testeSérie inspirada em Quem é você, Alasca? ganha data de estreia

Estamos SURTANDO com essa notícia! A série inspirada em Quem é você, Alasca?, grande sucesso de John Green, está chegando! Produzida pela plataforma de streaming Hulu, a história completa de Miles e Alasca chega dia 18 de outubro, com oito episódios.

Estrelada por Kristine Froseth (de Sierra Burgess é uma Loser) e Charlie Plummer, a adaptação está sendo produzida por Stephanie Savage e Josh Schwartz, que trabalharam juntos em Gossip Girl, e também por nosso querido Green.

Quem é você, Alasca? conta a história de Miles Halter, um adolescente cansado de sua vida sem graça. Em busca de um Grande Talvez, ele se matricula no internato Culver Creek, onde conhece Alasca Young. Inteligente, engraçada e enigmática, a menina vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez. Depois de Alasca, nada mais será o mesmo.

Para nos deixar ainda mais ansiosos para outubro, os atores da série compartilharam em suas redes sociais muitas fotos dos bastidores da produção! Confira:

 

Estão preparados?

testeNovos atores são escalados para a adaptação de Quem é você, Alasca?

Após definirem Kristine Froseth (de Sierra Burgess é uma Loser) e Charlie Plummer como os protagonistas da adaptação, chegou o momento de conhecermos os outros integrantes do elenco de Quem é você, Alasca?.

A minissérie, que será exibida pelo serviço de streaming Hulu, terá oito episódios e ainda não tem data de estreia definida. Contudo, já sabemos que a produção tem tudo para ser incrível. Acompanhando Kristine e Charlie na tão aguardada adaptação do sucesso de John Green estão: Denny Love (Empire) como Chip “Coronel” Martin, Sofia Vassillieva (Uma Prova de Amor) como Lara, Jay Lee (American Vandal) como Takumi, , Uriah Shelton (13 Reasons Why) como Longwell, Landry Bender (Fuller House) como Sara e Jordan Connor (Riverdale) no papel de Kevin.

Na trama, Miles Halter (Charlie Plummer) é um adolescente cansado de sua vida sem graça na Flórida. Com sua peculiar mania de memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história, o garoto decide partir em busca de um “Grande Talvez” – últimas palavras de François Rabelais, um escritor do século XV.

Em sua pequena aventura, Miles faz as malas e se matricula no internato Culver Creek, onde conhece a enigmática Alasca Young. Inteligente, engraçada e louca, Alasca vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez. Depois de Alasca, a vida do jovem Miles muda para sempre.

A série está sendo produzida por Josh Schwartz, criador de The O.C., John Green, Jessica Tuchinsky (500 dias com ela)Mark Waters (Meninas Malvadas) e Marty Bowen (A Culpa É Das Estrelas).

testeA adaptação de “Tartarugas até lá embaixo” encontrou sua diretora!

A Fox 2000 acabou de anunciar que Hannah Marks, atriz que interpretou Amanda Brotzman na série Dirk Gently’s Holistic Detective Agency, da Netflix, será a diretora da adaptação cinematográfica de Tartarugas até lá embaixo, o mais recente livro de John Green.

O roteiro está nas mãos de Elizabeth Berger e Isaac Aptaker, responsáveis pela adaptação de Com amor, Simon e por alguns episódios da série This is Us.

John Green é produtor-executivo junto com Rosianna Halse Roja, que também cuidou de A Culpa é das Estrelas e Cidades de Papel.

Só lembrando que um dos maiores sucessos de Green, Quem é você, Alasca?, também vai virar uma série produzida pelo Hulu e já escalou seus protagonistas.

testeSorteio Instagram – John Green [encerrado]

Vamos sortear 3 exemplares dos livros do nosso amado John Green! 

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 19 de novembro, segunda-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte!

testeSorteio Twitter – John Green [Encerrado]

Vamos sortear 3 exemplares dos livros do nosso amado John Green! 

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Twitter PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Twitter,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 19 de novembro, segunda-feira, em nosso perfil no Twitter. Boa sorte!

testeAdaptação de “Quem é você, Alasca?” encontra seus protagonistas

 

Está acontecendo!

John Green anunciou em suas redes sociais o nome dos atores que vão interpretar os personagens principais de seu primeiro romance Quem é você, Alasca?. Os escolhidos foram Kristine Froseth (de Sierra Burgess é uma Loser) e Charlie Plummer, que, inclusive, são grandes fãs do livro.

O autor disse estar muito feliz pela escalação e por ver a minissérie sair do papel.

 

 

No livro, Miles Halter leva uma vida sem graça e sem muitas emoções na Flórida. O garoto tem um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história, e uma dessas personalidades, François Rabelais, um escritor do século XV, disse no leito de morte que ia em “busca de um Grande Talvez”.

Para não ter que esperar o próprio fim para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir para um internato no Alabama, onde conhece Alasca Young. Inteligente, engraçada, louca e enigmática, Alasca vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez.

Quem é você, Alasca? será uma minissérie de oito episódios exibida pelo serviço de streaming Hulu. Ainda não há previsão de estreia.

 

O que acharam da novidade?

 

 

testeEu, John Green e os infinitos dentro de nós

Por Leticia Vallecilo*

Existem histórias que passam rápido, outras que ficam por um tempo, mas tem aquelas que nunca realmente vão embora, que nos acompanham desde a primeira leitura até as adaptações cinematográficas e que nos deixam morrendo de vontade de ler todos os livros do autor. Certa vez, um escritor entrou na minha vida em forma de metáforas, amor e lágrimas, and this, kids, is How I Met John Green (caso não tenha entendido a referência, deixarei um texto para você nas sugestões lá no final).   

Se alguém me pergunta por que ler um livro do John Green, a resposta vem fácil: porque ter um livro dele nas mãos é como estar com um amigo. Eles te fazem rir, emocionam, fazem o tempo passar mais rápido naqueles momentos chatos, ensinam lições importantes, mostram pontos de vista diferentes e, quando você termina, quando finalmente precisa deixá-los, a vontade que fica é de abraçá-los com força e não largar nunca mais. Mas, como acontece com todo bom amigo, os anos de distância não diminuem o sentimento.

Eu tinha 18 anos, fazia faculdade do outro lado da cidade e passava muita raiva nos transportes públicos quando decidi que era hora de trazer Hazel Grace e Augustus Waters para me ajudarem a enfrentar essa odisseia diária. Eu posso até não lembrar o que jantei ontem ou quem disputou a semifinal da Copa do Mundo, mas é impossível esquecer onde estava quando a cena da capela me fez chorar compulsivamente em público. “POR QUE FAZ ISSO COMIGO?”, pensei, em caps lock. “Sabe de nada, inocente”, respondeu a versão imaginada do John Green na minha cabeça. 

As cento e vinte três caixas de lenços de papel foram só uma amostra do novo mundo que se abriria para mim, e não demorou muito para que eu desse gargalhadas com o Colin de O teorema Katherine (que tem uma habilidade sobre-humana de se apaixonar por meninas chamadas Katherine). Alguns anos depois, esbarrei com uma edição de Cidades de papel na estante da casa de uma prima. Eu pedi umas quarenta vezes, o que pode ou não ter envolvido tentativas de chantagem emocional, mas ela não quis me emprestar, porque era o “xodó” dela. Não teve jeito, eu precisei seguir a vida me contentando em assistir à adaptação de A culpa é das estrelas (e chorar nas mesmas cenas) mais um milhão de vezes e em ver a Cara Delevingne sendo linda no filme inspirado em Cidades de papel.

Foi aí que eu entrei na Intrínseca e Quem é você, Alasca? logo cruzou o meu caminho. Uma ida de ônibus para São Paulo e eu já estava arrebatada: nossa, que história! (Muitas pessoas me diziam que Alasca era melhor que Culpa, mas, como uma cinéfila que não consegue escolher entre Titanic e E.T., recomendo que leiam os dois.) Pouco mais de um ano depois, recebemos o grande e esperado lançamento do autor, Tartarugas até lá embaixo (que eu li antes da minha prima porque o mundo dá voltas), e é obvio que após tantos livros e filmes inspirados nas obras dele eu já era uma fã de carteirinha (ou Nerdfighter, if you know what i mean).

De todos os livros do John Green, Tartarugas foi o único com o qual tive a oportunidade de trabalhar no departamento de marketing. Foi uma sensação totalmente diferente, porque me apaixonar pela Aza junto com tantos leitores tornou essa história ainda mais especial. Se tinha algo que faltava para o John marcar um “J” no meu coração, agora está tudo mais que completo. E, embora seja difícil encontrar quem veja o mesmo mundo que o meu, graças a ele eu encontrei milhares.

Por isso digo que os livros do John são aqueles amigos que ficam para sempre. Faz cinco anos desde que aprendi que “Alguns infinitos são maiores que outros”, e, mesmo depois de tanto tempo, de conhecer a complexidade da Alasca, de rir com as confusões do Colin, de explorar os mistérios da Margo e de mergulhar nos pensamentos da Aza, aqueles Hazel e Gus do primeiro livro estarão sempre convidados para cruzar a cidade — e a vida — junto comigo, porque o nosso infinito é maior que aquele entre 0,1 e 1.000.000.

P.S.: Todas as referências de Cidades de papel deste texto foram baseadas no filme, pois apesar dos anos e das voltas do universo, Julia jamais me emprestou seu exemplar.

Leticia Vallecilo tem uma prima egoísta, já assistiu a How I Met Your Mother quatro vezes e felizmente não precisa mais cruzar a cidade todos os dias.

teste“Quem é você, Alasca?” vai virar série

A plataforma de streaming Hulu anunciou que vai adaptar Quem é você, Alasca? para uma minissérie de oito episódios, ainda sem data de estreia prevista. Josh Schwartz, criador de Gossip Girl e The O.C., será o produtor executivo.

O livro de John Green conta a história de Miles Halter, um adolescente cansado de sua vida sem graça. Em busca de um Grande Talvez, ele se matricula no internato Culver Creek, onde conhece Alasca Young. Inteligente, engraçada, enigmática e incrivelmente sexy, a menina vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez. Depois de Alasca, nada mais será o mesmo.

Quem é você, Alasca? foi lançado pela Intrínseca em 2014 e ganhou uma edição especial em 2015. Os fãs de Alasca também vão se apaixonar pelo livro mais recente de John Green, Tartarugas até lá embaixo, que também tem filme confirmado pela Fox. 

O primeiro livro do autor a ser adaptado para as telas foi A Culpa é das Estrelas, em 2014. O filme se tornou um fenômeno mundial e transformou Shailene Woodley e Ansel Elgort em grandes estrelas. Em 2015, Cidades de Papel teve estreia mundial no Brasil e contou com a presença do próprio John Green! Protagonizado por Nat Wolff e Cara Delevingne, o longa arrecadou 85,4 milhões de dólares no mundo todo.

 

testeOuça a playlist de Tartarugas até lá embaixo, de John Green

Nosso queridinho John Green, autor de A culpa é das estrelas, está de volta com mais um livro para nos deixar sem chão! Agora, o autor nos presenteia com uma heroína que precisa enfrentar uma batalha contra os próprios pensamentos.

Tartarugas até lá embaixo começa com uma investigação sobre o sumiço de um bilionário, mas na verdade nos apresenta uma história tocante de um forte laço de amizade capaz de durar a vida toda e da coragem de uma garota para enfrentar sua maior fragilidade: ela mesma.

Depois que John Green divulgou em seu perfil no Twitter uma playlist inspirada no livro, a gente se animou por aqui e criou uma para você ouvir durante a sua leitura! Esperamos que essas músicas aproximem você dessa personagem tão peculiar e apaixonante.

Ouça agora: 

testeVocê conhece os livros de John Green?

Depois de seis anos de espera, John Green está de volta com Tartarugas até lá embaixo.  Como a ansiedade para conhecer a nova obra está grande, preparamos um quiz com as frases mais marcantes do autor.

Será que você realmente conhece os livros de John Green? Faça o teste e descubra se a sua memória está boa!