A decodificadora

Walter Isaacson
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Rogerio W. Galindo e Rosiane Correia de Freitas
  • Páginas: 576
  • Gênero: Biografias e Histórias Reais
  • Formato: 16 x 23 x 3,5 cm
  • Lançamento: 19/03/2021

Quando Jennifer Doudna ainda cursava a sexta série, encontrou em sua cama um exemplar de A dupla hélice, de James Watson, deixado por seu pai. Avançando pelas páginas, Doudna ficou fascinada com os bastidores da competição científica pela descoberta dos tijolinhos que constroem a vida.

Motivada pela paixão de entender o funcionamento da natureza e por transformar descobertas em invenções práticas, Doudna ajudaria a realizar aquilo que o próprio James Watson, um dos descobridores da estrutura do DNA, classificara como o próximo avanço científico mais importante da biologia. Observando o modo com que há bilhões de anos as bactérias combatem os vírus, ela e seus parceiros de pesquisa descobriram algo capaz de transformar a vida humana: uma ferramenta de manuseio simples capaz de editar a estrutura do DNA. O CRISPR, como foi batizada, abriu um novo mundo de milagres da medicina e levantou delicadas questões éticas.

Se a última metade do século passado foi uma era digital, baseada no microchip, no computador e na internet, estamos agora no limiar de uma revolução da vida e da ciência: as crianças que estudam programação digital se juntarão às que estudam o código da vida. O uso do CRISPR e a corrida para o desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19 estão acelerando a transição para essa nova era de inovações biológicas.

Devemos usar esses novos poderes para hackear a evolução e nos tornarmos menos suscetíveis a infecções virais? Para prevenir a depressão? Devemos permitir que o poder aquisitivo dê aos pais a chance de modificar características como a altura, a estrutura muscular ou o QI de seus filhos?

Tendo capitaneado as importantes descobertas que levaram ao CRISPR, Doudna assumiu papel de destaque na discussão das questões morais que envolvem a edição do genoma humano e, com sua parceira de pesquisa Emmanuelle Charpentier, ganhou o Prêmio Nobel de Química em 2020. Sua trajetória é uma emocionante história de detetive que envolve as mais complexas maravilhas da natureza, indo das origens da vida ao futuro da nossa espécie.

Walter Isaacson

Walter Isaacson

Um dos mais proeminentes biógrafos de nosso tempo, Walter Isaacson iniciou a carreira no jornalismo, foi editor da revista americana Time e presidente do conselho de administração e CEO da rede CNN. É o autor de complexos e abrangentes retratos de algumas das mentes mais inovadoras e influentes de nossa história, entre eles as biografias de Steve Jobs, que teve como base mais de quarenta entrevistas com o cofundador da Apple, e a biografia de Albert Einstein.

 

Outro s título s de Walter Isaacson pela Intrínseca