testeO lado pop de Stephen Hawking

Por Bruno Grandis*

 

“Eu fui bem popular no meu tempo. Alguns até leram meus livros.”

Esse é um trechinho do que se revelou a última participação pública de Stephen Hawking, como a voz do livro que dá título ao Guia do mochileiro das galáxias em uma adaptação de rádio para a BBC, poucos dias antes de sua morte, em março de 2018. Hawking era assim, aparecia nas notícias ora com uma revelação sobre as engrenagens que movem o nosso universo, ora fazendo aparições constantemente surpreendentes na cultura pop –  e dava a mesma importância para ambos.

No lado pop, Hawking era quase um buraco negro para a atenção de qualquer um quando surgia em cena. Foram incontáveis participações surpresa em desenhos como Futurama e Os Simpsons, e comédias como The Big Bang Theory (no qual era um personagem quase recorrente, de tantas vezes que apareceu na série). O primeiro de seus grandes momentos na televisão foi jogando pôquer com Sir Isaac Newton, Albert Einstein e o androide Data em um episódio de Star Trek: A Nova Geração. Infelizmente, Hawking foi o único cientista-celebridade interpretando a si mesmo:

 

 

 

Breves respostas para grandes questões é provavelmente o melhor ponto de partida para conhecer a obra de Hawking fora da cultura pop. Com capítulos curtos, dedicados a responder cada uma das dez grandes perguntas, fica evidente o conhecido senso de humor, as reflexões otimistas, os conselhos para todos nós. Em uma única obra, Hawking parece nos deixar o caminho que ele acreditava ser o melhor para tomarmos coletivamente rumo a um futuro melhor. Como o próprio fala, “somos uma única espécie, um único planeta”. Do lado científico, o que mais pode ser dito sobre a contribuição de Hawking para o mundo? Seu talento para ensinar está exposto em seus livros sobre astrofísica, sua autobiografia ou mesmo em artigos como os de Amâncio Friaça disponíveis aqui no blog da Intrínseca.

Em seu último livro, Hawking estava analisando interrogações que somente ele seria capaz de tornar compreensíveis: Deus existe? A viagem no tempo é possível? Sobreviveremos na Terra? Em sua argumentação, Hawking parecia de certa forma considerar que seu tempo em nosso pálido ponto azul estava chegando ao fim.

É um grande clichê comparar o legado de uma pessoa com um filme. O inspirado na biografia de Hawking não apenas existe como deu um Oscar de melhor ator a seu intérprete, Eddie Redmayne, que após a produção se tornou amigo da família e assina o prefácio deste que se tornou o último livro do astrofísico. Um filme sobre Hawking, entretanto, é pouco para explicar a importância de seu legado.

Hawking transformou o pesadelo de se ver preso no próprio corpo em um castelo de conhecimento, esperança e sabedoria. Sua partida é um acontecimento não apenas para a astrofísica, mas para o entretenimento, e ainda precisaremos de um tempo até outra figura que mescle o carisma e conhecimento de Hawking, Carl Sagan ou Einstein surja para reestabelecer esta ponte entre ciência e cultura pop.

Até mais, Stephen, e obrigado pelos peixes.

 

*Bruno Grandis é uma dessas pessoas que faz de tudo um pouco nesse mundo, entre podcasts, publicidade, música e redes sociais. Oitenta por cento disso aprendido quando era assistente de mídias sociais na Intrínseca.

testeDe Game of Thrones a Shrek: os sucessos que se inspiraram em “A princesa prometida”

Mesmo que já tenha passado despercebido, você com certeza já viu referências de A princesa prometida em algum lugar.  A obra de William Goldman é um marco dentro da cultura pop, inspirando produtores e roteiristas de todos os gêneros até hoje. O filme homônimo se tornou um grande clássico dos anos 80, com personagens marcantes e bordões inesquecíveis.

Pensando nisso, separamos uma lista de séries e filmes que possuem referências desta grande obra:

 

  1. How I Met Your Mother

O episódio Last Time In New York (9×03) é recheado de referências ao nosso queridinho. Marshall e Ted refazem o grande duelo de esgrima de Inigo Montoya, enquanto repetem a clássica frase: “Olá, meu nome é Inigo Montoya. Você matou o meu pai. Prepare-se para morrer.” Além dos dois, Robin e Lily também refazem a mesma cena juntas na sala de Ted.

 

  1. The Big Bang Theory

Outra série que usou a famosa frase de Inigo Montoya foi The Big Bang Theory. No episódio A Implementação Transpiração (9×05), durante o duelo de esgrima entre Howard e Raj, os dois também repetem o bordão de Inigo Montoya. Além disso, no 16º episódio da décima temporada, Raj diz que A Princesa Prometida é o seu filme favorito.

 

  1. Supernatural

Supernatural é outra série que aparentemente ama A princesa prometida. No episódio Reichenbach (10×02), adivinha o que o personagem Dean fala? Sim, o grito de guerra do nosso hispânico ressentido. Já no episódio Livro dos Condenados (10×18), o Infame Pirata Roberts é mencionado.

 

  1. Game Of Thrones


Em Game Of Thrones, o duelo entre Montanha e Víbora Vermelha é uma referência à fantástica luta final de Inigo Montoya. Víbora Vermelha também é motivado pela vingança e repete o tempo todo que Montanha matou sua irmã e seus filhos.

 

  1. Shrek 2

As similaridades entre as obras já começam em seus enredos: as duas são paródias aos contos de fadas tradicionais e fazem isso com muito bom humor, sendo Shrek o nosso garoto da fazenda e Fiona a belíssima Buttercup.

 No segundo filme da série Shrek, o Burro e o Gato de Botas vão ao castelo resgatar a princesa Fiona, assim como fizeram Westley, Fezzik e Inigo Montoya para salvar Buttercup. Com um sotaque espanhol carregado, o Gato de Botas diz: “É hora de pagar a minha dívida!”, se virando para os guardas do castelo. Essa cena é idêntica à de A Princesa Prometida, e quem disse essa frase primeiro foi Inigo Montoya.

 

 

  1. Gilmore Girls

No 19ª episódio da segunda temporada, Jess diz o famoso “Como quiser” para Rory, em referência à fala de Westley para Buttercup.

  1. Gossip Girl


Em sua quarta temporada, Cyrus se refere diversas vezes à Blair Waldorf como “a princesa prometida”, durante seu noivado e casamento com o príncipe.

 

  1. Parks and Recreation

E essa cena de Parks and Recreation? Os personagens Leslie e Ben se fantasiaram de Buttercup e Westley no Halloween no 7º episódio da sexta temporada.

 

  1. This is Us

Em seu aniversário, Kevin pediu que o tema de sua festa fosse “A princesa prometida”.

 

  1. Suits

No primeiro episódio da quarta temporada, Harvey diz para Mike outra famosa frase de Inigo Montoya: “Acho que não significa o que você pensa” e, como resposta, Mike fala o grande bordão de Vizzini: “Inconcebível!”

 

  1. The Vampire Diaries

No 12º episódio da quarta temporada de The Vampire Diaries, Stefan Salvatore diz para Rebekah: “Westley mata ratos gigantes por amor”, em referência à cena de Westley e os roedores de tamanho descomunal do pântano de fogo, que embora apareça no filme, é muito mais detalhada e emocionante no livro.

 

Vocês conhecem mais alguma referência? Contem pra gente!