testePara todos os verões que já amei

Seja em Para todos os garotos que já amei ou na Trilogia Verão, Jenny Han sabe como nos deixar apaixonados por suas histórias e seus personagens.

Pensando nisso, fizemos uma lista com semelhanças entre as duas trilogias da autora:

  1. Belly e Lara Jean

Românticas e sonhadoras, Belly e Lara Jean poderiam ser melhores amigas. As duas levam seus sentimentos muito a sério, mas ficam inseguras em dar o primeiro passo. Com amores platônicos desde novas, a vida das protagonistas de Jenny Han vira de cabeça para baixo quando os garotos começam a corresponder a seus sentimentos.

  1. Primeiro amor

Outra coisa que as garotas têm em comum é que, aos 16 anos, Belly e Lara Jean vivenciam o primeiro amor. Lara Jean sempre teve uma queda por Peter, assim como Belly por Conrad, mas apesar de torcerem internamente para que seus sonhos se tornassem realidade, nunca imaginaram que os garotos pudessem realmente se interessar por elas algum dia.

  1. Conrad, Jeremiah e Peter Kavinsky

Para quem não sabe, os livros da Trilogia Verão foram os primeiros romances jovens que Jenny Han escreveu. E podemos perceber muitas coisas em comum na personalidade de Conrad, Jeremiah e na do nosso tão amado Peter Kavinsky, de Para todos os garotos que já amei.

Conrad é um garoto misterioso, um pouco estressado, mas extremamente talentoso e inteligente. Desde criança, Belly é completamente apaixonada por ele, mas Conrad nunca deu muita atenção para ela. Enquanto isso, o irmão dele é a alegria da festa – literalmente. Jeremiah já foi convidado para muitos bailes de formatura e sempre se importou muito com Belly. Engraçado e carinhoso, ele foi o primeiro garoto que Belly beijou. Jeremiah começou a sentir algo mais por ela, fazendo com que o coração de Belly ficasse dividido entre os irmãos.

Já Peter Kavinsky a gente conhece muito bem: extrovertido, popular e leal. Mas, apesar do seu jeito apaixonante, Peter tem seus segredos e sabe esconder seus sentimentos como ninguém. Fingindo que nunca teve uma quedinha por Lara Jean, Kavinsky pede para ter um namoro de mentira com ela após receber uma de suas cartas secretas, tudo isso para fazer ciúmes em sua ex-namorada, Genevieve – mas a gente sempre soube quais eram suas verdadeiras intenções, Peter Kavinsky!

  1. Grandes amizades

Além de incríveis romances, as trilogias nos mostram também amizades fortes e improváveis. Com personalidades impulsivas, Taylor e Chris são completamente diferentes de Belly e Lara Jean – e isso é o que mais amamos nas duas!

  1. Amadurecimento

Conforme a leitura avança e passamos para o próximo livro, podemos acompanhar o crescimento dos personagens. Do primeiro até o último livro da trilogia, Agora e para sempre, Lara Jean, vemos o primeiro namoro de Lara Jean, a primeira decepção e a difícil escolha da faculdade. Já na Trilogia Verão, acompanhamos Belly dos 16 aos 24 anos. Vemos Isabel passar por altos e baixos e se transformar em uma mulher incrível.

  1. Relação com a família

As protagonistas de Jenny Han também têm em comum a forte conexão com a família. Além de sua mãe e seu irmão, Belly também é completamente apaixonada por sua família do coração: Susannah, Conrad e Jeremiah. Já a trilogia Para todos os garotos que já amei mostra o laço indestrutível das irmãs Covey e o desejo de ver o pai feliz.

  1. Gente como a gente

A melhor parte de uma leitura é quando a gente consegue se identificar com os personagens, né? Não importa qual seja o livro da Jenny Han, sempre conseguimos nos enxergar nas situações e nos sentimentos da protagonista, ficando com o coração quentinho do jeito que tanto amamos! <3

 

testeLançamentos de janeiro

 

O primeiro mês de 2019 chegou com lançamentos incríveis!

O desaparecimento de Stephanie Mailer, de Joël Dicker

No novo livro do premiado Joël Dicker – autor de A verdade sobre o caso Harry Quebert –, acompanhamos a vida dos moradores de Orphea, uma pacata cidade balneária nos Hamptons. Em 1994, um crime terrível acontece: o prefeito e sua família são brutalmente assassinados.

Vinte anos depois, Jesse Rosenberg, um dos policiais responsáveis pela resolução dos homicídios, está prestes a se aposentar quando a jornalista Stephanie Mailer afirma que houve um gravíssimo erro na investigação. Poucos dias depois, ela desaparece misteriosamente.

O desaparecimento de Stephanie Mailer foi escolhido para ser o primeiro livro do intrínsecos e as intrigas e reviravoltas da obra conquistaram os assinantes do clube! Leia um trecho. 

 

Trilogia Verão, de Jenny Han

Todas as férias de verão, Belly deixa sua vida monótona na cidade e vai com a família para Cousins Beach. Mas esse verão na casa de praia parece diferente dos anteriores. Agora, ela está mais confiante e Conrad e Jeremiah, os filhos da melhor amiga de sua mãe, estão olhando para ela de uma outra maneira. À medida que os anos passam, Belly sabe que precisará escolher entre os dois e só tem uma certeza: vai partir o coração de um deles.

Primeiros romances jovens da autora de Para todos os garotos que já amei, O verão que mudou minha vida, Sem você não é verão e Sempre teremos o verão são relançados pela Intrínseca com tradução e capas inéditas.   

 

Boy Erased: Uma verdade anulada, de Garrad Conley

Por ter crescido na comunidade religiosa de uma cidade pequena, Garrard viveu em conflito com a própria sexualidade por anos. Quando um colega de faculdade expõe o segredo para seus pais, ele é forçado a entrar em um programa de conversão sexual que promete “reverter” sua homossexualidade. Enquanto frequenta o programa, Garrard reflete sobre sua relação com os pais, sua fé e os acontecimentos que o levaram até ali.

A emocionante história real foi adaptada para o cinema com direção de Joel Edgerton e com Nicole Kidman, Russell Crowe e Lucas Hegdes no elenco. O livro já está disponível nas livrarias com uma linda sobrecapa do filme, que está cotado para disputar o Oscar!

 

Misbehaving, de Richard H. Thaler

Em Misbehaving, o ganhador do Nobel Richard H. Thales remonta à origem da economia comportamental – disciplina que ajudou a criar e tem se mostrado fundamental para aqueles que desejam se conectar com o futuro do pensamento econômico.

A obra revela como o estudo da imprevisibilidade humana pode ser útil para nossas vidas, negócios e governos, transformando assim a forma como pensamos sobre nós mesmos e o mundo. –

Misbehaving chega às livrarias a partir de 22 de janeiro.