testeIntrínseca na Bienal Internacional do Livro de São Paulo

 

GIFInsta_Atualizado

A Intrínseca chega à 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo com uma programação intensa e repleta de atrações. Entre 26 de agosto e 4 de setembro, autores best-sellers internacionais, como o norte-americano Mac Barnett (Os Dois Terríveis), e nacionais, como Isabela Freitas (Não se apega, não e Não se iluda, não), vão movimentar os corredores do Pavilhão de Exposições Anhembi com palestras, bate-papos e sessões de autógrafos. Este ano oito escritores da casa participarão da feira literária, incluindo queridos do público, como a musa do jornalismo esportivo Fernanda Gentil (Gentil como a gente). Os leitores também encontrarão cerca de 400 títulos, com descontos entre 10% e 80% durante o evento, no estande da Intrínseca, que este ano ocupará uma área de 140 m².

No time dos internacionais, Mac Barnett vem à Bienal lançar Os Dois Terríveis ainda piores, segundo livro da série criada com Jory John, Os Dois Terríveis — ambos os títulos na lista de mais vendidos do The New York Times —, com sessão de autógrafos e palestra sobre a importância da ilustração na literatura infantil. Outra atração que a Intrínseca trará especialmente para o evento é a psicóloga norte-americana Becky Albertalli, autora do premiado romance Simon vs. a agenda Homo Sapiens. Ela participará de uma conversa sobre diversidade na literatura para jovens adultos, seguida por sessão de autógrafos.

Entre os destaques nacionais, os fenômenos da internet Viih Tube (Vitoria Moraes) e Isabela Freitas chegam para representar o público jovem. Com mais de 2 milhões de inscritos no seu canal do Youtube, Viih irá autografar seu livro Tudo tem uma primeira vez. Já Isabela, autora de Não se apega, não — livro que virou série no Fantástico já com uma segunda temporada confirmada, baseada na sequência Não se iluda, não, da Intrínseca. Ela participará de um bate-papo sobre realidade e fantasia na autoficção.

Outros nomes que marcam presença são os escritores Pedro Gabriel, do aclamado projeto Eu me chamo Antônio, e Clarice Freire, autora de Pó de lua. Ambos vão lançar e autografar seus novos trabalhos: Ilustre poesia e Pó de lua nas noites em claro, respectivamente. A jornalista Míriam Leitão completa a imperdível programação nessa Bienal com bate-papo sobre seu livro História do futuro: O horizonte do Brasil no século XXI, no Salão de Ideias.

 

Estande da Intrínseca na Bienal
Localização: F030
Horário de funcionamento:
De segunda à sexta, das 9h às 22h
Sábado e domingo, das 10h às 22h
4 de setembro, das 10h às 21h

 

Confira a programação completa:

Atenção: Informações sobre senhas no site da Bienal.

27/ago, sábado
Pedro Gabriel
15h – Autógrafos no Estande da Intrínseca | F030
Confirme sua presença no evento do Facebook

28/ago, domingo
Clarice Freire
15h – Autógrafos no Estande da Intrínseca | F030
Confirme sua presença no evento do Facebook

Viih Tube
14h às 16h – Autógrafos no Estande da Saraiva | D030/E030
Confirme sua presença no evento do Facebook

30/ago, terça-feira
Isabela Freitas
Palestra “A relação entre a realidade e a fantasia na autoficção”
Autógrafos dos livros Não se iluda, não e Não se apega, não
11h – Arena Cultural BNDES
Confirme sua presença no evento do Facebook

31/ago, quarta-feira
Fernanda Gentil
18h – Autógrafos no Estande da Intrínseca | F030
Confirme sua presença no evento do Facebook

1/set, quinta-feira
Mac Barnett
Palestra “A importância da ilustração na literatura infantil: a identificação das crianças com as imagens”
Autógrafos e lançamento do livro Os Dois Terríveis ainda piores
11h – Arena Cultural BNDES
Confirme sua presença no evento do Facebook

02/set, sexta-feira
Míriam Leitão

20h – Bate-papo no Salão Ideias: Lutas na ditadura e desafios na democracia
Autógrafos no Estande da Intrínseca | F030
Confirme sua presença no evento do Facebook

3/set, sábado
Encontro de blogueiros Intrínseca
Bate-papo sobre os lançamentos e assuntos referentes à blogosfera
9h – Sala Jacarandá Branco do Hotel Holiday Inn
Confirme sua presença no evento do Facebook
Para se inscrever, envie um e-mail com nome completo e nome do blog/site perfil para marketing@intrinseca.com.br. Assunto do e-mail: Encontro de blogueiros na Bienal SP

Becky Albertalli
Palestra “A diversidade na literatura para jovens adultos”
Autógrafos do livro Simon vs. a agenda Homo Sapiens
19h – Arena Cultural BNDES
Confirme sua presença no evento do Facebook

 

04/set, domingo
Becky Albertalli
Autógrafos do livro Simon vs. a agenda Homo Sapiens
12h –Estande da Intrínseca | F030

testeLançamentos de março


EstanteIntrinsecaMar16_511x396

 

Tudo tem uma primeira vez, de Vitória Moraes (Viih Tube) — Como foi o seu primeiro beijo? E a primeira vez que teve coragem de dizer “eu te amo” para alguém? Ou que vacilou feio com uma amiga? Em Tudo tem uma primeira vez, Vitória Moraes, a Viih Tube, fala abertamente e com muito bom humor sobre os grandes (e primeiros) momentos da adolescência.

Viih tem posições firmes e um jeito só seu de contar histórias de meninos e meninas que estão conectados à internet 24 horas por dia e usam as redes sociais para tudo. Com suas palavras, faz um retrato divertido de quem é o adolescente da atualidade. [Leia +]

Todos envolvidos, de Ryan Gattis Na tarde de 29 de abril de 1992, um júri absolveu três policiais brancos do Departamento de Polícia de Los Angeles acusados de usarem força excessiva para controlar um civil negro chamado Rodney King. Menos de duas horas depois, a cidade explodiu em violência. Em seis dias, sessenta pessoas morreram. Mas muitas mortes não foram contabilizadas: fora da zona principal de protestos, algumas gangues se aproveitaram dos tumultos para acertar as próprias contas.

Inspirado nesse momento e narrado do ponto de vista de dezessete personagens, o romance de Ryan Gattis apaga as fronteiras entre vítimas e criminosos e transforma a história dos protestos em uma vívida e eletrizante obra de ficção. Uma narrativa ambiciosa e arrebatadora, um épico sobre crime e oportunismo, vingança e lealdade. [Leia +]

Temporada de acidentes, de Moïra Fowley-Doyle — Acontece todo ano, na mesma época. Todo mês de outubro, inexplicavelmente, Cara e sua família se tornam vulneráveis a acidentes. Algumas vezes, são apenas cortes e arranhões — em outras, acontecem coisas horríveis.  A temporada de acidentes faz parte da vida de Cara desde que ela se entende por gente. E esta promete ser uma das piores.

No meio de tudo, ainda há segredos de família e verdades dolorosas, que Cara está prestes a descobrir. Neste outubro, ela vai se apaixonar perdidamente e mergulhar fundo na origem sombria da temporada de acidentes. Por quê, afinal, sua família foi amaldiçoada? E por que eles não conseguem se livrar desse mal? [Leia +]

 

EstanteIntrinseca_Mar16_BLOG_Livros3D

Uma chance de lutar, de Elizabeth Warren — Um dos nomes mais relevantes na corrida presidencial dos Estados Unidos em 2016, a senadora Elizabeth Warren é um retrato perfeito da realização do sonho americano: filha de um zelador e uma telefonista, venceu as dificuldades da família e o lugar-comum da época de que o principal objetivo de toda mulher era conseguir um bom casamento. Ela tornou-se professora em Harvard, atuou como consultora do Congresso americano e assistente do presidente Barack Obama.

Neste relato, Elizabeth deixa transparecer a fibra que a fez chegar aonde está e expõe a abrangência de seus conceitos sobre o endividamento e o sistema financeiro, que extrapolam o cenário norte-americano. [Leia +]

Os irmãos Tapper declaram guerra (um contra o outro), de Geoff RodkeyOs gêmeos Claudia e Reese, de 12 anos, não poderiam ser mais diferentes, mas em uma coisa eles são realmente idênticos: a determinação em sair ganhando na terrível guerra travada entre os dois! No primeiro volume da série, tudo começa com uma polêmica no refeitório da escola, quando Claudia sofreu um ataque cruel e covarde do próprio irmão. Aos poucos, a guerra se acirra e, das ruas de Nova York, passa para o universo ficcional de um jogo on-line.

Com uma narrativa totalmente original, incluindo fotos, capturas de tela dos jogos, registros de chats e muitas mensagens trocadas pelo celular entre os pobres pais dos beligerantes, Os irmãos Tapper declaram guerra (um contra o outro) mostra, de forma autêntica e hilária, os conflitos entre dois irmãos adolescentes numa era saturada de recursos visuais e digitais. [Leia +]

EstanteIntrinseca_Mar16_BLOG_Livros3D2

O árabe do futuro 2: Uma juventude no Oriente médio (1984-1985), de Riad Sattouf — Segundo volume da trilogia que narra o choque cultural vivido por uma criança nascida na França que passou os primeiros anos de vida dividida entre a Líbia, a Bretanha e a Síria. Nessa sequência, o premiado quadrinista Riad Sattouf, ex-colaborador do jornal Charlie Hebdo e que participou da última edição da Flip, relata seu primeiro ano como aluno de uma escola síria, onde enfim aprendeu a ler e escrever em árabe enquanto enfrentava um ambiente rígido e violento.

Comparado aos aclamados Maus e PersépolisO árabe do futuro exibe uma visão reveladora sobre o conflito entre culturas que está definindo o século XXI. Com traço simples e narrativa fluida e divertida, Riad fornece ao mesmo tempo uma análise do embate entre o Ocidente e o mundo árabe e um autorretrato de uma infância tão plural e de cores tão fortes. [Leia +]

Aceitação, de Jeff VanderMeer —  É inverno na Área X, a misteriosa região selvagem que há trinta anos desafia explicações e repele pesquisadores de expedição após expedição, recusando-se a revelar seus segredos. Enquanto sua geografia impenetrável se expande, a agência responsável por investigar e supervisionar a área — o Comando Sul — entra em colapso. Uma última e desesperada equipe atravessa a fronteira, determinada a alcançar uma remota ilha que pode conter as respostas que eles tanto procuram.

Último livro da trilogia de ficção científica Comando Sul, Aceitação conecta os dois livros anteriores, Aniquilação e Autoridade, em capítulos breves e acelerados, narrados da perspectiva de personagens cruciais. Página após página, os mistérios são aos poucos solucionados, mas as consequências e as implicações dos acontecimentos passados jamais serão menos profundas ou aterrorizantes. [Leia +]

EstanteIntrinseca_Mar16_BLOG_Livros3D3