testeCuriosidades sobre A princesa prometida

A princesa prometida é uma obra fantástica com piratas, gigantes, duelos de esgrima, tramas políticas da realeza, vingança, um romance apaixonante, bordões inesquecíveis, roedores de tamanho descomunal e tudo de que a gente mais gosta.

Para vocês se apaixonarem ainda mais por essa paródia encantadora dos contos de fadas clássicos, fizemos uma lista com algumas curiosidades sobre a obra:

  1. William Goldman escreveu A princesa prometida para suas duas filhas

    O livro foi publicado em 1973 e, em uma entrevista ao Entertainment Weekly, William Goldman contou como escolheu o título de sua obra mais famosa: “Eu tinha duas filhas pequenas, acho que elas tinham 7 e 4 anos na época, e eu disse: ‘Vou escrever uma história. Vocês querem que ela seja sobre o quê?’, e uma delas respondeu: ‘Uma princesa’, e a outra disse: ‘Uma noiva’. Então eu decidi que esse seria o tema do livro.”

  2. O inconcebível elenco do filme


    O filme foi protagonizado por Robin Wright, a poderosa Claire de House of Cards, e por Cary Elwes, de Jogos Mortais.

  3. Referência em grandes produções


    A princesa prometida é um grande marco da cultura pop. A obra de William Goldman é citada em inúmeros filmes e séries, como SupernaturalHow I Met Your Mother, Game of Thrones e Gilmore Girls! Você pode conferir a nossa lista aqui.

  4. Acidentes no set de gravações


    Durante a cena do duelo entre Westley e o homem de seis dedos, Christopher Guest (o vilão) estava muito nervoso e com medo de machucar o colega de trabalho. Então, Cary Elwes (Westley) pediu que o companheiro batesse nele de verdade. Christopher deu um golpe tão forte na cabeça de Ewels que o ator ficou inconsciente e foi parar no hospital. A cena do acidente acabou sendo escolhida para entrar no filme.

  5. Cary Elwes e o diretor do filme eram apaixonados pelo livro antes de trabalharem na adaptação

    O nosso futuro Westley ganhou o livro de presente do padrasto em 1975, quando tinha apenas 13 anos. Já Rob Reiner, o diretor do filme, leu A princesa prometida pela primeira vez aos vinte e poucos anos e logo se apaixonou pela obra, nutrindo o sonho de um dia transformá-la em filme.

  6.  A ligação emocional entre Mandy Patinkin e Inigo Montoya


    Em entrevista ao Entertainment Weekly, o ator contou que se apaixonou pelo personagem logo de cara: “Assim que li o roteiro, amei a parte do Inigo Montoya. O personagem me tocou profundamente. Eu tinha perdido o meu pai – ele morreu aos 53 anos de câncer no pâncreas, em 1972. Eu não havia refletido sobre isso, mas acho que parte de mim pensou que, se eu pegasse o homem de preto, meu pai voltaria. Eu conversei com o meu pai em todos os momentos do filme, e isso me ajudou muito a lidar com a morte dele.”

  7. Edição de luxo de A princesa prometida

    Em capa dura e com ilustração inspirada no filme, a edição de luxo de A princesa prometida, lançada em junho pela Intrínseca, inclui textos extras que William Goldman escreveu para as edições comemorativas de 25 e 30 anos do livro, expandindo o incrível universo da obra original.

Saiba mais sobre o livro aqui.

testeLançamentos de junho

Confira as sinopses dos nossos lançamentos do mês:

Praia de Manhattan, de Jennifer Egan

O novo livro de Jennifer Egan, vencedora do Pulitzer por A visita cruel do tempo, acompanha Anna Kerrigan e Dexter Styles em um universo noir povoado por gângsteres, mergulhadores e banqueiros durante os tempestuosos anos 1940.

Com quase 12 anos, Anna acompanha o pai à casa de Styles, uma figura enigmática que pode ser crucial para a sobrevivência de sua família. Anos depois, o pai de Anna desaparece. Já adulta, ela se torna a primeira mulher mergulhadora e conserta os navios que vão ajudar o país durante a Segunda Guerra Mundial. É nesse cenário que, em uma noite de folga, reencontra Styles em uma boate. Certa de que ele pode ajudar a desvendar os segredos que envolvem a história do pai, Anna inicia uma relação tão improvável quanto perigosa.

 

A essência do mal, de Luca D’Andrea

Jeremiah Salinger ganha a vida fazendo documentários, até que se muda com a família para uma região remota da Itália. Lá, após sofrer um acidente de helicóptero, ele passa a ser atormentado pela ideia de que existe nas montanhas ao redor uma força que não consegue entender: A Besta.

Anos depois, ele fica sabendo um crime antigo que marcou a população da região: o trágico assassinato e desmembramento de três jovens. Para solucionar o mistério, Jeremiah mergulha de cabeça em um quebra-cabeças macabro e fascinante.

 

A princesa prometida, de William Goldman

Buttercup é uma camponesa que se apaixona perdidamente por Westley, o jovem humilde que trabalha na fazenda do pai dela. Juntos, eles descobrem o amor verdadeiro, mas um trágico acidente os separa. Anos depois, a jovem é pedida em casamento pelo sádico príncipe Humperdinck. Mas nada, nem um poderoso tirano amante da caça, é capaz de impedir esse amor, e o destemido Westley vai fazer de tudo para resgatar sua princesa prometida a outro.

Em uma paródia dos épicos clássicos, William Goldman escreveu um romance hilário com direito a tudo que o gênero permite: piratas, duelos de esgrima, traições, tramas políticas e um romance apaixonante.

 

O que Alice esqueceu, de Liane Moriarty

Alice tinha certeza de que era feliz: aos 29 anos, casada, aguardando o nascimento do primeiro filho e rodeada por uma linda família. Mas tudo vira de pernas para o ar quando ela acorda no chão da academia dez anos depois. Enquanto tenta descobrir o que aconteceu nesse período, Alice percebe que se tornou alguém muito diferente: uma pessoa que não tem quase nada em comum com quem ela era na juventude e, pior, de quem não gosta nem um pouco.

Ao retratar a vida doméstica moderna provocando no leitor muitas risadas e surpresas, Liane Moriarty constrói uma narrativa ao mesmo tempo ágil e leve sobre recomeços, o que queremos lembrar e o que nos esforçamos para esquecer.

testeLivro que inspirou o filme “A Princesa Prometida” chega às livrarias em 2018

A Princesa Prometida é um fenômeno cult dos anos 1980 inspirado na obra de William Goldman. O livro homônimo que deu origem ao filme chega às livrarias brasileiras em 2018.

Não é a toa que A Princesa Prometida é um sucesso até hoje. Seu humor sarcástico e ao mesmo tempo ingênuo e a mistura de aventura, fantasia e romance fazem desse filme um dos mais queridos do público – seja o público que o viu nos cinemas no lançamento, em 1987, ou que viu pelo Netflix semana passada.

O longa conta a história de Buttercup, uma princesa apaixonada pelo menino do estábulo, Wesley. Mas depois de sua suposta morte, concorda em se casar com um príncipe de outro reino. Antes do casamento, a princesa é captura por um grupo de personagens excêntricos, dispostos a trocá-la por informações. Ao seu resgate, surge um misterioso homem mascarado.

O filme, que completou trinta anos em setembro, conta com atores bem conhecidos no elenco. A protagonista Buttercup é ninguém menos que a primeira-dama Claire Underwood na série House of Cards, da Netflix. E o vingativo, porém engraçado, espadachim espanhol, Inigo Montoya, é Saul Berenson, da série Homeland.