testeA adaptação de “Tartarugas até lá embaixo” encontrou sua diretora!

A Fox 2000 acabou de anunciar que Hannah Marks, atriz que interpretou Amanda Brotzman na série Dirk Gently’s Holistic Detective Agency, da Netflix, será a diretora da adaptação cinematográfica de Tartarugas até lá embaixo, o mais recente livro de John Green.

O roteiro está nas mãos de Elizabeth Berger e Isaac Aptaker, responsáveis pela adaptação de Com amor, Simon e por alguns episódios da série This is Us.

John Green é produtor-executivo junto com Rosianna Halse Roja, que também cuidou de A Culpa é das Estrelas e Cidades de Papel.

Só lembrando que um dos maiores sucessos de Green, Quem é você, Alasca?, também vai virar uma série produzida pelo Hulu e já escalou seus protagonistas.

testeTOP 10 da Intrínseca em 2018

Se todos os anos são especiais por algum motivo, podemos dizer que 2018 foi o ano oficial de ligar o f*da-se. Nenhum dos outros 57 lançamentos ou dos grandes clássicos da editora teve chance: o livro de Mark Manson, A sutil arte de ligar o f*da-se, foi o grande destaque da lista de best-sellers, com mais de 500 mil exemplares vendidos.

Nesse ano de intrínsecos, autoajuda, thrillers e adaptações de livros na Netflix, é bom ver o quanto os leitores nos ajudaram a construir mais 365 dias repletos de boas histórias. Por isso, criamos uma lista com os dez livros da Intrínseca mais vendidos de 2018. Confira:

 

  1. A sutil arte de ligar o f*da-se, Mark Manson

Talvez você não lembre, mas em janeiro de 2018 recebemos no Brasil um visitante ilustre: o autor do que viria a ser o livro mais vendido do ano, Mark Manson. Na época, sua antiautoajuda que incentiva o leitor a se desprender dos problemas, regras e padrões que afetam negativamente sua vida havia sido lançada há pouco mais de 2 meses e já causava burburinhos nos meios literários. Hoje, mais de um ano depois, tornou-se mantra de milhares de pessoas e vem contribuindo para tornar o dia a dia mais leve e mentalmente saudável.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Extraordinário, R. J. Palacio

Lançado pela primeira vez em 2013, a história do Extraordinário na Intrínseca é longa. Mudança de capa, livros complementares, edição especial do filme… Foram vários anos de trabalho, mas finalmente podemos dizer que muita gente por aí já conhece o Auggie e já se emocionou com essa linda história de superação e empatia. O filme, que chegou aos cinemas em dezembro de 2017, deu vida a alguns dos personagens mais adoráveis e inspiradores da literatura e ajudou o livro a encabeçar listas de mais vendidos durante muitos meses. É impossível não se apaixonar pelo Auggie, pela Via, pelo Jack Will (e pela Daisy, é claro) e não terminar a leitura com uma bela lição de vida.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Ainda sou eu, Jojo Moyes

Não dá para falar de livros mais vendidos da Intrínseca mencionar Jojo Moyes. Ainda sou eu, terceiro e último livro da trilogia Como eu era antes de você, chegou às livrarias em fevereiro para contar um pouco mais da história de Louisa Clark e de seus desafios após os acontecimentos do primeiro livro (nada de spoilers!). Sequência de Depois de você, o livro é um belo presente para todo mundo que se apaixonou pela personagem e não queria se despedir dela de jeito nenhum (embora já estejamos morrendo de saudades <3).

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Tartarugas até lá embaixo, John Green

Outra figura que não poderia faltar nessa lista é nosso querido John Green. O livro mais recente do autor, Tartarugas até lá embaixo, foi publicado em outubro de 2017, mais de seis anos após seu último livro. Dessa vez, Green apresentou aos leitores Aza Holmes e compartilhou um pouco de sua própria trajetória, narrando com sensibilidade os dilemas enfrentados por alguém que tem transtorno obsessivo compulsivo (TOC). Mesclando aventura, psicologia e muitas referências pop, o autor confirmou seu lugar no top 10 e no coração de muitos leitores.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Mais escuro, E L James

A trilogia Cinquenta tons de cinza chegou ao Brasil em 2012 e imediatamente se tornou uma febre. Milhões de exemplares vendidos, três adaptações cinematográficas e os fãs queriam mais: precisavam saber como seria essa história aos olhos do Christian. Foi daí que nasceram os livros Grey e Mais escuro, narrando os episódios do primeiro e do segundo livros sob outro ponto de vista. Os leitores amaram mergulhar nos pensamentos do Grey e colocaram o livro direto no nosso top 10. (Ainda não sabemos quando será lançado o terceiro livro, mas estamos torcendo para que seja logo!)

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Para todos os garotos que já amei, Jenny Han

Assim como aconteceu com Extraordinário, a história da Intrínseca com Jenny Han começou já faz um tempo. O primeiro volume da série foi publicado em 2015, e logo de cara os leitores se apaixonaram pela Lara Jean, mas o filme lançado em agosto de 2018 levou a história a outro patamar. Os três volumes (Para todos os garotos que já amei, P.S: Ainda amo você e Agora e para sempre, Lara Jean) estão disponíveis nas livrarias e mostram o amadurecimento da doce menina que escrevia cartas secretas para seus amores não correspondidos. É para ler esparramado no sofá e com um prato de cookies ao lado.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Mitologia Nórdica, Neil Gaiman

Nós amamos o Neil Gaiman e vamos gritar para todo mundo ouvir. Após sua chegada espetacular à Intrínseca com O oceano no fim do caminho, relançamento de edições favoritas do autor e HQs, a estrela do ano foi Mitologia nórdica. Narrados com o estilo inconfundível de Gaiman, os contos nórdicos ganham um tom divertido, sarcástico e sombrio, que somados a uma edição lindíssima em capa dura (que inclusive possui uma edição especial de luxo na Amazon!) não tinham como ficar fora dos mais vendidos do ano.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Leonardo Da Vinci, Walter Isaacson

Os fãs de biografias ganharam um presentão em 2017: Walter Isaacson, um dos maiores biógrafos do mundo, escreveu o livro definitivo sobre o gênio Leonardo Da Vinci. Após anos de pesquisas, o autor preencheu mais de 600 páginas com curiosidades, desenhos, informações pessoais e outros diversos conteúdos sobre o mestre que não colocava barreiras em sua mente. Em 2018, o livro permaneceu entre os favoritos e ganhou uma edição lindíssima em capa dura exclusiva da Amazon!

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Com amor, Simon, Becky Albertalli

Becky Albertalli é uma autora que dá vontade de colocar em um potinho. Ela chegou aqui à Intrínseca em 2015 com o livro Com amor, Simon (que na época se chamava Simon vs. a agenda Homo Sapiens), que conta a história do Simon e do Blue, dois meninos gays que se correspondem anonimamente pela internet e que estão prestes a viver uma grande história de amor. Esse ano, o Simon foi parar no cinema, com um filme super fofo com um elenco incrível! Foi assim que todo mundo ficou conhecendo a Becky e ela finalmente chegou ao lugar que merece: o nosso top 10!

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Uma breve história do tempo, Stephen Hawking

Existem vários livros que nós temos muito orgulho de publicar e os do Stephen Hawking com certeza estão entre eles. O trabalho do físico com a cosmologia, em especial os buracos negros, é mundialmente conhecido e ele ficou eternizado por suas descobertas, pelo bom humor e por ter vivido por muito tempo com uma doença degenerativa que lhe prometia uma baixíssima expectativa de vida. Esse ano, infelizmente vimos Hawking deixar esse planeta e ir viver entre as estrelas, e é um grande privilégio para a gente publicar sua obra, especialmente o novo livro, Breves respostas para grandes questões, no qual ele trabalhou em seus últimos meses de vida.

Saiba mais sobre o livro.

 

Menções honrosas:

 

  1. Me chame pelo seu nome, André Aciman

Quem diria que a história de um adolescente que se apaixona pelo hóspede da família conquistaria tanta gente? Teoricamente, Me chame pelo seu nome não está entre os dez mais vendidos, mas em nossos corações ele é o número um! E quem não amou aquele filme com paisagens lindíssimas da Toscana e uma trilha sonora de tirar o fôlego? Melhor que isso, só vê-lo levar o Oscar de “Melhor roteiro adaptado” para casa. André Aciman sabe mesmo como escrever um livro intenso e maravilhoso.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. O homem de giz, C. J. Tudor

Outro livro que MERECE uma menção honrosa é O homem de giz. Desde o lançamento, é difícil vê-lo fora das listas de mais vendidos e temos certeza de que no ano que vem ele entra no top 10! O thriller sobre um grupo de amigos que encontra um corpo desmembrado fez muita gente ter medo de bonecos de giz.

Saiba mais sobre o livro

testeSorteio Instagram – Lançamentos de Março [Encerrado]

Vamos sortear 3 exemplares dos nossos lançamentos de março! Para participar, compartilhe essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram, você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 16 de abril, segunda-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte! 😉

 

testeSorteio Instagram- Kit Com amor, Simon [Encerrado]

O filme inspirado no livro Com amor, Simon chega aos cinemas dia 5 de abril e, para comemorar, vamos sortear 5 kits especiais! Cada kit contém: um exemplar do livro, dois ingressos para o filme, dois bótons e um pôster. 

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram, você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 2 de abril, segunda-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte! 😉

 

 

testeSorteio Facebook – Kit Com amor, Simon [Encerrado]

O filme inspirado no livro Com amor, Simon chega aos cinemas dia 5 de abril e, para comemorar, vamos sortear 5 kits especiais! Cada kit contém: um exemplar do livro, dois ingressos para o filme, dois bótons e um pôster. 

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Facebook, você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 2 de abril, segunda-feira, em nosso perfil no Facebook. Boa sorte! 😉

Confira o resultado:

testeCom amor, Simon chega às livrarias em março com nova capa

A história de um adolescente gay que tenta reunir coragem para sair do armário e viver uma grande história de amor conquistou milhares de leitores no mundo todo. 

Publicado em 2016, Simon vs. a agenda Homo Sapiens, de Becky Albertalli, chega às livrarias a partir de 9 de março com novo título e nova capa baseada no cartaz do filme.

Confira a nova capa:

Com amor, Simon, longa inspirado no livro, chega aos cinemas brasileiros no dia 22 de março e conta com Nick Robinson, Katherine Langford, Jennifer Garner e Josh Duhamel no elenco.

Assista ao trailer:
 

 

 

testeLançamentos de março

Confira as sinopses dos lançamentos do mês. Qual vocês querem ler?

Ikigai: Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz, de Héctor Garcia e Francesc Miralles

Qual é o seu propósito na vida? Por que existem pessoas que sabem o que querem, enquanto outras definham na confusão? Segundo os japoneses, o segredo é encontrar seu ikigai, conceito que pode ser traduzido como razão para viver. Ter um ikigai claro e definido proporciona a satisfação e o propósito que justificam nossa existência, sendo, para muitos, também a chave para uma vida mais longa.

Os autores foram até Okinawa, a ilha japonesa de população centenária, e reuniram os hábitos e rotinas que mantém em dia a saúde da mente, do corpo e do espírito daquele povo. [Saiba mais]

 

Com amor, Simon, de Becky Albertalli

 

 

Edição com nova capa e novo título da apaixonante história de Simon, que conquistou milhares de leitores ao tratar com naturalidade e bom humor a afirmação e os dilemas de um adolescente gay. Agora, a adaptação do romance chega às telas de cinema com Nick Robinson, de Jurassic World, no papel de Simon, e Katherine Langford, protagonista de 13 Reasons Why.

Simon Spier tem dezesseis anos e é gay, mas não conversa sobre isso com ninguém. Enquanto troca e-mails com um garoto misterioso que se identifica como Blue, Simon vai ter que enfrentar, além de suas dúvidas e inseguranças, uma chantagem inesperada.

 

Bruce Dickinson: Uma autobiografia, de Bruce Dickinson

 

Vocalista e líder do Iron Maiden há mais de 30 anos, Bruce Dickinson é um homem de muitos talentos. Muito mais do que um ícone do rock, ele é piloto e empreendedor da aviação, cervejeiro, palestrante, roteirista, escritor com dois livros publicados, apresentador de rádio, ator de TV e exímio esgrimista.

Conhecido por não falar da sua vida pessoal, ele compartilha as memórias desde a sua infância, eventos marcantes e até a recente batalha contra um câncer na garganta. A obra contém ainda fotos incríveis da carreira e da vida pessoal de Bruce.

 

O Homem de Giz, de C. J. Tudor

 

Os fãs de Stephen King e Stranger Things vão curtir o thriller que revisita toda a nostalgia dos anos 1980 em uma história sobre assassinato e sinais misteriosos!

Em 1986, Eddie e os amigos passam a maior parte dos dias andando de bicicleta pela vizinhança em busca de aventuras. Os desenhos a giz são seu código secreto: homenzinhos rabiscados no asfalto; mensagens que só eles entendem. Mas um desenho misterioso leva o grupo de crianças até um corpo desmembrado e espalhado em um bosque. Depois disso, nada mais é como antes.

Em 2016, Eddie se esforça para superar o passado, até que um dia ele e os amigos de infância recebem um mesmo aviso: o desenho de um homem de giz enforcado. Quando um dos amigos aparece morto, Eddie tem certeza de que precisa descobrir o que de fato aconteceu trinta anos atrás. [Leia um trecho]

 

Trilha sonora para o fim dos tempos, de Anthony Marra

 

Nesta coletânea de contos, Anthony Marra, aclamado pela imprensa internacional e eleito pela Granta como um dos mais promissores autores da década, reúne histórias que mostram a vida sob o impacto causado pelos regimes brutais que dominaram a Rússia — desde a Leningrado da década de 1930 até a São Petersburgo do século XXI.

Aclamado pela imprensa internacional e eleito pela Granta como um dos mais promissores autores da década, Marra é autor de Uma Constelação de Fenômenos Vitais.

 

Five Nights at Freddy’ (vol.2): Os distorcidos, de  Scott Cawthon e Kira Breed-Wrisley

Em Olhos prateados, primeiro volume da série Five Nights at Freddy’s, Charlie e seus amigos desvendam misteriosos assassinatos que aconteceram na pizzaria Freddy Fazbear’s, um lugar tomado por perigosos animatrônicos.

Em Os distorcidos, um ano se passou e Charlie continua assombrada por pesadelos. Para piorar, uma nova onda de assassinatos começa a acontecer e ela se pergunta: mas se todo o terror foi destruído junto com o que sobrou da pizzaria, o que estará por trás dessas mortes?

 

Segredos do Acampamento Meio-Sangue: O verdadeiro guia do acampamento para semideuses, de Rick Riordan

Neste livro extra da série As provações de Apolo, o leitor será guiado por Percy Jackson e outros residentes do acampamento para sentir na pele como é a vida de um semideus e conhecer curiosidades, segredos e a rotina do acampamento e seus chalés mágicos.

 O livro reúne diversas histórias de feitos heroicos de semideuses que moraram no acampamento ou apenas o visitaram de seguirem seu destino, além das palavras de sabedoria divina do deus Apolo e uma imperdível sessão de perguntas e respostas.

testeNovo trailer de Love, Simon com Nick Robinson, Katherine Langford e Jennifer Garner

A 20th Century Fox divulgou mais um lindo trailer de Love, Simon! Com Nick Robinson, Katherine Langford, Jennifer Garner e Josh Duhamel, o filme é inspirado em Simon vs. a agenda Homo Sapiens, romance de Becky Albertalli.

Dirigida por Greg Berlanti, responsável por séries como Arrow, Flash e Supergirl, a história acompanha a vida de Simon, um adolescente de 16 anos que vive uma paixão secreta e um dilema: será que é preciso mesmo sair do armário e contar aos pais e aos amigos que é gay?

 

 

Em entrevista, a atriz Katherine Langford, indicada ao Globo de Ouro por 13 Reasons Why, declarou que acredita que o filme tem uma mensagem muito importante e fará a diferença na vida de muitos jovens.

A adaptação tem estreia prevista para 22 de março.

testeDe homofobia à gordofobia, Becky Albertalli conquista leitores e Hollywood

Por Pedro Martins*

Depois de conquistar leitores em mais de trinta países com o bem-humorado e poético Simon vs. a agenda Homo Sapiens, Becky Albertalli volta às prateleiras de lançamentos com Os 27 crushes de Molly.

Poxa, crush! Por que não me notas?

Enquanto o maior conflito de Simon era o medo de que descobrissem sua homossexualidade, a questão de Molly é impossível de esconder: ela é gorda. Aos 17 anos, Molly já viveu 26 paixões, mas todas dentro de sua cabeça. Isso porque, temendo a rejeição, ela nunca sequer tentou se declarar para os crushes. No entanto, quando sua irmã começa a namorar, Molly se vê ainda mais solitária. Por sorte, um dos melhores amigos da cunhada é um garoto hipster, fofo e lindo: perfeito para o seu primeiro beijo. Só tem um problema, que atende pelo nome de Reid. Fã de Tolkien, colega de trabalho e meio esquisito, Molly nunca se apaixonaria por ele, não é mesmo?

“Esse segundo livro foi muito mais difícil. Precisei reescrevê-lo sete vezes”, revela Becky ao blog da Intrínseca. “Ao contrário de Simon, Molly me trouxe questões que eu ainda não superei por completo, e escrever sobre essas coisas que me incomodam fez parte de um contínuo processo de superação.”

Quando viu a capa brasileira de Os 27 crushes de Molly pela primeira vez, Becky conta que não conseguia parar de admirá-la. “Além de ser bonita e de combinar com a capa de Simon, esta é a primeira vez que vejo uma garota parecida comigo numa capa de livro. Pode parecer bobo, mas capas como essa teriam me ajudado de verdade na adolescência”, diz a autora, elogiando o trabalho da designer Aline Ribeiro. “Leitores de outros cantos do mundo, que nem sabem português, estão encomendando a edição brasileira por se sentirem representados.”

Para a autora, a importância da representatividade está na reflexão não distorcida da realidade. “Eu quero ter certeza de que meus livros são lugares seguros e inclusivos para os meus leitores, muitos dos quais pertencem a grupos marginalizados pela sociedade”, explica. “É claro que no mundo existem problemas maiores do que um garoto enfrentando dificuldades com sua sexualidade ou do que uma garota que quer arranjar um namorado e não consegue, mas para mim era muito mais do que isso. Era desesperador me sentir excluída daquele jeito”, relembra a escritora, que antes de se dedicar à escrita trabalhava como psicóloga.

Pelo caminho da representatividade, Becky conquistou leitores como nunca havia imaginado. Publicada em dezenas de idiomas, a autora, que também é fangirl e já escreveu muita fanfic, hoje lida com histórias inspiradas em seus próprios livros. “Eu comecei a ler as fanfics assim que terminei meu último livro do universo de Simon, Leah on the Offbeat, porque agora não tenho mais medo de esbarrar em histórias que pudessem me influenciar”, conta. “Sempre me pedem para escrever um livro do ponto de vista de Blue, mas não é algo válido. Já sabemos de tudo que acontece; não teria suspense algum. Também não tenho interesse em continuar a história de Simon, pois o que me motiva a escrever é a ideia de formar casais. Mas é muito divertido revisitar esses personagens sob a visão dos leitores. Algumas cenas são escritas exatamente como eu as imaginava.”

Em 2016, como recordação de sua visita à Bienal do Livro de São Paulo, a autora levou para casa um exemplar de Simon autografado por seus leitores.

Em paralelo às fanfics, este ano Becky revisitou Simon de outra maneira ainda mais inesperada: nos sets de filmagem. Formalmente, a autora não tem nenhum cargo na produção, mas, à convite da direção, opinou em (quase) tudo: do roteiro à escolha do elenco. “Eles me mantiveram ciente de tudo e, para minha alegria, estávamos em sintonia. Também tive sorte de filmarem na cidade onde moro, Atlanta. Eu estava no set praticamente dia sim, dia não. Nunca me cansava.”

“Para respeitá-los, eu não quis dar dicas aos atores sobre seus personagens, mas todos foram maravilhosos”, acrescenta, orgulhosa. “Nick Robinson (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros) se transformou em Simon de corpo e alma, e Katherine Langford (13 Reasons Why), por exemplo, já era fã do livro, então a gente conversava muito no set.”

Becky com figurantes no set do filme: “Os estudantes mais legais da Creekwood!”

As filmagens terminaram em abril e, mesmo não tendo assistido ao filme finalizado, Becky já tem uma cena favorita, que, inclusive, não está no livro. Trata-se de quando Simon revela a sexualidade para sua mãe. “Eu nunca me esquecerei daquele momento. Dos produtores aos jornalistas que estavam nos visitando, ninguém conseguia parar de chorar”, relembra, emocionada. “Eu estou tão ansiosa para assistir ao filme que a primeira coisa que faço assim que acordo é checar no meu e-mail se o convite chegou!”

Produzido pela mesma equipe que levou A culpa é das estrelas para os cinemas, Simon Vs. A Agenda Homo Sapiens deve chegar às telonas em março de 2018. Por enquanto, se você se apaixonou por Simon, conheça Molly, já nas livrarias!

 

*Pedro Martins descobriu a magia da leitura aos oito anos por meio dos livros de J.K. Rowling. Essa paixão o levou a ser gerente de conteúdo do Potterish.com e o empurrou em direção ao jornalismo, possibilitando-o escrever sobre literatura para diversos portais, do britânico The Guardian ao brasileiro Omelete.