A visita cruel do tempo

Jennifer Egan
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Fernanda Abreu
  • Páginas: 336
  • Gênero: Ficção
  • Formato: 16 x 23
  • Lançamento: 19/01/2012

Da São Francisco dos anos 1970 à Nova York de um futuro próximo, Jennifer Egan tece uma narrativa caleidoscópica, que alterna vozes e perspectivas, cenários e personagens para contar como os sonhos se constroem e se desfazem ao longo da vida. Obra vencedora do Pulitzer, do National Book Critics Circle Award e do LA Times Book Prize no ano de 2011, A visita cruel do tempo é composto por histórias curtas - 13 faixas sobre relações familiares, indústria fonográfica, jornalismo de celebridades, efeitos da tecnologia, viagens e a busca por identidade versus o esfacelamento de ideais -, interligadas pelas memórias de um grupo de personagens em diferentes pontos de suas vidas.

Bennie Salazar é um executivo da indústria fonográfica. Ex-integrante de uma banda de punk, ele foi o responsável pela descoberta e pelo sucesso dos Conduits, cujo guitarrista, Bosco, fazia com que Iggy Pop parecesse tranquilo no palco. Jules Jones é um repórter de celebridades preso por atacar uma atriz durante uma entrevista e vê na última - e suicida - turnê de Bosco a oportunidade de reerguer a própria carreira. Jules é irmão de Stephanie, casada com Bennie, que teve como mentor Lou, um produtor musical viciado em cocaína e em garotinhas. Sasha é a assistente cleptomaníaca de Bennie, e seu passado desregrado e seu futuro estruturado parecem tão desconexos quanto as tramas dos muitos personagens que compõem esta história sobre música, sobrevivência e a suscetibilidade humana sob as garras do tempo.

Leia mais no BLOG

Jennifer Egan

Jennifer Egan

Jennifer Egan nasceu em Chicago e cresceu em São Francisco. É autora de A visita cruel do tempo, vencedor do Pulitzer de 2011, e do best-seller The Keep. Por seus artigos de não ficção, publicados na The New York Times Magazine, recebeu diversos prêmios jornalísticos.

Resenhas

Provocante, um livro inovador. Expõe o supremo virtuosismo de Jennifer Egan.

The New York Times

Realmente mágico... A visita cruel do tempo é um novo clássico da ficção norte-americana.

Time

Um livro difícil de resumir, mas delicioso de ler, que gradualmente destila uma mistura de vozes polifônicas e, às vezes, deliberadamente cacofônicas.

The Observer

Um romance inacreditavelmente emocionante. Divertido, triste e inteligente.

The Guardian

O melhor livro que você terá nas mãos.

Los Angeles Times

Incrível. O tom do livro é perfeito. Sombrio e espetacularmente engraçado... Egan tem o olhar de um sátiro e o coração de um romancista.

The New York Times Book Review

Como um disco perfeito, esse livro pede replay.

San Francisco Chronicle

Selvagemente ambicioso. Um tour de fource. A música funciona tanto como sujeito quanto como metáfora à medida que Egan explora a mutabilidade do tempo, o destino e a responsabilidade individual na pós-tecnologia.

O, The Oprah Megazine

Brilhantemente construído... [Egan] é uma escritora audaz, que não tem medo de usar tanto suas poderosas habilidades intuitivas quanto seus projetos ambiciosos.

Elle

Inteligente. Mordaz. Um livro fundador... Personagens marcantes com os quais você se envolverá à medida que lhes assiste fazer coisas que não deveriam, agir gloriosamente, ser irritantemente humanos.

The Chicago Tribune

Em meio a todos os floreios pós-modernos, A visita cruel do tempo é tão tradicional quanto um romance de Dickens. O objetivo [de Egan] não é explodir a narrativa convencional, mas explorar como essa narrativa responde às pressões e às oportunidades da época digital.

Newsweek

O romance de Jennifer Egan é engraçado de um jeito sério, complexo de maneira direta... E contém uma das prosas mais efervescentes do ano.

The Telegraph

Outro s título s de Jennifer Egan pela Intrínseca