testeSorteio Facebook – Melhores Presentes [Encerrado]

Vamos sortear 3 exemplares de alguns dos nossos livros que dão ótimos presentes nesse final de ano!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Facebook ,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 17 de dezembro, segunda-feira, em nosso perfil no Facebook. Boa sorte!

testeSorteio Instagram – Melhores Presentes [Encerrado]

Vamos sortear 3 exemplares de alguns dos nossos livros que dão ótimos presentes nesse final de ano!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 17 de dezembro, segunda-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte!

testeSorteio Twitter – Melhores Presentes [Encerrado]

Vamos sortear 3 exemplares de alguns dos nossos livros que dão ótimos presentes nesse final de ano!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Twitter PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Twitter,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 17 de dezembro, segunda-feira, em nosso perfil no Twitter. Boa sorte!

 

testeDuas perguntas por dia

Se você acompanha a Intrínseca nas nossas redes sociais, já deve ter visto alguma foto de Uma pergunta por dia para mães – como esta:

 

Essa e todas as outras imagens foram feitas com a participação de uma das mamães de primeira viagem da editora e seus gêmeos lindos, que renderam o dobro de respostas no livro! Para contar um pouco sobre a experiência com a maternidade e sobre Uma pergunta por dia para mães, chamamos nossa coordenadora de marketing, Carol Nunes, para um bate-papo. Confira:

 

Por que você começou a preencher o livro? 

Como meus filhos ainda são bebês e estão se desenvolvendo super-rápido, achei que seria uma oportunidade incrível de guardar um registro do dia a dia deles durante este período, que é o de maior mudança na vida de alguém. Quero que em 30 anos eles possam saber como foi o início da vida deles.

 

Quando você começou? Já tinha o primeiro livro e passou para o Uma pergunta por dia para mães ou está preenchendo os dois?

Comecei a partir do dia 1º de janeiro, já que as lembranças ainda estavam bem vívidas e eu queria guardar toda aquela fase do comecinho. Tenho o primeiro, mas ele ficou um pouco sem sentido porque o grande tema da minha vida agora são os meninos e eu estava me repetindo loucamente ao escrever nos dois, hahaha!

 

Começou a responder depois do nascimento deles ou já durante a gravidez?

Depois do nascimento dos gêmeos. Inclusive, quando recebi o e-mail informando que íamos publicá-lo, deixei de lado minha licença-maternidade só para responder a nosso editor de aquisições dizendo o quanto tinha ficado feliz com aquela notícia. O livro saiu quando eu já estava de volta, e peguei um dos primeiros exemplares. <3

 

Como você preenche o livro? Diariamente ou respondendo a várias perguntas de uma vez?

Eu tento preencher todo dia, mas ser mãe de gêmeos dá muito trabalho! Hahaha!

Tô gostando tanto que tiro, quase sempre, 15 minutos no fim do dia para escrever naquelas páginas fofas. Esta pausa diária acabou se tornando meu ritual favorito.

 

Já teve alguma surpresa revendo as respostas de dias passados?

Já, sim! É demais acompanhar o desenvolvimento deles através do livro. E o mais incrível é rever os mínimos detalhes que a rotina me faz esquecer.

 

Tem alguma pergunta que você já esteja ansiosa para ver as respostas dos próximos 4 anos?

Pode ser duas? =) O que eu mais quero é cair no mundo com os meninos. Aguardando muito as respostas do dia 4 de setembro: “O lugar mais legal onde estive com meu filho/minha filha este ano foi…” e também a do dia 30 de outubro: “Qual foi o último lugar aonde você foi com seu filho/sua filha?”

 

Tem alguma pergunta cuja resposta gostaria que não mudasse nesses cinco anos?

Sim, é a pergunta do dia 25 de fevereiro: “Como você se sente como mãe?” E a resposta é simples e curtinha: a cada dia mais feliz. =)

 

 

 

testeComo a vida de uma mãe pode mudar em 5 anos?

Toda mãe gosta de acompanhar as transformações pelas quais passa um filho ou filha ao longo dos anos. Dos primeiros passos às formaturas, das primeiras palavras às grandes conquistas, esses dias marcantes sempre serão lembrados, seja na memória ou por registro através de fotos, vídeos e posts em redes sociais.

Mas e quanto aos momentos simples, que passam despercebidos, sem um espaço no álbum?

Em Uma pergunta por dia para mães, as pequenas situações do cotidiano são registradas todos os dias ao longo de cinco anos, criando um livro de memórias único. Entre as perguntas que as leitoras encontrarão, estão desde as mais corriqueiras, como Do que seu filho/sua filha não gosta? até as mais complexas, como O que mudou na sua geração na maneira de criar os filhos?.

Uma pergunta por dia para mães chega às livrarias em 6 de abril.

teste10 livros para aproveitar o Carnaval

Para curtir entre um bloco e outro, para levar na bagagem ou para fugir da agitação: separamos dez leituras para você aproveitar esses cinco dias de Carnaval.

 

Pequenas grandes mentiras, de Liane Moriarty

Um misterioso crime aconteceu em uma festa à fantasia. Enquanto as investigações e fofocas transcorrem, acompanhamos a história de três mulheres, cada uma diante de sua encruzilhada particular. Reunindo na mesma cena ex-maridos e segundas esposas, mães e filhas, bullying e escândalos domésticos, o romance de Liane Moriarty inspirou a nova série da HBO: Big Little Lies, com Reese Witherspoon, Nicole Kidman e Shailene Woodley. A trama explora com habilidade os perigos das meias verdades que todos contamos o tempo inteiro. [Leia +]

 

A viúva, de Fiona Barton

Leitura perfeita para quem gosta de thrillers como Garota exemplar, de Gillian Flynn. O celebrado romance de estreia da jornalista Fiona Barton reconstrói um crime imperdoável por meio de três perspectivas diferentes (a viúva do suspeito, o detetive que lidera a investigação e a jornalista que cobre o caso) ao mesmo tempo em que faz uma análise impiedosa de um relacionamento complexo.

Na trama, Jean Taylor deixou de contar, ao longo dos anos, muitas coisas sobre o terrível crime do qual o marido era suspeito. No entanto, após um acidente cheio de enigmas, o marido está morto, e Jean não precisa mais representar o papel de esposa perfeita. [Leia +]

 

Uma pergunta por dia

Há quem diga que o ano só começa depois do Carnaval. Então se você ainda não está registrando suas memórias de 2017, o momento não poderia ser melhor!

Uma pergunta por dia convida o leitor a anotar, todos os dias, suas respostas a uma variedade de questões, das mais simples às mais complicadas, como “Para onde você quer fazer sua próxima viagem?” ou “Escreva a primeira linha da sua autobiografia”. Em cada página há espaço para cinco respostas, uma por ano, ao longo de cinco anos. Com o passar do tempo, quando voltar a um dia já anotado, você encontrará seus pensamentos anteriores, num exercício divertido e construtivo de recordar e refletir. 

 

Paris para um e outros contos, de Jojo Moyes

Nada melhor para relaxar do que dez histórias divertidas e apaixonantes escritas por Jojo Moyes, autora de romances inesquecíveis como A última carta de amor e Como eu era antes de você.

No conto que dá título ao livro, a jovem Nell planeja um final de semana romântico em Paris com o namorado e fica sabendo, já na estação de trem, que ele desistiu de acompanhá-la. Sozinha em um país estrangeiro, Nell descobre uma nova versão de si mesma, independente e corajosa. Já em “Lua de mel em Paris”, que fecha a coletânea, Jojo Moyes brinda os leitores com um reencontro com as personagens do best-seller A garota que você deixou para trás, Liv e Sophie, que, separadas por algumas décadas, acreditam que o casamento é apenas o início de suas histórias de amor.

 

Como eu era antes de você, de Jojo Moyes

Falando em Jojo Moyes, se você ainda não leu Como eu era antes de você aproveite o feriado! A história de amor de Will e Lou emocionou leitores do mundo inteiro e chegou aos cinemas ano passado em uma adaptação bem fiel estrelada por Emilia Clarke e Sam Claflin.

Mas se você já leu, nossa dica é a continuação Depois de você. [Leia +]

 

Matéria escura, de Blake Crouch 

Você é feliz com a vida que tem? Essas são as últimas palavras que Jason Dessen ouve antes de acordar num laboratório, preso a uma maca. Neste novo mundo, ele leva outra vida. Sua esposa não é sua esposa, seu filho nunca nasceu e, em vez de professor numa universidade mediana, ele é um gênio da física quântica que conseguiu um feito inimaginável. Algo impossível. Será que este é mesmo seu mundo, e o outro é apenas um sonho? E, se esta não for a vida que ele sempre levou, como voltar para sua família e tudo que ele conhece por realidade?

Com ritmo veloz e muita ação, Matéria escura é uma criação de Blake Crouch, também autor da trilogia Wayward Pines, que deu origem à série de TV exibida pela FOX. [Leia +]

 

Cinquenta tons mais escuros, de E L James

Para celebrar a estreia da segunda parte do romance de Christian Grey e Anastasia Steele nos cinemas, lançamos uma edição especial de Cinquenta tons mais escuros com capa inspirada no cartaz do filme. Além disso, a nova edição tem fotos e comentários de E L James sobre os bastidores das gravações e um trecho antecipado de Cinquenta tons mais escuros pelos olhos de Christian, próximo romance da autora. [Leia +]

 

Aconteceu naquele verão, organizado por Stephanie Perkins

Bem-vindos à estação mais ensolarada e apaixonante de todas! No verão, somos todos iguais, diz um dos personagens do conto “Mil maneiras de tudo isso dar errado”. Em qualquer lugar do mundo, uma coisa é certa: no verão, nossos corações ficam mais leves, mais corajosos, impetuosos e confiantes — talvez por isso esta seja a estação perfeita para se apaixonar…

Ideal para quem adora história de amor, Aconteceu naquele verão reúne doze contos apaixonantes e surpreendentes de doze escritores amados como Cassandra Clare e Veronica Roth. Com as mais diversas referências que agradam desde o leitor mais romântico até os fãs do seriado Black Mirror. [Leia +]

Série O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares

Com fotografias sinistras e uma narrativa emocionante, o sombrio universo criado por Ransom Riggs conta a história de Jacob Portman, um garoto de 16 anos, que precisa superar a misteriosa morte do avô e parte em busca de respostas.

Em O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares, Jacob segue as pistas deixadas pelo avô que o levam a um casarão abandonado numa remota ilha do País de Gales. O local abrigava crianças com dons sobrenaturais, protegidas graças à poderosa magia da diretora, a srta. Peregrine. Nas sequências Cidade dos etéreos e Biblioteca de almas acompanhamos a batalha de Jacob e seus companheiros na batalha pela sobrevivência dos peculiares.

 

Não se enrola, não, de Isabela Freitas

“Enrolar-se: pensar de um jeito e fazer exatamente o contrário.” Após Não se apega, não e a sequência, Não se iluda, não, Isabela Freitas mostra em seu terceiro livro os primeiros passos de seus personagens na vida adulta, com toda a independência e as responsabilidades que ela proporciona. [Leia +]

testeLivros para cada signo

 Criamos uma lista com os livros que mais combinam com as características de cada signo e que serão ótimas leituras para começar o semestre com os astros a seu favor.

 

ÁRIES

Arianos são conhecidos por sua impulsividade, por entrarem em brigas com uma facilidade de dar inveja e por serem muito competitivos. Se existe uma personagem ariana no mundo, com certeza é a Claudia, de Os Irmãos Tapper. No livro, ela e o irmão Reese declaram guerra um contra o outro e estão determinados a sair vitoriosos, custe o que custar. Porém, apesar dos estereótipos, arianos também são muito determinados, corajosos e confiantes. Essas características são fundamentais em momentos como o vivido pelo comandante Chesley Sullenberger, autor de Sully, que precisou contar com toda a intensidade ariana para tomar a melhor decisão em uma situação desafiadora.  

 

TOURO

Taurinos esperam ansiosamente que a Lei da Inércia entre na Constituição. Fãs de estabilidade, preferem relacionamentos duradouros e gostam de planejar os próximos passos da vida. Nossos tourinhos com certeza se identificarão com Nós, livro em que Douglas, casado há muitos anos, planeja uma viagem com a família antes de o filho ir para a faculdade. Contudo, impossível falar de Touro sem pensar em um banquete, então, como ninguém – especialmente os taurinos – resiste a uma boa comida, Pequena cozinha em Paris traz receitas incríveis que vão encher os olhos e o estômago dos amantes de uma boa refeição.

 

GÊMEOS

Geminianos são muito curiosos, sempre tentados a clicar em todos os links com o nome “curiosidade” na frente. Uma leitura excelente para os geminianos é Uma história do mundo, que revisita fatos e personalidades históricas, mostrando que a história pode ser ao mesmo tempo grandiosa e popular. Com 616 páginas, certamente nossos geminianos do coração terão muito conteúdo para alimentar suas cabecinhas famintas por informações. Já para o lado comunicativo e falante, Madeline, de Pequenas grandes mentiras, é uma personagem divertida, forte e que tem opinião sobre tudo. Além, é claro, do mistério que existe na história, que os geminianos vão amar desvendar. 

 

CÂNCER

Impossível falar do signo de Câncer e resistir ao impulso de colocar um coraçãozinho do lado. O signo mais amorzinho do zodíaco tem fama de chorão, mas no fundo possui uma força enorme. Para os cancerianos, escolhemos O som do amor, que é um romance com personagens fortes e determinados, no qual a violonista Isabel Delancey precisa se mudar para uma nova casa com seus filhos após a morte do marido. E, como família nunca é demais, dedicamos aos cancerianos a nossa maior “mãe coruja”, Alma Peregrine, que comanda o lar para as crianças peculiares com o cuidado, a atenção e a gentileza típicos de uma mãe de Câncer. 

 

LEÃO

Chegou a hora do signo que deve estar até hoje se perguntando por que não é o primeiro das listas sobre signos. Nossos leoninos têm um amor-próprio de dar inveja, e, com a motivadora frase “Você é lindo e as pessoas te amam”, Apolo, de As provações de Apolo, representa bastante esse lado leonino que está muito bem consigo mesmo e que tem certeza de que possui habilidades suficientes para cumprir sua missão. Além disso, os leoninos são muito leais, tanto que poderiam assumir o lugar de uma pessoa querida para poupá-la de um sofrimento. Foi isso que a personagem de As mil noites fez por sua irmã ao se voluntariar a ir ao palácio de Lo-Melkhim, que já havia matado 300 noivas e procurava pela 301ª.     

 

VIRGEM

Virginianos estão em um relacionamento sério com o perfeccionismo e a organização. Eles farão de tudo para que as coisas sejam como devem ser. Ted Talks vai ajudá-los na difícil tarefa de falar em público. Com as dicas de Chris Anderson, presidente do TED, os discursos e as apresentações dos virginianos ficarão ainda mais impecáveis. E, para organizar os pensamentos e sentimentos diários, temos Uma pergunta por dia, que traz 365 perguntas que devem ser respondidas diariamente durante cinco anos. Os virginianos vão amar registrar seus momentos e objetivos ao longo do tempo em um só lugar.

 

LIBRA

Estamos na dúvida sobre qual signo falar agora. É melhor ser de Libra ou de Peixes? Decisão difícil. Não seria mais fácil se existisse alguma coisa que te ajudasse a escolher a melhor opção? Fiquem calmos, librianos, nós ainda não podemos resolver todos os problemas da vida, mas a indecisão sobre qual vinho comprar está com os dias contados! O guia essencial do vinho: Wine Folly tem informações claras e acessíveis sobre o mundo dos vinhos e as combinações ideais para cada momento. Feito para não errar mais, né? Já para quem está atrás de novos crushes para saborear os vinhos – ou para qualquer outra coisa – indicamos um manual da conquista com selo de qualidade Barney Stinson. Playbook: O manual da conquista é baseado na série de TV How I Met Your Mother e sugere mais de 70 técnicas de sedução que transformarão qualquer um em um perfeito conquistador. 

 

ESCORPIÃO

Dizem por aí que escorpianos vieram ao mundo como mestres na arte da sedução. Nós não podemos dizer se é verdade ou não, mas, se sedução é a sua palavra, então Cinquenta tons de cinza é o seu livro ideal. Romântica, libertadora e viciante, essa história vai dominar sua atenção até a última linha. Já para o lado instintivo, cauteloso e intenso, a protagonista de A química representa os escorpianos pelas técnicas apuradas para enfrentar as ameaças, pela engenhosidade na construção dos métodos para cumprir sua missão e pela intensidade do romance que vive e que traz ainda mais adrenalina e aventura para sua vida.

 

SAGITÁRIO

Sagitarianos topam tudo, mesmo que “tudo” envolva aceitar fazer uma roadtrip com um homem misterioso que você conheceu no trem. Ok, talvez seja melhor não fazer isso na vida real, mas foi o que Shadow, de Deuses americanos, fez ao aceitar o convite de Wednesday para sair por aí em uma expedição por cidades inusitadas dos Estados Unidos. Como também não dá para pensar em Sagitário sem se lembrar das festas, Temporada de acidentes conta os preparativos para uma festa de Halloween que acontecerá durante o período conhecido como “temporada de acidentes”, em que, inexplicavelmente, Cara e sua família se tornam vulneráveis a diversos tipos de acidentes.

 

CAPRICÓRNIO

Capricornianos em geral são associados ao dinheiro, porém, no fundo, eles estão em busca de conquistas pessoais que muitos de nós, meros mortais, não entenderíamos. Como o sucesso é consequência de muito esforço, escolhemos Elon Musk e Garra para esse signo. Elon Musk é um cara ambicioso que construiu um império e tem objetivos ainda maiores, como colonizar Marte. Já Garra é um livro pessoal e inspirador no qual a psicóloga Angela Duckworth demonstra que o segredo para incríveis realizações não é o talento, mas uma mistura de paixão e perseverança que ela chama de “garra”. Se o sucesso é seu objetivo, o caminho passa por esses livros, com certeza.

 

AQUÁRIO

Aquarianos são pessoas criativas que têm a liberdade como palavra de ordem. Por isso, Destrua este diário é a cara desse signo. Sabemos que frases no imperativo não combinam muito com o estilo de vida aquariano, mas, quando essas “ordens” podem ser seguidas do seu jeitinho, aí é outra história. Esse livro dará liberdade para criar e inventar a cada página: é uma quebra de padrões e, no fim, nenhum diário fica igual ao outro. Criatividade e exclusividade, a única coisa mais aquariana que isso é aquela típica mania de ser do contra. E falando nisso… tem uma menina com poderes fantásticos que decidiu que ser heroína não é legal, ela quer mesmo é ser vilã. Em um quadrinho inovador, Nimona traz a alma aquariana dos “diferentões” com humor e lições fantásticas.

 

PEIXES

Como não amar nossos peixinhos do zodíaco?  Mesmo que nem sempre o pensamento deles esteja neste planeta, sua presença é sempre muito agradável. Os livros escolhidos para os piscianos são repletos de devaneios e fofura para representar bem esse signo que encerra a lista. Para os pensamentos que vão longe e as reflexões que nunca acabam, indicamos Pó de lua nas noites em claro, livro de poesias de Clarice Freire no qual ela vira a madrugada ao avesso em palavras e imagens, dedicando cada capítulo a uma hora. E toda a meiguice pisciana fica com Extraordinário, a história de Auggie, que nasceu com uma severa deformidade facial e que precisa ir à escola pela primeira vez. As primeiras páginas do livro são suficientes para entender o porquê dessa escolha.

testeLivros interativos para começar o ano

nataldicasdelivros

Com o fim do ano se aproximando, é comum começarmos a pensar no que fazer nos próximos meses. Alguns preferem organizar listas, outros preferem não fazer planos ou apenas ter ideias mais inovadoras.

No Intrínseca no Play, nosso programinha de quarta-feira no Snapchat, nossas maravilhosas meninas indicam alguns livros que podem tornar o novo ano muito mais legal e diferente! Se você ainda não tem nenhuma dessas obras ou deseja presentear um amigo, chegou a hora! Os quatro livros apresentados no programa estarão com 30% de desconto por 24 horas.  Para aproveitar a promoção, basta assistir para descobrir o código do cupom.

Confira a lista dos livros selecionados:

Listografia: Criar listas é um dos jeitos mais comuns de organizar os desejos para o próximo ano.  Nesse livro, a autora Lisa Nola faz diferente e convida os leitores a criar uma autobiografia. É possível responder sobre os episódios mais legais da vida, falar sobre pessoas que conheceu, livros interessantes do ano, memórias e muito mais. Com diversas perguntas e ilustrações, Listografia incentiva o leitor a soltar a imaginação e a inventar as próprias listas.

uma_pergunta_instagram

Uma pergunta por dia: Você gosta de lembrar o que aconteceu no verão passado? Ou adora recordar o que estava ouvindo há um ano? Esse livro é perfeito para quem ama registrar memórias, além de ser muito lindo!  Em cada página há espaço para cinco respostas, uma por ano, ao longo de cinco anos. Com o passar do tempo, quando voltar a um dia já anotado, o dono do diário encontrará seus pensamentos anteriores! Imagine lembrar tudo o que aconteceu em 2017?

A agenda antiplanos: Para quem acha muito chato se organizar e só quer se divertir! Em uma das suas obras mais recentes, Keri Smith criou uma agenda sem data que funciona como um diário criativo, que ajuda o leitor a estruturar os pensamentos de uma forma nada previsível.

Termine este livro: Perfeito para quem quer buscar novos desafios! O livro tem tarefas lúdicas que estimulam a criatividade.  Os exercícios sugeridos levam o leitor a solucionar um mistério, a se conhecer um pouco mais e fugir do convencional!

teste10 livros para o Dia das Mães

Confira nossas sugestões de presentes:

dia_das_maes_1

Como eu era antes de você, de Jojo Moyes Lou Clark, uma jovem cheia de vida e espontaneidade, perde o emprego e é obrigada a repensar toda sua vida. Will Traynor sabe que o acidente com a motocicleta tirou dele a vontade de viver. O que Will não sabe é que a chegada de Lou vai trazer de volta a cor à sua vida. E nenhum deles desconfia de que esse encontro irá mudar para sempre a história dos dois.

Depois de emocionar milhares de leitores no mundo todo, o irresistível romance de Jojo Moyes chega aos cinemas em 16 de junho com roteiro adaptado pela própria autora e estrelado por Emilia Clarke (Game of Thrones) e Sam Claflin (Jogos Vorazes). [Leia +] 

Leia também:  Assista ao trailer e confira a trilha sonora do filme
Conheça a nova capa do livro inspirada no cartaz do filme

Alucinadamente feliz: Um livro engraçado sobre coisas horríveis, de Jenny Lawson  Longe de ser uma pessoa comum, Jenny Lawson se considera uma colecionadora de transtornos mentais: depressão altamente funcional com transtorno de ansiedade grave, depressão clínica moderada, distúrbio de automutilação brando, transtorno de personalidade esquiva e um ocasional transtorno de despersonalização, além de tricotilomania (que é a compulsão de arrancar os cabelos). Por essa perspectiva, sua vida pode parecer um fardo insustentável. Mas não é.

Após receber a notícia da morte prematura de mais um amigo, Jenny decide não se deixar levar pela depressão e resolve revidar com intensidade, lutando para ser alucinadamente feliz. Mesmo ciente de que às vezes pode acabar uma semana inteira sem energia para se levantar da cama, ela resolve que criará para si o maior número possível de experiências hilárias e ridículas a fim de encontrar o caminho de volta à sanidade. [Leia +]

Toda luz que não podemos ver, de Anthony Doerr —  Marie-Laure, cega aos seis anos, vive em Paris com o pai, chaveiro responsável pelas fechaduras do Museu de História Natural. Na Alemanha, o curioso órfão Werner se encanta pelo rádio.

Uma história arrebatadora contada de forma fascinante. Com incrível habilidade para combinar lirismo e uma observação atenta dos horrores da guerra, o premiado autor Anthony Doerr constrói, em Toda luz que não podemos ver, um tocante romance sobre o que há além do mundo visível. [Leia +]

dia_das_maes_2

Eu sou o Peregrino, de Terry Hayes  Uma mulher é brutalmente assassinada em um hotel decadente de Manhattan, seus traços dissolvidos em ácido. Um pai é decapitado em praça pública sob o sol escaldante da Arábia Saudita. Na Síria, um especialista em biotecnologia tem os olhos arrancados ainda vivo. Restos humanos ardem em brasas na cordilheira Hindu Kush, no Afeganistão. Uma conspiração perfeita, arquitetada para cometer um crime terrível contra a humanidade, e apenas uma pessoa é capaz de descobrir o ponto exato em que todas essas histórias se cruzam.

Romance de estreia do renomado roteirista britânico Terry Hayes (Mad Max 2 e Mad Max 3: Além da Cúpula do Trovão), Eu sou o Peregrino é uma narrativa ágil, com ritmo alucinante, cujos personagens são construídos de forma primorosa em toda a sua complexidade psicológica. Uma jornada épica e imprevisível contra um inimigo implacável. [Leia +]

É isso que eu faço: Uma vida de amor e guerra, de Lynsey Addario — Após os atentados de 11 de Setembro, a fotojornalista Lynsey Addario foi chamada para cobrir a invasão americana ao Afeganistão. Nesse momento, ela fez uma escolha que se repetiria muitas vezes depois: abrir mão do conforto e da previsibilidade a fim de correr o mundo confrontando com sua câmera as mais duras verdades.

As imagens captadas pelas lentes de Lynsey parecem buscar sempre um propósito maior. No livro, ela retrata os afegãos antes e depois do regime talibã, os cidadãos vitimados pela guerra e os insurgentes no Iraque, expõe a cultura de violência contra a mulher no Congo e narra a ocasião do próprio sequestro, orquestrado pelas forças pró-Kadafi durante a guerra civil na Líbia. [Leia +]

dia_das_maes_3_b

O amor segundo Buenos Aires, de Fernando Scheller Com largas avenidas, cafés em estilo europeu e bairros charmosamente decadentes, Buenos Aires é o lugar perfeito para histórias de amor inesquecíveis. A capital argentina é cenário e, ao mesmo tempo, personagem do primeiro romance de Fernando Scheller, repórter do jornal O Estado de S. Paulo.

É por amor que Hugo deixa o Brasil rumo à capital argentina. Embora o relacionamento com Leonor não sobreviva, seu fascínio pela cidade resiste à dor da separação e à descoberta de que sofre de uma grave doença. Hugo cria laços com o arquiteto Eduardo e com a comissária de bordo Carolina, que evidenciam o poder regenerador das amizades verdadeiras. Ele se reaproxima de seu pai, Pedro, que troca a rotina de um casamento desgastado por uma vida em que é possível encontrar profundos afetos. [Leia +] Leia também: Colunas de Fernando Scheller publicadas no blog

Uma pergunta por diaTodos os dias criamos uma imensa quantidade de registros em celulares, redes sociais e aplicativos. No entanto, quase nunca temos o hábito de retornar a eles. Às vezes podem parecer só besteiras, mas quantos desses relatos não mostrariam nosso crescimento e nossas mudanças em todos esses anos?

Uma pergunta por dia convida a registrar suas respostas a uma variedade de questões, das mais simples às mais complicadas, como “Para onde você quer fazer sua próxima viagem?” ou “Escreva a primeira linha da sua autobiografia”. Em cada página há espaço para cinco respostas, uma por ano, ao longo de cinco anos. Com o passar do tempo, quando voltar a um dia já anotado, o dono do diário encontrará seus pensamentos anteriores, num exercício divertido e construtivo de recordar e refletir. [Leia +]

Operação Impensável, de Vanessa Barbara — Neste romance, vencedor do Prêmio Paraná de Literatura em 2014, Vanessa Barbara acompanha os cinco anos de relacionamento entre Lia e o programador Tito, um amor pontuado por e-mails espirituosos, vocabulário próprio, muitas sessões de cinema e longas e disputadas partidas de jogos de tabuleiro. Com toques de humor ácido, ela desvenda a lenta desintegração de um casamento. O afeto e a cumplicidade dão lugar à desconfiança, a um clima de tensão e de ameaças implícitas. Como na Guerra Fria, objeto de pesquisa da dissertação de mestrado de Lia, não há um confronto bélico declarado, embora algo sempre pareça prestes a explodir. [Leia +] Leia também: Colunas de Vanessa Barbara publicadas no blog

dia_das_maes_4

A sexta extinção, de Elizabeth Kolbert — Ao longo dos últimos quinhentos milhões de anos, o mundo passou por cinco extinções em massa. Hoje, a sexta extinção vem sendo monitorada, e a causa não é um asteroide ou algo similar, e sim a própria raça humana. Vencedor do Prêmio Pulitzer de Não Ficção de 2015, A sexta extinção explica de que maneira o ser humano tem alterado a vida no planeta como absolutamente nenhuma espécie fez até hoje. Para isso, Kolbert apresenta trabalhos de dezenas de cientistas em diversas áreas e viaja aos lugares mais remotos em busca de respostas. [Leia +]

Miniaturista, de Jessie Burton — Após um casamento arranjado com um ilustre comerciante de Amsterdã, Nella Oortman recebe um extraordinário presente: uma réplica de sua nova casa em miniatura, capaz de ajudá-la a desvendar os segredos — e perigos — da família. Eleito o melhor livro de 2014 pelo Observer e traduzido para 32 idiomas, Miniaturista é uma magnífica história de amor e obsessão, traição e vingança, aparência e verdade. [Leia +]

testeUma Bia por dia

Por Beatriz Cajaty*

Na minha mesa na Intrínseca, tenho um exemplar de Uma pergunta por dia para responder todo dia. Quando repararam nisso, me chamaram para falar sobre essa experiência aqui no blog. Mas minha loucura por diários e coisas do gênero não é de hoje…

foto

Sou apaixonada por memórias e acho que são os eventos e as experiências que vivemos que definem quem somos. Sempre gostei de falar (não só pelos cotovelos) e precisava colocar as coisas para fora sem ficar alugando o ouvido dos outros, então quando criança costumava manter um diário.

giphy1

Estou sempre ligada no 220v e o pessoal aqui da Intrínseca brinca que não posso nem tomar café. Para vocês terem uma ideia, tenho um amigo que diz que eu sou o cruzamento de um ser humano com um animaniacs.

giphy2

E, na minha mente agitada, achava surrealmente constrangedor começar com “Querido diário, hoje eu…”. Então meu diário se chamava Di.

“Oi, Di! Hoje foi bem legal! O ensaio no teatro rendeu e eu consegui o papel que queria!” Algo assim. E quando eu demorava mais de um dia para escrever, logo vinha com um “Desculpa, Di! Andei sumida nos últimos dois dias mas eu vou resumir para você agora tudo o que aconteceu!”

diario

Aos oito anos, eu tinha uma relação de amizade com aquele pequeno caderno que continha todos os meus segredos. Mas aí fui crescendo e enfrentando situações mais sérias, como namoro. Na verdade, eu não gosto de conflitos e sempre que possível fujo deles.

gif3

Começaram a surgir as famosas DR’s e eu precisava conversar comigo mesma. Como minha cabeça dá mil voltas e a ansiedade, muitas vezes, me atrapalha, escrever o que estou pensando e reler me ajuda muito a ver se eu não agi de forma errada ou atrapalhada no momento. Continuei com os diários e, volta e meia, gosto de revisitá-los, de rir ao perceber como eu era boba e de ver como amadurecer me fez bem.

Um dia conheci o futureme.org, que é um site onde você pode escrever cartas para receber no futuro. Já me mandei várias e continuo fazendo! Só para vocês terem uma ideia, escrevi uma carta com 16 anos para receber com uns 20 anos e a carta era toda preocupada com o aquecimento global.

giphy3

Tudo isso, até o dia em que a Intrínseca publicou Uma pergunta por dia. Desde então, estou ali, dia a dia, respondendo às perguntas super ansiosa pelo que vou ver nos próximos anos. Morro de curiosidade para ler várias das minhas respostas daqui a algum tempo, mas tenho certeza de que vou sentir muita vergonha alheia de várias respostas.

A última pergunta que respondi antes de escrever esse texto foi: “Com o que você sonhou acordado hoje?” E eu tenho certeza que ao longo dos próximos 4 anos vou sonhar acordada com coisas bem diferentes.

calendario

E vocês, o que esperam nesses próximos cinco anos?

 

Beatriz Cajaty é designer na Editora Intrínseca e odeia calor e batata, mas é apaixonada por Sílvio Santos, origami, livros, viajar, andar de skate e pelo Japão.