Como Proust pode mudar a sua vida

Alain de Botton
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Marcello Lino
  • Páginas: 256
  • Gênero: Literatura e Ficção
  • Formato: 14x21cm
  • Lançamento: 19/10/2011

O escritor Marcel Proust (1871-1922), autor do monumental Em busca do tempo perdido, não parece o melhor conselheiro sobre a arte do bem viver. Asmático, dominado pela mãe, incapaz de manter um emprego, com frequência preso à cama graças às mais variadas moléstias, rejeitado pelos editores, Marcel precisou custear a publicação de seu primeiro livro e só teve seus méritos literários plenamente reconhecidos após sua morte.

Com extrema sensibilidade, senso de humor e erudição, o escritor Alain de Botton revela a fonte inesgotável de sábios conselhos para a vida cotidiana que se encerra na biografia, na correspondência e na obra de Marcel Proust. Das relações de amizade ao amor, da expressão dos sentimentos até a importância de se desfrutar o tempo e se deixar os livros de lado, Alain de Botton identifica na vida e obra do autor francês observações sobre a convivência humana, em que desponta o retrato vibrante de um escritor excêntrico, mas adorável, e um poderoso testemunho sobre o poder transformador da literatura.

Alain de Botton

Alain de Botton

Alain de Botton nasceu em Zurique, na Suíça, em 1969. É autor de Religião para ateus, Como Proust pode mudar sua vida e outros livros de ensaio que abordam temas ligados à filosofia da vida cotidiana, como o amor, a arquitetura e a literatura.

Resenhas

Esse livro contém mais interesse humano e inventividade do que a maioria das obras de ficção. Ao enfatizar a capacidade de curar e aconselhar que há em Proust, De Botton nos faz o favor de relê-lo, fornecendo uma destilação doce e lúcida daquele lago vasto e sagrado.

John Updike, The New Yorker

Que livro maravilhoso! O resultado é contagiante e inteligente, divertido e estimulante, tudo apresentado de uma maneira tão nova que chega a ser única. Não consegui parar e, agora, tenho de recomeçar a leitura.

Brian Masters, The Mail on Sunday

Fiquei fascinada com sua abordagem da literatura - encarar Proust como Bíblia - e considero que a sabedoria de Proust está muito bem acentuada.

Muriel Spark

Um prazer a ser apreciado.

Michèle Roberts

Maravilhoso.

Richard Klein, The Village Voice

O livro mais engraçado que li nos últimos tempos.

Andrew Marr, The Independent

O pequeno livro de Alain de Botton é tão encantador, divertido e sensível, que talvez ele mesmo mude sua vida.

Allan Massie, The Daily Telegraph

Esse livro cativante é uma das mais divertidas obras de crítica literária que li nos últimos tempos.

The Sunday Telegraph

Um livro muito agradável.

Sebastian Faulks

Outro s título s de Alain de Botton pela Intrínseca