teste12 playlists para 12 livros do intrínsecos

Uma playlist serve para muitas coisas: alegrar dias tristes, nos distrair em longas viagens, animar todo mundo antes de uma festa ou nos fazer cantar a plenos pulmões com os amigos. Existem mil e uma formas de criar a playlist perfeita para cada situação.

Para os livros não é diferente, cada um pede um estilo único, e as músicas ajudam a dar o tom da história e a entrar no clima. Por isso, criamos uma playlist para cada livro já enviado no intrínsecos, o clube do livro da Intrínseca. Temáticas e às vezes colaborativas, elas são ótimas para escutar antes, durante ou depois de cada leitura.

Se você ainda não faz parte do clube, corra! A caixa de setembro terá o novo livro de Jojo Moyes antes do lançamento mundial. Sim, os intrínsecos serão os primeiros leitores do mundo inteiro a receber Um caminho para a liberdade, uma história emocionante sobre cinco mulheres lutando contra o preconceito de sua pequena cidade para defender os livros que amam. Além do novo romance da autora de Como eu era antes de você, a caixa terá também um livro-presente extra surpresa em formato diferente.

 

1. O desaparecimento de Stephanie Mailer, de Joël Dicker

Na grande estreia do nosso clube, os leitores receberam uma história cheia de segredos, intrigas e personagens duvidosos: O desaparecimento de Stephanie Mailer! Um romance policial incrível, que mistura passado e presente, explorando uma investigação que precisa ser reaberta depois de vinte anos. Por isso, pegue carona na viatura dos policiais Jesse Rosenberg e Derek Scott, e curta o som dos anos 1990.

 

 

2. Os prós e os contras de nunca esquecer, de Val Emmich

A história enviada em novembro de 2018 acompanha Joan Lennon, uma menina com uma síndrome rara. Todas as pequenas coisas que acontecem e vamos aos poucos esquecendo são, para ela, lembranças eternas e detalhadas. Seu nome não é pura coincidência, sua paixão por Beatles é herdada do pai, um músico que nunca chegou a fazer sucesso. Impulsionada pelo desejo de nunca ser esquecida, Joan decide participar de um concurso cultural “O Próximo Grande Compositor” e, com a ajuda de Gavin, um amigo dos pais que acaba de perder o marido e deseja esquecer todos os momentos que passou com ele, Joan tentará criar a próxima grande música da história.

Por sua história e mensagem, esse é o livro perfeito para se criar uma playlist inspirada!

 

 

3. O construtor de pontes, de Markus Zusak

Desde A menina que roubava livros, os fãs de Markus Zusak aguardavam ansiosos a nova obra do autor. E nada melhor do que levar até vocês essa obra tão esperada no mês em que comemoramos o aniversário de 15 anos da Intrínseca.

Na história, os cinco irmãos Dunbar vivem sozinhos após a morte da mãe, Penny, e o abandono do pai, Michael. Até que o patriarca volta com um pedido inusitado. Ele quer ajuda para construir uma ponte, e apenas Clay, o quarto dos meninos, aceita ajudá-lo. Com uma linguagem poética e imersiva, conhecemos todos os percalços da família, os momentos que os uniram e que os separaram. Em homenagem a essa trama arrebatadora, selecionamos algumas músicas que farão você se sentir na casa dos Dunbar, com direito a melodias românticas que combinam com o casal Michael e Penny em seus primeiros anos de casados. 

 

 

4. O caso da Mansão Deboën, de Edgar Cantero

Quatro amigos detetives, uma mansão assombrada e um mistério que os persegue ainda adultos. Anos após o Clube dos Detetives de Blyton resolverem seu último caso, o grupo se vê preso em um caos insuportável e decide voltar para onde tudo começou a dar errado. Para embalar esse horror cômico, perguntamos aos leitores qual música eles escolheriam para uma roadtrip com destino a uma ilha amaldiçoada. As respostas foram incríveis e deram origem a playlist 004:

 

 

5. Nove desconhecidos, de Liane Moriarty

Nove pessoas se hospedam em um spa isolado, sem acesso à internet ou telefone. Com questões familiares, desilusões amorosas, problemas profissionais e crises de autoimagem, todos precisam mudar de vida. Mas a diretora do lugar, uma mulher misteriosa que parece saber mais sobre os hóspedes do que seria normal, tem planos nada convencionais para fazer isso acontecer.

Pedimos aos leitores sugestões de músicas para ouvir quando queremos um novo começo e criamos uma playlist inspiradora para entrar no clima do livro intrínsecos de fevereiro.

 

 

6. O que aconteceu com Annie, de C. J. Tudor

Em 1992, uma criança some sem deixar vestígios e retorna dois dias depois, mas ela não se parece em nada com a doce irmã mais nova que Joe conhecia. Aparentemente, algo sobrenatural tomou conta de seu corpo. Vinte e cinco anos depois, parece que está acontecendo de novo, e Joe retorna à sua cidade natal para desenterrar um passado que preferia esquecer. Pensando nisso, montamos uma playlist para acompanhar nosso protagonista nessa assustadora jornada de volta para os anos 1990.

 

 

7. Ponti, de Sharlene Teo

Em abril, o livro do intrínsecos levou os leitores para Cingapura, uma região caracterizada por paisagens exóticas e contrastes culturais, e os apresentou a três décadas da relação conturbada de Szu, Amisa e Circe. Pedimos indicações de músicas de países da Ásia e criamos uma playlist incrível:

 

 

8. Um lugar bem longe daqui, de Delia Owens

Kya Clark é uma jovem que cresce praticamente sozinha nas áreas alagadiças de uma pequena cidade costeira durante os anos 1950. Abandonada pela mãe, e depois pelos irmãos, Kya cresce na companhia negligente e por vezes selvagem do pai, que também acaba indo embora. Forçada a cuidar de si mesma, sem frequentar a escola e sofrendo preconceito da cidade por ser “selvagem”, ela encontra na natureza sua única companhia. Quando nos sentimos abandonados, o melhor que podemos fazer é colocar o som o mais alto possível enquanto nos recuperamos. Pensando nisso, os leitores nos deram indicações de músicas para quando estamos nos sentindo sozinhos! 

 

 

9. Daqui pra baixo, de Jason Reynolds

Aos 15 anos, Will precisa decidir se vai vingar a morte do irmão e seguir as regras de sua comunidade ou se vai tentar quebrar o ciclo de violência que cerca seu cotidiano. Em 67 segundos, o tempo em que o elevador demora para chegar ao térreo, ele precisará decidir que caminho seguir. A black music é uma grande inspiração tanto para os personagens quanto para as rimas dessa prosa em versos. O autor, inclusive, admira artistas como Queen Latifah, Biggie e Tupac. Pedimos ajuda aos leitores e criamos uma playlist só com artistas negros.

 

 

10. Pátria, Fernando Aramburu

No norte da Espanha, na região basca, duas famílias são colocadas uma contra a outra por causa da violência do grupo terrorista ETA. Enquanto o marido de Bittori é marcado para morrer, Miren se radicaliza ao ver um de seus filhos entrando para o grupo separatista. Anos depois, com o fim da luta armada, as mulheres precisam fazer um acerto de contas com o passado. Essa saga familiar com personagens complexos e uma trama turbulenta merecia uma playlist com um toque de drama. Aproveite:

 

 

11. Intrínsecos 011

 Quatro mulheres descobrem que seu chefe pode ser o próximo CEO da empresa em que trabalham. Existem rumores sobre comportamento inadequado dele com outras funcionárias – e elas sabem que não são apenas fofocas –, mas os homens parecem não dar atenção. Quando uma misteriosa morte assola os corredores da empresa, tudo muda. Pensando nos mistérios dessa trama, criamos uma playlist com músicas que escondem segredos em suas letras. Não deixe nenhum detalhe escapar:

 

 

12. Um caminho para a liberdade, de Jojo Moyes

 Comemorando o primeiro aniversário do clube intrínsecos, a caixa de setembro trará o novo livro de Jojo Moyes, autora de Como eu era antes de você, antes mesmo do lançamento mundial!

Em Um caminho para a liberdade, cinco mulheres vão enfrentar uma cidade inteira por amor aos livros. Na década de 1930, elas lideram uma biblioteca itinerante e desafiam o status quo da época, administrando o projeto e levando conhecimento para a população. Nessa jornada, as mulheres conhecem o poder da amizade e experimentam a liberdade que lhes é negada nessa sociedade patriarcal. Fizemos uma playlist pensando na força e na resiliência dessas mulheres:

 

Para receber essa história na sua casa antes do mundo inteiro, assine o clube intrínsecos até 1o de setembro e ganhe também um livro-presente extra surpresa! Você vai receber histórias incríveis todo mês, ter acesso a eventos exclusivos e saber das novidades da Intrínseca em primeira mão. <3

testeOuça a playlist de Trilogia Verão, de Jenny Han

Muito romance, calor e praia! O verão deu as caras e trouxe novidades maravilhosas: chegou às livrarias a Trilogia Verão, da nossa querida autora Jenny Han. Em O verão que mudou minha vida, Sem você não é verão e Sempre teremos o verão, acompanhamos Belly, Conrad e Jeremiah e todas as férias inesquecíveis na casa de praia de Cousins Beach.

Para acompanhar a leitura dessa história ensolarada, fizemos uma playlist especial com as melhores músicas do verão! Boa leitura!

testePlaylist de Leah fora de sintonia, a sequência de Com amor, Simon

Em Leah fora de sintonia, vamos mergulhar no mundo da melhor amiga de Simon. Leah é bissexual, com personalidade forte e encantadora e é baterista em uma banda só de garotas. Ela também é conhecida por ser a dona das melhores playlists.

Na sequência de Com amor, Simon, Becky Albertalli nos ensina grandes lições sobre aceitação e amizade. Leah se tornou uma inspiração para todos nós, e, pensando nisso, queremos homenageá-la com uma playlist cheia de artistas e músicas poderosas que representam tudo o que ela é. E, é claro que nessa seleção não poderia faltar a música que Leah tanto ama odiar: “Don’t Stop Believin’”, do Journey.

Entre no mundo fora de sintonia de Leah:

testePlaylist aquática de “A forma da água”

A água pode assumir vários formatos: lagos, lagoas, cachoeiras, chuvas, mares e oceanos. No novo trabalho de Guillermo del Toro e Daniel Kraus, a água vem em forma de amor.

Das profundezas do rio amazônico, o deus Brânquia é capturado por Richard Strickland, um oficial dos Estados Unidos, para aumentar a potência militar do país, em plena Guerra Fria. O homem-peixe representa para Strickland a selvageria, a insipidez, o homem que ele próprio se tornou – e quem detesta ser. Para Elisa Esposito, uma das faxineiras do centro de pesquisas para o qual o deus Brânquia é levado, a criatura representa a esperança, a salvação para sua vida monótona cercada de silêncio e invisibilidade.

Mistura bem dosada de conto de fadas, terror e suspense, A forma da água traz o estilo inconfundível e marcante de Del Toro, numa narrativa que se expande no filme homônimo, vencedor do Leão de Ouro em 2017 e indicado a 13 categorias do Oscar 2018.

Tomamos um banho de inspiração e criamos uma playlist nesse clima bem aquático (sempre abusando dos trocadilhos, é claro!). Respirem fundo e venham se banhar com a gente!

testeOuça a playlist de Me chame pelo seu nome

Me chame pelo seu nome conquista fãs por onde passa. O livro de André Aciman que narra todas as fases do primeiro amor inspirou o filme de Luca Guadagnino. O longa já recebeu prêmios em vários festivais internacionais, inclusive o de melhor filme no Gotham Awards.

Elio passa seus verões com os pais no norte da Itália, onde conhece Oliver, um acadêmico que se hospeda na casa da família para trabalhar em seu livro. O que se passa nas seis semanas em que os jovens convivem é não só um processo de descoberta, mas o florescer das mais intensas emoções do primeiro amor. A delicadeza e precisão do autor ao descrever o turbilhão de sentimentos que atormentam Elio deixam a narrativa ainda mais sedutora.

Pensando nisso, fizemos uma playlist especial para você ouvir (e chorar) enquanto devora o livro. Ouça agora:

 

Me chame pelo seu nome já está disponível nas livrarias!

testePlaylist inspirada em “Mindhunter”

 

Ted Bundy, Son of Sam, Charles Manson… Alguns dos casos mais desafiadores e chocantes narrados em Mindhunter, livro que originou a série da Netflix, se tornaram tão icônicos que renderam vários filmes, documentários, séries e ganharam versões nas vozes de diferentes artistas e bandas.

Confira nossa playlist com músicas que falam sobre esses casos sinistros aqui!

testePlaylist de Agora e para sempre, Lara Jean

Assim como os dois primeiros livros, Agora e para sempre, Lara Jean, desfecho final da série Para todos os garotos que já amei, também tem muitos cookies, músicas e filmes — tudo que a nossa encantadora personagem mais gosta. No terceiro livro, Lara Jean está apaixonadíssima pelo namorado, Peter, tem planos para o seu baile de formatura e ainda está organizando o casamento do pai.

 

 

Como são muitos acontecimentos importantes na vida de Lara Jean, Jenny Han não deixou de incluir boas músicas para embalar a história. Por isso resolvemos criar uma playlist, que você pode ouvir inteirinha no Spotify!

testeOuça a playlist de Tartarugas até lá embaixo, de John Green

Nosso queridinho John Green, autor de A culpa é das estrelas, está de volta com mais um livro para nos deixar sem chão! Agora, o autor nos presenteia com uma heroína que precisa enfrentar uma batalha contra os próprios pensamentos.

Tartarugas até lá embaixo começa com uma investigação sobre o sumiço de um bilionário, mas na verdade nos apresenta uma história tocante de um forte laço de amizade capaz de durar a vida toda e da coragem de uma garota para enfrentar sua maior fragilidade: ela mesma.

Depois que John Green divulgou em seu perfil no Twitter uma playlist inspirada no livro, a gente se animou por aqui e criou uma para você ouvir durante a sua leitura! Esperamos que essas músicas aproximem você dessa personagem tão peculiar e apaixonante.

Ouça agora: 

testeA incrível playlist de Big Little Lies

O elenco de Big Little Lies, série inspirada no romance Pequenas grandes mentiras, de Liane Moriarty, chamou a atenção logo quando foi anunciado. Com Nicole Kidman, Reese Witherspoon e Shailene Woodley nos papéis das protagonistas da história, a adaptação já tinha tudo para conquistar o público. Porém ninguém imaginava que a trilha sonora também ganharia notoriedade.

O diretor Jean-Marc Vallée e a supervisora Sue Jacobs criaram uma identidade musical que garante a tensão de cada episódio. “Big Little Lies é sombria e tem uma história muito pesada, por mais que na superfície tudo pareça muito bonito. A maneira como a câmera se move e como a música se molda através dela é nada mais que usar a própria música como recurso narrativo”, contou em Sue.

Alabama Shakes, Leon Bridges, Villagers, Sade, Frank Ocean, Elvis Presley, Charles Bradley foram alguns dos escolhidos para embalar a série sobre três mulheres que aparentemente têm uma vida perfeita em uma pequena cidade litorânea.

Escute a playlist:

teste[SOM PAULO]

Amanhã, 25 de janeiro, São Paulo festejará seus 463 anos. Ontem, 23 de janeiro, comemorei meu primeiro ano como habitante da cidade mais plural da América do Sul, quiçá do mundo. Além do ruído constante das suas buzinas e do som ansioso dos seus milhões de passos apressados, o coração econômico do Brasil também pulsa sensibilidade. Como novo morador, resolvi criar uma seleção de músicas que traduzem um pouco do que é essa São Paulo. Ah, e já que a cidade é uma mistura cultural, minha sugestão é ouvir no modo shuffle (aleatório), sem passar de faixa. Tem rap, tem seresta, tem punk, tem rock, tem samba, tem pop, tem poesia musicada. 

Aperta o play!