela para serem colados a cada tarefa realizada.

Jornal do Brasil

Para relaxar entre uma festa e outra, a pedida é o livro 101 coisas a fazer antes de morrer, já nas livrarias.

Jornal O Globo, “Zona Sul”