testeA biblioteca de Pat Peoples

Pat Peoples não suporta finais infelizes. Recém-saído de uma temporada em um hospital psiquiátrico, o protagonista de O lado bom da vida volta a morar com os pais para reconstruir a vida e tentar se reconciliar com seu grande amor, Nikki. Para isso, o ex-professor de história de 30 e poucos anos segue uma rígida rotina de exercícios e inicia a leitura dos livros preferidos da ex-esposa, grandes clássicos da literatura norte-americana.

Em uma entrevista concedida à revista Veja, o autor Matthew Quick explicou que quando era professor de literatura recebeu o telefonema de uma mãe preocupada com a depressão do filho. Para ela, “a natureza triste dos livros que ele era obrigado a ler não estava lhe fazendo bem”. “Claro, eu acredito que devemos ensinar e ler os clássicos”, reflete Quick, “mas [ela] me fez reexaminar nossa grade de leitura. Praticamente todos os livros que eu ensinava acabavam em tragédia. O telefonema me impactou e fiquei pensando se realmente aquele montante de dramas não estaria fazendo algum mal para as jovens mentes.”

Leia também: Um conversa com Matthew Quick, autor de O lado bom da vida 

Pat passa a nutrir outro tipo de apreensão depois de ler o livro preferido de Nikki, O grande Gatsby, de F. Scott Fitzgerald. O desfecho do clássico o deixa desconcertado: se para Nick esse é o maior romance norte-americano já escrito, será que ela não acredita em finais felizes? E se ela não acreditar, como Pat irá reconquistá-la? O resultado da obsessão de Pat em tentar ao máximo agradar a ex-esposa são resenhas hilárias dessa e de outras obras, como:

Adeus às armas, de Ernest Hemingway
A letra escarlate, de Nathaniel Hawthorne
A redoma de vidro, de Sylvia Plath
O apanhador no campo de centeio, de J.D. Salinger
As Aventuras de Huckleberry Finn, de Mark Twain

Confira o trecho de uma das “resenhas” abaixo:

O grande Gatsby, por Pat Peoples

A melhor parte é o ensaio introdutório, que afirma que o romance trata principalmente do tempo e do fato de que a pessoa não pode nunca recuperá-lo, que é exatamente como me sinto em relação a meu corpo e a meus exercícios — mas, então, eu também sinto como se houvesse um número infinito de dias até meu inevitável reencontro com Nikki.

Quando li a história propriamente dita — que conta como Gatsby ama Daisy, embora não consiga nunca ficar com ela, por mais que tente —, tive vontade de rasgar o livro ao meio, ligar para Fitzgerald e dizer que o livro dele está todo errado, embora eu saiba que Fitzgerald provavelmente já morreu. Em especial quando Gatsby é baleado mortalmente em sua piscina na primeira vez em que vai nadar naquele verão, Daisy nem mesmo vai ao enterro dele, Nick e Jordan se separam e Daisy acaba com o racista do Tom, cuja necessidade de sexo basicamente mata uma mulher inocente, dá para ver claramente que Fitzgerald nunca se deu o trabalho de olhar para a parte brilhante que há por trás das nuvens ao pôr do sol, porque não há nenhum lado bom no fim daquele livro, vou lhe contar.

O lado bom da vida: o filme 

Cena do filme O lado bom da vida, com Bradley Cooper e Jennifer Lawrence

Dirigida por David O. Russell, a adaptação cinematográfica de O lado bom da vida é estrelada por Bradley Cooper (Se beber não case), Jennifer Lawrence (Jogos vorazes) e Robert De Niro. Por sua atuação como Tiffany, Jennifer Lawrence recebeu o Oscar e o Globo de Ouro de melhor atriz. A comédia recebeu oito indicações ao Oscar.

testePré-estreias de O lado bom da vida

Cena de O lado bom da vida

Boa notícia para quem está ansioso para assistir ao filme O lado bom da vida, baseado no romance homônimo de Matthew Quick e que concorre a 8 Oscars. A distribuidora Paris Filmes acabou de anunciar que neste final de semana haverá pré-estreia em sete cidades. Confira a lista completa abaixo (as datas e os horários estão disponíveis nos sites dos exibidores):

Belo Horizonte: Cineart Del Rey, Cineart Paragem e Cinemark BH Shopping.
Brasília: Cinemark Pier 21.
Curitiba: Cinemark Barigui.
Niterói: Cinemark Niterói.
Osasco: Cinemark União Osasco.
Porto Alegre: GNC Praia de Belas, GNC Iguatemi Shopping e Cinemark Barra Shopping Sul.
Rio de Janeiro: Unibanco Arteplex, Cinemark Downtown, Estação Botafogo, Kinoplex Leblon, Kinoplex Tijuca e UCI New York Tower.
São Caetano do Sul: Cinemark Park Shopping São Caetano.
São Paulo: Cinemark: Eldorado, Central Plaza, Center Norte, Cidade Jardim, Iguatemi, Market Place; Espaço Itaú Pompeia, Unibanco Arteplex SP, Cinépolis JK Iguatemi, Kinoplex Itaim e UCI Jardim Sul.

Leia também: Uma conversa com Matthew Quick, o autor de O lado bom da vida

Dirigido e roteirizado por David O. Russell (O vencedor), O lado bom da vida é estrelado por Bradley Cooper (Se beber, não case), Jennifer Lawrence (Jogos vorazes) e Robert De Niro. Com estreia marcada para 1° de fevereiro nos cinemas nacionais, já foi eleito o melhor Filme do Festival Internacional de Toronto pelo público, recebeu cinco indicações ao Spirit Awards e três ao Bafta. Por sua atuação como Tiffany, Jennifer Lawrence recebeu o Globo de Ouro de melhor atriz.

Assista ao trailer:

testeCinema em destaque no primeiro semestre de 2013

Dos 37 lançamentos programados para o primeiro semestre de 2013, diversos títulos de ficção e não ficção inspiraram adaptações cinematográficas. O lado bom da vida virou filme estrelado por Bradley Cooper, Jennifer Lawrence e Robert De Niro, com 8 indicações ao Oscar, e  Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose deu origem ao longa Hitchcock, com Anthony Hopkins, Helen Mirren e Scarlett Johansson no elenco. A ficção científica Wool teve os direitos adquiridos pelo aclamado diretor Ridley Scott, de Blade Runner — O caçador de androides, e Garota exemplar, sucesso absoluto de Gillian Flynn, será produzido por Reese Witherspoon. Vida após a morte, drama real narrado por Damien Echols, que foi condenado à morte e teve sua história contada na série de três documentários da HBO Paradise LostA hospedeira tem estreia nas telonas prevista para março, e as séries Hush, Hush, de Becca Fitzpatrick, Delírio, de Lauren Oliver, e Em busca de WondLa, de Tony DiTerlizzi, já tiveram os direitos de adaptação vendidos para estúdios cinematográficos.

Na lista de lançamentos de não ficção, destacam-se Um mundo, uma escola, do americano Salman Khan, considerado o mais bem-sucedido professor de todos os tempos, e O sinal e o ruído, de Nate Silver, gênio que desenvolveu um sistema capaz de prever pela segunda vez consecutiva os resultados das eleições em cada estado norte-americano. No primeiro semestre haverá, ainda, a primeira ficção nacional publicada pela Intrínseca: Clarões e sombras (título provisório), novo romance da escritora gaúcha Leticia Wierzchowski — conhecida pelo livro A casa das sete mulheres, história que inspirou a série homônima produzida pela Rede Globo.

Confira a lista completa de lançamentos:

Lançamentos  Ficção e Não ficção

A evolução de Bruno Littlemore, de Benjamin Hale
A hospedeira (edição com capa inspirada no pôster do filme), de Stephenie Meyer
A lady cyclist guide to Kashgar, de Suzanne Jonson
A vida sem doenças, do Dr. David B. Agus
Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose, de Stephen Rebello
Bel canto, de Ann Patchet
Clarões e sombras (título provisório), de Leticia Wierzchowski
Gold, de Chris Cleave
Et puis Paulette, de Barbara Constantine
Garota exemplar, de Gillian Flynn
Le syndrome E, de Frank Thilliez
No escuro, de Elizabeth Haynes
O diário de Helga, de Helga Weiss
O fio, de Victoria Hislop
O lado bom da vida, de Matthew Quick
O sinal e o ruído, de Nate Silver
Óculos de Heidegger, de Thaisa Frank
Primeiro eu, depois você, de Jojo Moyes
Satori, de Don Winslow
The Bling Ring: The True Story of How Seven Celebrity-Obsessed Teens Swindled Hollywood, de Nancy Jo Sales
The lifeboat, de Charlotte Rogan
Tigers in the red weather, de  Liza Klaussman
Um mundo, uma escola, de Salman Khan
Vida após a morte, de Damien Echolls

Lançamentos – Ficção para jovens

A marca de Atena (série Os heróis do Olimpo – livro 3), de Rick Riordan
A torre invisível (série As Crônicas de Outro Mundo – livro 1), de Nils Johnson-Shelton
An abundance of Katherines (título provisório: O teorema Katherine), de John Green
Como roubar a espada de um dragão (série Como treinar o seu dragão – livro 9), de Cressida Cowell
Os diários do semideus (série Os heróis do Olimpo), de Rick Riordan
Finale (série Hush, Hush – livro 4), de Becca Fitzpatrick
Gangsta granny, de David Walliams
Muncle Trogg e o Burro Voador (série Muncle Trogg – livro 2), de Janet Foxley
Pandemônio (série Delírio – livro 2), de Lauren Oliver
The way we fall (série The fallen world, livro 1), de Megan Crewe
Um herói para Wondla (série Em busca de WondLa – livro 2), de Tony DiTerlizzi
Wonder (título provisório: Extraordinário), de R. J. Palacio
Wool, de Hugh Howey

testeCinema em destaque no primeiro semestre de 2013

Dos 37 lançamentos programados para o primeiro semestre de 2013, diversos títulos de ficção e não ficção inspiraram adaptações cinematográficas. O lado bom da vida virou filme estrelado por Bradley Cooper, Jennifer Lawrence e Robert De Niro, com 8 indicações ao Oscar, e  Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose deu origem ao longa Hitchcock, com Anthony Hopkins, Helen Mirren e Scarlett Johansson no elenco. A ficção científica Wool teve os direitos adquiridos pelo aclamado diretor Ridley Scott, de Blade Runner — O caçador de androides, e Garota exemplar, sucesso absoluto de Gillian Flynn, será produzido por Reese Witherspoon. Vida após a morte, drama real narrado por Damien Echols, que foi condenado à morte e teve sua história contada na série de três documentários da HBO Paradise LostA hospedeira tem estreia nas telonas prevista para março, e as séries Hush, Hush, de Becca Fitzpatrick, Delírio, de Lauren Oliver, e Em busca de WondLa, de Tony DiTerlizzi, já tiveram os direitos de adaptação vendidos para estúdios cinematográficos.

Na lista de lançamentos de não ficção, destacam-se Um mundo, uma escola, do americano Salman Khan, considerado o mais bem-sucedido professor de todos os tempos, e O sinal e o ruído, de Nate Silver, gênio que desenvolveu um sistema capaz de prever pela segunda vez consecutiva os resultados das eleições em cada estado norte-americano. No primeiro semestre haverá, ainda, a primeira ficção nacional publicada pela Intrínseca: Clarões e sombras (título provisório), novo romance da escritora gaúcha Leticia Wierzchowski — conhecida pelo livro A casa das sete mulheres, história que inspirou a série homônima produzida pela Rede Globo.

Confira a lista completa de lançamentos:

Lançamentos  Ficção e Não ficção

A evolução de Bruno Littlemore, de Benjamin Hale
A hospedeira (edição com capa inspirada no pôster do filme), de Stephenie Meyer
A lady cyclist guide to Kashgar, de Suzanne Jonson
A vida sem doenças, do Dr. David B. Agus
Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose, de Stephen Rebello
Bel canto, de Ann Patchet
Clarões e sombras (título provisório), de Leticia Wierzchowski
Gold, de Chris Cleave
Et puis Paulette, de Barbara Constantine
Garota exemplar, de Gillian Flynn
Le syndrome E, de Frank Thilliez
No escuro, de Elizabeth Haynes
O diário de Helga, de Helga Weiss
O fio, de Victoria Hislop
O lado bom da vida, de Matthew Quick
O sinal e o ruído, de Nate Silver
Óculos de Heidegger, de Thaisa Frank
Primeiro eu, depois você, de Jojo Moyes
Satori, de Don Winslow
The Bling Ring: The True Story of How Seven Celebrity-Obsessed Teens Swindled Hollywood, de Nancy Jo Sales
The lifeboat, de Charlotte Rogan
Tigers in the red weather, de  Liza Klaussman
Um mundo, uma escola, de Salman Khan
Vida após a morte, de Damien Echolls

Lançamentos – Ficção para jovens

A marca de Atena (série Os heróis do Olimpo – livro 3), de Rick Riordan
A torre invisível (série As Crônicas de Outro Mundo – livro 1), de Nils Johnson-Shelton
An abundance of Katherines (título provisório: O teorema Katherine), de John Green
Como roubar a espada de um dragão (série Como treinar o seu dragão – livro 9), de Cressida Cowell
Os diários do semideus (série Os heróis do Olimpo), de Rick Riordan
Finale (série Hush, Hush – livro 4), de Becca Fitzpatrick
Gangsta granny, de David Walliams
Muncle Trogg e o Burro Voador (série Muncle Trogg – livro 2), de Janet Foxley
Pandemônio (série Delírio – livro 2), de Lauren Oliver
The way we fall (série The fallen world, livro 1), de Megan Crewe
Um herói para Wondla (série Em busca de WondLa – livro 2), de Tony DiTerlizzi
Wonder (título provisório: Extraordinário), de R. J. Palacio
Wool, de Hugh Howey

testeO lado bom da vida e Argo são indicados ao Oscar

A comédia O lado bom da vida, inspirada no romance de Matthew Quick que será publicado no próximo dia 12 de janeiro pela Intrínseca, recebeu oito indicações ao Oscar, incluindo melhor filme, melhor diretor e melhor roteiro adaptado. Argo, thriller político de Ben Affleck baseado na não ficção de Antonio Mendez e Matt Baglio, concorre a sete Oscars, entre eles melhor filme e melhor roteiro adaptado.

Leia também: Argo é o grande vencedor do Globo de Ouro

A cerimônia de entrega do Oscar será em 24 de fevereiro.

Confira abaixo todas as indicações recebidas:

O lado bom da vida
– Melhor filme
– Diretor: David O. Russell
– Roteiro adaptado: David O. Russell
– Ator: Bradley Cooper
– Atriz: Jennifer Lawrence
– Ator coadjuvante: Robert De Niro
– Atriz coadjuvante: Jacki Weaver
– Edição: Jay Cassidy e Crispin Struthers

Argo
– Melhor filme
– Ator coadjuvante: Alan Arkin
– Roteiro adaptado: Chris Terrio
– Edição: William Goldenberg
– Trilha sonora: Alexandre Desplat
– Edição de som: Erik Aadahl e Ethan Van der Ryn
– Mixagem de som: John Reitz, Gregg Rudloff e José Antonio García

Confira também as listas do Globo de Ouro, SAG Awards, Producers Guild Awards e Spirit Awards.

Em O lado bom da vida, Pat Peoples, um ex-professor de história na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica — mas ele não se lembra o que fez nem quanto tempo ficou por lá. Para trazer a sua vida de volta aos eixos, Pat passa a seguir uma nova filosofia de vida, que inclui entrar em forma, ser gentil e, principalmente, fazer de tudo para se reconciliar com a ex-mulher, Nikki.

O filme de David O. Russell, estrelado por Bradley Cooper (Se beber não case), Jennifer Lawrence (Jogos vorazes) e Robert De Niro, também recebeu quatro indicações ao Globo de Ouro, cinco ao Spirit Awards e três ao Bafta. Sua estreia nos cinemas brasileiros será no dia 1° de fevereiro.

Eleito o melhor filme norte-americano de 2012 pelo prestigiado American Film Institute, Argo reconstitui a ousada estratégia da CIA para resgatar um grupo de seis diplomatas que escaparam da invasão à embaixada dos Estados Unidos em Teerã durante a revolução de 1979. Para retirá-los do país, o então agente da CIA Antonio Mendez idealizou um plano inusitado: simular uma produção de Hollywood em busca de locações no Oriente Médio.

O filme dirigido e protagonizado por Ben Affleck concorre em cinco categorias do Globo de Ouro e cinco do Bafta.

testeEstante Intrínseca – LANÇAMENTOS JOVENS DE JANEIRO

12/01 – O lado bom da vida, de Matthew Quick – Pat Peoples, um ex-professor de história na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica — mas ele não se lembra o que fez nem quanto tempo ficou por lá. Para trazer a sua vida de volta aos eixos, Pat passa a seguir uma nova filosofia de vida, que inclui entrar em forma, ser gentil e, principalmente, fazer de tudo para se reconciliar com a ex-mulher, Nikki.

A adaptação do comovente e bem-humorado romance de estreia de Matthew Quick chega aos cinemas brasileiros em 1º de fevereiro. Dirigido por David O. Russell (O vencedor) e estrelado por Bradley Cooper (Se beber não case), Jennifer Lawrence (Jogos vorazes) e Robert De Niro, O lado bom da vida já foi eleito o melhor Filme do Festival Internacional de Toronto pelo público, recebeu 4 indicações ao Globo de Ouro e 5 ao Spirit Awards, o Oscar do cinema independente norte-americano.

Assista ao trailer:

18/01 – Finale, de Becca Fitzpatrick – No desfecho da série Hush, Hush, Nora e Patch pensavam que seus problemas tinham ficado para trás com a morte de Hank. Na ausência do Mão Negra, porém, Nora foi forçada a se tornar líder do exército nefilim, e era seu dever terminar o que o pai começara – o que, essencialmente, significava destruir a raça dos anjos caídos. Destruir Patch.

Nora nunca deixaria isso acontecer, então ela e Patch bolam um plano: os dois farão com que todo mundo acredite que não estão mais juntos, manipulando, assim, seus respectivos grupos. Mas quando as linhas do combate são finalmente traçadas, eles precisam encarar suas diferenças ancestrais e decidir entre ignorá-las ou deixá-las destruir o amor pelo qual sempre lutaram.

Assista ao book trailer:

21/01 – Muncle Trogg e o Burro Voador, de Janet Foxley – No segundo volume da série, Muncle Trogg, o menor gigante do mundo, está preocupado. O Monte das Lamentações, lar de todos os gigantes, tem dado sinais de que vai explodir, mas tudo que aqueles grandalhões conseguem pensar é em celebrar que os humanos foram embora do sopé da montanha. Sorte a dele que Emily, uma menina que conhecera quando, certa vez, tentou se passar por um garoto humano, não o abandonou – e ela tem uma ideia. Se os gigantes não querem dar ouvidos ao pequeno Muncle, talvez ouçam o mais inteligente e prodigioso dos animais: o Burro Voador!

Ficção e não ficção:

18/01 – Um mundo, uma escola, de Salman Khan – Com mais de 115 milhões de lições vistas no Youtube, o americano Salman Khan é um fenômeno educacional dentro e fora da internet: seus vídeos, que exploram 40 áreas do conhecimento humano, já foram assistidos por mais de 4 milhões de alunos. Em Um mundo, uma escola, o fundador da Khan Academy expõe, pela primeira vez, sua visão radical e revolucionária para o futuro do ensino. Ele propõe uma revisão geral do modelo de sala de aula tradicional, empregando a tecnologia para tornar o ensino um processo mais estimulante e participativo, feito sob medida para cada aluno.

Leia a entrevista concedida por Salman Khan à revista Veja, publicada como matéria de capa da edição de 1° de fevereiro.

25/01 – Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose, de Stephen Rebello – Leitura obrigatória para todos os amantes do cinema, essa não ficção do jornalista e roteirista Stephen Rebello desvenda os bastidores de Psicose, considerado pelo American Film Institute o melhor thriller de todos os tempos. O livro parte da história verídica dos crimes que inspiraram o clássico e expõe minuciosamente todas as etapas de produção do filme, além de trazer entrevistas com o próprio diretor, o elenco e a equipe envolvida nas filmagens.

Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose inspirou o filme Hitchcock, de Sacha Gervasi, protagonizado por Anthony Hopkins e Helen Mirren — que acaba de ser indicada ao Globo de Ouro e ao SAG Awards por sua atuação como Alma, esposa do famoso diretor. Com previsão para estreia nacional em 8 de fevereiro e distribuição pela Fox, a produção ainda tem Scarlett Johansson como Janet Leigh, a estrela da célebre cena do chuveiro.

Assista ao trailer legendado:

testeEstante Intrínseca – LANÇAMENTOS DE JANEIRO

12/01 – O lado bom da vida, de Matthew Quick – Pat Peoples, um ex-professor de história na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica — mas ele não se lembra o que fez nem quanto tempo ficou por lá. Para trazer a sua vida de volta aos eixos, Pat passa a seguir uma nova filosofia de vida, que inclui entrar em forma, ser gentil e, principalmente, fazer de tudo para se reconciliar com a ex-mulher, Nikki.

A adaptação do comovente e bem-humorado romance de estreia de Matthew Quick chega aos cinemas brasileiros em 1 de fevereiro. Dirigido por David O. Russell (O vencedor) e estrelado por Bradley Cooper (Se beber não case), Jennifer Lawrence (Jogos vorazes) e Robert De Niro, O lado bom da vida já foi eleito o melhor Filme do Festival Internacional de Toronto pelo público, recebeu 4 indicações ao Globo de Ouro e 5 ao Spirit Awards, o Oscar do cinema independente norte-americano.

Assista ao trailer:

18/01 – Um mundo, uma escola, de Salman Khan – Com mais de 115 milhões de lições vistas no Youtube, o americano Salman Khan é um fenômeno educacional dentro e fora da internet: seus vídeos, que exploram 40 áreas do conhecimento humano, já foram assistidos por mais de 4 milhões de alunos. Em Um mundo, uma escola, o fundador da Khan Academy expõe, pela primeira vez, sua visão radical e revolucionária para o futuro do ensino. Ele propõe uma revisão geral do modelo de sala de aula tradicional, empregando a tecnologia para tornar o ensino um processo mais estimulante e participativo, feito sob medida para cada aluno.

Leia a entrevista concedida por Salman Khan à revista Veja, publicada como matéria de capa da edição de 1° de fevereiro.

25/01 – Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose, de Stephen Rebello – Leitura obrigatória para todos os amantes do cinema, essa não ficção do jornalista e roteirista Stephen Rebello desvenda os bastidores de Psicose, considerado pelo American Film Institute o melhor thriller de todos os tempos. O livro parte da história verídica dos crimes que inspiraram o clássico e expõe minuciosamente todas as etapas de produção do filme, além de trazer entrevistas com o próprio diretor, o elenco e a equipe envolvida nas filmagens.

Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose inspirou o filme Hitchcock, de Sacha Gervasi, protagonizado por Anthony Hopkins e Helen Mirren — que acaba de ser indicada ao Globo de Ouro e ao SAG Awards por sua atuação como Alma, esposa do famoso diretor. Com previsão para estreia nacional em 8 de fevereiro e distribuição pela Fox, a produção ainda tem Scarlett Johansson como Janet Leigh, a estrela da célebre cena do chuveiro.

Assista ao trailer legendado:

Ficção para jovens:

18/01 – Finale, de Becca Fitzpatrick – No aguardado desfecho da série Hush, Hush, Nora e Patch pensavam que seus problemas tinham ficado para trás. No entanto, na ausência do Mão Negra, Nora foi forçada a se tornar líder do exército nefilim e terminar o que seu pai começara. Quando as linhas do combate são finalmente traçadas, Nora e Patch precisam encarar suas diferenças ancestrais e decidir entre ignorá-las ou deixá-las destruir o amor pelo qual sempre lutaram. [Leia mais]

21/01 – Muncle Trogg e o Burro Voador, de Janet Foxley – No segundo volume da série, Muncle Trogg, o menor gigante do mundo, está preocupado. O Monte das Lamentações, lar de todos os gigantes, tem dado sinais de que vai explodir, mas tudo que aqueles grandalhões conseguem pensar é em celebrar que os humanos foram embora do sopé da montanha. Mas se os gigantes não querem dar ouvidos ao pequeno Muncle, talvez ouçam o mais inteligente e prodigioso dos animais: o Burro Voador! [Leia mais]

 

testeArgo é eleito o melhor filme do ano pelo American Film Institute

O thriller político Argo, dirigido e protagonizado por Ben Affleck, foi eleito o melhor filme norte-americano de 2012 pelo prestigiado American Film Institute. Baseado no livro de não ficção escrito por Antonio Mendez e Matt Baglio, Argo reconstitui a ousada estratégia da CIA para resgatar um grupo de seis diplomatas norte-americanos que fugiu da invasão à embaixada dos Estados Unidos em Teerã durante a revolução de 1979. Para retirá-los do país, o então agente da CIA Antonio Mendez idealizou um plano inusitado: simular a equipe de uma produção de Hollywood em busca de locações no Oriente Médio.

Leia também: Antonio Mendez fala ao jornal O Globo sobre a colaboração entre a CIA e Hollywood e como foi ser interpretado por Ben Affleck

Além do filme de Affleck, o ranking do AFI tem O lado bom da vida (Silver Linings Playbook), comédia com Bradley Cooper, Jennifer Lawrence e Robert De Niro que chega aos cinemas nacionais em 8 de fevereiro de 2013. Inspirado no livro homônimo de Matthew Quick, que será publicado pela Intrínseca em janeiro, O lado bom da vida recebeu cinco indicações ao Spirit Awards, o Oscar do cinema independente norte-americano. A cerimônia de premiação será em 23 de fevereiro.

Confira a lista completa de melhores filmes de 2012 segundo o American Film Institute:

Argo
As Aventuras de Pi
Batman — O Cavaleiro das Trevas ressurge
Django livre
A hora mais escura
Indomável sonhadora
O lado bom da vida
Lincoln
Os miseráveis
Moonrise Kingdom

testeO lado bom da vida recebe cinco indicações ao Spirit Awards

Eleito o melhor filme do Festival Internacional de Cinema de Toronto pelo público, O lado bom da vida (The Silver Linings Playbook) acaba de receber cinco indicações ao Spirit Awards, o Oscar do cinema independente norte-americano. Baseado no livro homônimo de Matthew Quick, que será publicado pela Intrínseca em janeiro, a produção concorre aos prêmios de melhor filme, melhor diretor (David O. Russell), melhor roteiro (David O. Russell), melhor atriz (Jennifer Lawrence) e melhor ator (Bradley Cooper). A comédia, que ainda tem Robert de Niro no elenco, chega aos cinemas nacionais em 1 de fevereiro de 2013.

A cerimônia do Spirit Awards acontece um dia antes do Oscar, em 23 de fevereiro.

Leia também:
Assista ao clipe de Crazy ‘Bout You, de Jessie J, música-tema de O lado bom da vida.