O que é a vida?

Paul Nurse
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Livia de Almeida
  • Páginas: 256
  • Gênero: Ciências
  • Formato: 13 x 18 x 1,8 cm
  • Lançamento: 02/08/2021

O renomado geneticista e biólogo celular Paul Nurse dedicou a carreira a desvendar o funcionamento de células vivas. Em O que é a vida?, ele aceita o desafio de descrever o ciclo celular e, consequentemente, o que significa estar vivo de um jeito descomplicado e elegante, acessível a todos os leitores.

Para explicar o que é a vida, Nurse aborda cinco grandes ideias que são a base da biologia: a célula, o gene, a evolução por seleção natural, a vida enquanto química e a vida enquanto informação. Além de tratar de questões fundamentais e contar sobre o próprio trabalho e suas importantes descobertas (como quando identificou o gene cdc2), ele apresenta outros cientistas que contribuíram para os avanços mais notáveis. E, ao falar de suas experiências dentro e fora do laboratório, compartilha conosco os desafios, os lances de sorte e os momentos emocionantes de revelações.

Com uma linguagem direta e clara, o autor escreve sobre a riqueza da vida, conferindo à biologia o devido reconhecimento em nosso tempo. Afinal, para sobreviver aos desafios que enfrentamos todos os dias — doenças, mudanças climáticas, pandemias, perda da biodiversidade e segurança alimentar —, é vital que todos nós entendamos o que é a vida em seu estado mais primordial.

Paul Nurse

Paul Nurse

Paul Nurse, nascido em 1949, em Norfolk, Inglaterra, é um renomado biólogo celular e geneticista, ganhador do prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina em 2001. Também recebeu o prêmio Mundial de Ciência Albert Einstein e a Ordem Nacional da Legião de Honra, além de mais de sessenta títulos honorários e bolsas de universidades internacionais. Em sua brilhante carreira, deu aulas na Universidade de Oxford, foi diretor-geral do Imperial Cancer Research Fund (hoje, Cancer Research UK) e presidiu a Universidade Rockefeller em Nova York, até se tornar diretor do UK Centre for Medical Research and Innovation (atual Francis Crick Institute). Entre 2010 e 2015, foi presidente da Royal Society. Nurse ainda foi consultor do primeiro-ministro para assuntos de ciência e tecnologia. Por suas importantes descobertas e contribuições para a biologia celular e a pesquisa do câncer, foi reconhecido com o título de cavaleiro britânico em 1999.