testeLançamento de Você foi enganado no Rio de Janeiro

Fotografia: Brenno Carvalho / @brennocarvalho

Confira as fotos do lançamento do livro “Você foi enganado: Mentiras, exageros e contradições dos últimos presidentes do Brasil”, de Cristina Tardáguila e Chico Otavio. O evento aconteceu no dia 14 de setembro, na livraria Travessa do Shopping Leblon, no Rio de Janeiro.

testeConfira a programação da Intrínseca na Bienal do Livro do Rio

A Intrínseca estará mais uma vez na Bienal Internacional do Livro Rio, que acontecerá entre os dias 31 de agosto e 10 de setembro, no Riocentro. Os destaques da editora na décima oitava edição do evento são a americana Jenny Han, autora da trilogia Para todos os garotos que já amei, que vem exclusivamente para o evento lançar o último livro da série, Agora e para sempre, Lara Jean, e Raony Phillips, da série do YouTube Girls in the house, que lança seu primeiro livro inspirado na produção, Meu livro. Eu que escrevi.

Este ano, serão seis autores da casa no evento. Isabela Freitas, autora de Não se enrola, não participa da mesa “Dos livros para as telas e teatro”, Pedro Gabriel, de Eu me chamo Antônio, estará na mesa “Novos canais literários”; Joaquim Ferreira dos Santos fala de seu livro Enquanto houver champanhe, há esperança com Artur Xexéo e Patrícia Kogut na mesa “Histórias da TV e sociedade”; e a jornalista Míriam Leitão fecha nossa programação de autores na mesa “a era do imprevisto” falando sobre seus livros A verdade é teimosa e História do futuro.

Além da programação dos autores, teremos um encontro com nossos blogueiros parceiros no dia 9 de setembro! Este ano, o estande da editora será na avenida principal do Pavilhão Azul, entre a rua E e a rua F. Esperamos vocês por lá!

Estande da Intrínseca na Bienal
Endereço: Pavilhão Azul (3) entre a rua E e a rua F
Horário de funcionamento:
31 de agosto: 13h às 22h
7 de setembro (feriado): 10h às 22h
Durante a semana: 9h às 22h
Finais de semana: 10h às 22h
Confira o mapa

Confira a programação completa:

2/set, sábado:

Jenny Han

Encontro com Jenny Han
11h – Auditório Madureira| Pavilhão Verde
12h30 – Autógrafos na Cabine Palco Maracanã | Praça de alimentação externa

Confira as regras e confirme sua presença

– Distribuição de 300 senhas às 10h30 na central de senhas, na praça de alimentação externa.

 

3/set, domingo:

Pedro Gabriel

Mesa “Novos canais literários” (com Daniel Pinsky e Gustavo Lembert)
12h – Café Literário| Pavilhão Azul
Autógrafos no estande da Intrínseca | E13/F14 – Pavilhão Azul

Confira as regras e confirme sua presença

 

8/set, sexta-feira:

Isabela Freitas

Mesa “Dos livros para as telas e teatro” (com Luiza Trigo e Carina Rissi)
18h – Arena #Semfiltro| Pavilhão Verde
Autógrafos no estande da Intrínseca| E13/F14 – Pavilhão Azul

Confira a regras e confirme sua presença

– Distribuição de 150 senhas para autógrafos no estande da Intrínseca a partir das 12h do dia 08/09.

 

9/set, sábado:

Encontro com blogueiros

10h – Auditório Lapa| Pavilhão Verde

Confira a regras e confirme sua presença

 

Raony Phillips

Mesa “Girls in the ao vivo” (Mediação de Ana Paula Lisboa)
17h – Arena #Semfiltro| Pavilhão Verde
Autógrafos na praça Copacabana, Pavilhão Verde

Confira a regras e confirme sua presença

– Distribuição de 250 senhas para autógrafos no estande da Intrínseca a partir das 12h do dia 09/09.

 

Joaquim Ferreira dos Santos

Mesa “Histórias da TV e sociedade” (com Artur Xexéo e Patrícia Kogut)
19h30 – Café Literário| Pavilhão Azul
Autógrafos na Praça de Autógrafos

Confira a regras e confirme sua presença

 

10/set, domingo:

Míriam Leitão

Mesa “A era do imprevisto” (com Sérgio Abranches e mediação de Marcelo Pimentel Lins)
16h – Café Literário| Pavilhão Azul
Autógrafos no estande da Intrínseca| E13/F14 – Pavilhão Azul

Confira a regras e confirme sua presença

 

testeJenny Han confirmada na Bienal do Livro Rio

A autora da série Para todos os garotos que já amei virá ao Brasil pela primeira vez este ano para participar da XVIII Bienal Internacional do Livro Rio, no dia 2 de setembro. Jenny Han vem celebrar com os leitores brasileiros o lançamento de Agora e para sempre, Lara Jean, desfecho da trilogia que já conquistou mais de 100 mil corações no país.

Para todos os garotos que já amei foi lançado em 2015 e desde então vem encantando os românticos de carteirinha. Queridinha dos blogueiros, a série conta a história de Lara Jean, uma menina doce e tímida que vê sua vida virar de cabeça para baixo quando suas cartas de amor mais secretas são enviadas misteriosamente para os respectivos crushes.

Mais informações sobre o evento com Jenny Han na Bienal do Livro Rio serão divulgadas em breve. Infelizmente, a autora fará uma rápida passagem pelo Brasil e não há previsão de eventos em outras cidades.

testeOs melhores momentos de Jojo Moyes no Brasil

Apesar de ter ficado apenas três dias no Brasil, Jojo Moyes conquistou os leitores com seu jeito meigo, simpático e britânico de ser! Além do talento para criar histórias emocionantes, ela nos mostrou que tem bom humor e que pode até arriscar algumas palavras em português!

Confira algumas razões pelas quais não esqueceremos tão cedo a passagem da autora:

1- Ela declarou que nunca foi tão beijada como no Brasil. Nem em mais de VINTE ANOS de casamento!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2- Começou a amar o Rio de Janeiro nos primeiros minutos na cidade.

 

Okay, Rio. You win at views.

Uma publicação compartilhada por Jojo Moyes (@jojomoyesofficial) em

3- Disse que não existem leitores mais carinhosos do que os brasileiros! Em apenas uma sessão de autógrafos em São Paulo, ela ganhou mais presentes do que em todas as sessões de que já participou na Inglaterra!

4- Confessou que chorou por quatro dias seguidos após escrever a carta de Will para Lou em Como eu era antes de você. Vocês achavam que eram #diferentões por terem usado mais de cem lencinhos?

 

5- Revelou que gostaria de ser amiga de Jessie, de Um mais um, porque acredita que é a personagem mais legal de todas!

 

 

6- Informou que os livros Um mais um e o conto Paris para um virarão filmes em breve!

 

7- Ficou emocionada quando viu as leitoras vestidas com a meia-calça de Lou na sessão de autógrafos. Jojo contou que já teve uma meia de abelhinha quando era mais nova!

 

Thanks to everyone who came to @saraivaonline in Sao Paolo tonight. Loved those stripy tights…. (photo by the amazing @cionajk)

Uma publicação compartilhada por Jojo Moyes (@jojomoyesofficial) em

 

8- Em São Paulo, Jojo Moyes ficou em dúvida se estava vivendo uma cena do filme Cães de Aluguel ou sendo acompanhada por seguranças depois de furtar uma loja!

 

So tonight was a bit Reservoir Dogs… thank you @saraivaonline for an amazing event in Sao Paolo.

Uma publicação compartilhada por Jojo Moyes (@jojomoyesofficial) em

=> Confira as fotos da sessão de autógrafos em São Paulo!

testeO campeão voltou

Adriano de Souza (Fonte)

Chegou a hora. Nos próximos dias, o Rio de Janeiro se tornará novamente a capital mundial do surfe. Depois de três etapas disputadas na Austrália, os melhores surfistas do mundo, com destaque para Adriano de Souza e os demais brasileiros, desembarcam por aqui esta semana. De 9 a 20 deste mês, a trupe estará em Saquarema para uma nova etapa do Circuito Mundial, num momento muito bom para o surfe nacional. Desde que Adriano, o Mineirinho, conquistou vaga na elite do esporte, em 2006, o Brasil deu um salto de qualidade tão grande nas ondas que a imprensa americana criou o termo Brazilian Storm para definir o fenômeno. A saga de Adriano, contada no livro Como se tornar um campeão, marca o início da Tempestade Brasileira. Campeão mundial em 2015, ele é o líder dessa geração de ouro que tem estrelas como Gabriel Medina, Filipe Toledo, e que não para de produzir novos atletas.

Adriano desembarca em Saquarema como o brasileiro mais bem colocado no ranking e continua firme na luta pelo título mundial de 2017. No momento, é o quarto, atrás do havaiano John John Florence, do sul-africano Jordy Smith e do australiano Owen Wright. E Mineirinho está em plena forma. Acabou de disputar um torneio em Bali, onde terminou em terceiro lugar, dando show. Conquistou duas notas 10 numa das baterias e deixou claro que pretende brilhar no Brasil.

O surfe nacional vive a explosão de uma geração bem-sucedida. Com dois campeões mundiais no currículo (Medina e Adriano) e outros sete atletas entre os 32 do Circuito Mundial, o Brasil passou a ser respeitado num esporte dominado por americanos, havaianos e australianos. Não é pouca coisa. Quando Adriano chegou à elite, havia certo preconceito em relação aos brasileiros. Os gringos achavam nossos surfistas muito barulhentos. Alguns não falavam muito bem inglês, a língua oficial do circuito. Outros se envolveram em brigas em praias havaianas. Adriano sentiu a tensão no ar e quis construir uma nova imagem, exigindo respeito pelo seu talento e pela sua estratégia de competidor. As disputas no mar ficam no mar. Fora da água, sempre foi humilde e companheiro, comportamento que o tornou grande amigo de ídolos como o australiano Mick Fanning.

Quando a garotada brasileira chegou ao circuito, viu em Adriano um modelo a ser seguido. Viraram um time: andam juntos nas competições, divertem-se juntos, torcem um pelo outro. O comportamento desse Time Brasil foi a novidade que chamou a atenção do mundo do surfe. Os meninos têm sede de vitória, e ganhar no Rio tem um gosto especial. Por isso, em Saquarema, o sonho deles é levantar o título de campeão da etapa brasileira do circuito, como Adriano fez em 2011. Diante de uma multidão de fãs, na praia da Barra, no Rio, ele derrotou o australiano Taj Burrow na final e venceu a etapa. Na praia lotada, ao som dos gritos de “Mineiro, Mineiro”, ele chorou. Com a vitória, assumira a liderança do torneio. Era a primeira vez que um brasileiro chegava lá. O caminho estava aberto para novas e grandes conquistas.