testeESTANTE INTRÍNSECA – LANÇAMENTOS DE FEVEREIRO

Lançamentos de fevereiro

6/02 – O fio, Victoria Hislop — Tessalônica, 1917. No momento do nascimento de Dimitri Komninos, o fogo devasta a cidade multicultural onde cristãos, judeus e muçulmanos convivem. Cinco anos depois, a jovem Katerina foge para a Grécia quando sua casa na Ásia Menor é destruída pelo exército turco. Ao se perder da mãe em meio ao caos, ela acaba em um navio cujo destino é desconhecido. Desde esse dia, as vidas de Dimitri e Katerina se entrelaçam: entre si e com a história da cidade.

Fruto de uma pesquisa meticulosa, O fio tem como cenário a tortuosa história política da Grécia no século XX. A narrativa emocionante de Victoria Hislop — também autora de A ilha e O retorno — une ficção e história ao contar a saga de duas famílias na segunda maior cidade grega.

9/02 – Extraordinário, R. J. Palacio — Primeiro lugar da lista de best-sellers do The New York Times e eleito um dos melhores títulos YA de 2012 nos Estados Unidos, o premiado livro de estreia da americana R. J. Palacio traz à tona a luta contra o preconceito ao contar a história de August Pullman, um menino de 10 anos que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. Prestes a frequentar a escola pela primeira vez, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Para espalhar essa mensagem de aceitação, Palacio iniciou uma campanha antibullying no site www.choosekind.tumblr.com.

Leia também: trecho de O extraordinário.
Mensagens extraordinárias: a história real de Jono Lancaster

20/2 – No escuro, Elizabeth Haynes – Quando Catherine conhece Lee, acredita ter encontrado o homem de seus sonhos. Com o tempo, porém, esse homem maravilhoso revela-se extremamente ciumento e controlador. Amedrontada, ela tenta terminar o relacionamento, mas, ao pedir ajuda aos amigos, descobre que ninguém acredita nela.

Quatro anos mais tarde, Lee está na prisão e Catherine, agora Cathy, tenta reconstruir a vida em outra cidade, mas o trauma infligido pelo ex-namorado a transformou em uma pessoa bem diferente. Vencedor do prêmio Amazon Rising Stars em 2001, o thriller arrebatador de Elizabeth Haynes é um retrato ousado da obsessão.

28/02 – A vida sem doenças, Dr. David B. Agus – Um dos oncologistas mais conhecidos dos Estados Unidos, David B. Agus preside o Conselho de Genética da Agenda Global, do Fórum Econômico Mundial, e é professor da Universidade do Sul da Califórnia. Em A vida sem doenças, ele defende a transferência da ênfase do diagnóstico para a prevenção e uma visão sistêmica do corpo humano, que aponta o caminho para um futuro sem doenças, em que cada indivíduo possa participar ativamente da administração da sua própria saúde.

Com dicas simples e eficientes para aprimorar a qualidade de vida, o livro contém ainda um guia com tudo que se deve perguntar em uma consulta médica.

Ficção para jovens

27/02 – A Torre Invisível, de Nils Johnson-Shelton (Série Crônicas do Outro Mundo, Vol. 1) – No mundo que conhecemos, onde vive o garoto Artie Kingfisher, magos chamados Merlin, dragões que soltam fogo e espadas mágicas existem apenas em lendas e contos de fadas. Isso, porém, muda completamente no dia em que ele começa a receber mensagens saídas de seu jogo de videogame favorito, chamado Outro Mundo.

Pistas misteriosas levam Artie até uma loja estranha, A Torre Invisível, e lá ele descobre que é o sucessor do lendário rei Arthur e embarca em uma jornada digna dos cavaleiros da Távola Redonda para terminar a missão capaz de salvar este e o outro universo.

 

testeThe National Book Awards: Cinquenta tons de cinza é eleita a melhor ficção popular do ano

Mais um prêmio para E L James: Cinquenta tons de cinza foi eleita a melhor ficção popular do ano pela National Book Foundation, que prestigia o melhor da indústria editorial britânica. Entre as obras finalistas da categoria, duas serão lançadas em 2013 pela Intrínseca, The Thread, de Victoria Hislop — autora dos já publicados A ilha e O retorno —, e Me Before You, de Jojo Moyes — autora de A última carta de amor.

Na semana passada, E L James recebeu o título de personalidade editorial do ano pela Publishers Weekly — é a primeira vez que um autor é escolhido.

Leia também: a Intrínseca entre os melhores do ano

Vencedores do Goodreads Choice Awards 2012: A culpa das estrelas, A marca de Atena, Cinquenta tons de liberdade e Gone Girl

John Green é o autor do ano segundo a EW.com

A culpa das estrelas, de John Green, foi escolhido o melhor livro de ficção de 2012 pela Revista Time

A Intrínseca nos melhores da Amazon  de 2012: A culpa é das estrelas,  A sombra da serpente, The Signal and the Noise, Gone Girl, How Children Succeed: Grit, Curiosity, and the Hidden Power of Character, Days of Blood & Starlight

teste10 SUGESTÕES DE LIVROS PARA A SUA MÃE

Em homenagem ao Dia das Mães, a equipe da editora selecionou algumas sugestões de livros para você acertar em cheio no presente. Afinal, nossas queridas guerreiras merecem um carinho a mais nesta data! Confira a lista abaixo e veja qual deles é a cara da sua mãe:


A última carta de amor
Jojo Moyes

Um livro comovente e irremediavelmente romântico. Ao entrelaçar as histórias de amor e de adultério de duas mulheres — uma jornalista solteira e independente na Londres de hoje e uma dama da sociedade na década de 1960 —, a autora britânica Jojo Moyes reflete sobre as mudanças nos relacionamentos, no comportamento e no papel feminino na sociedade inglesa. Através da perspectiva de diferentes personagens, sua narrativa não linear combina essas duas histórias com dezenas de cartas, redigidas por anônimos e por escritores, e expõe desejos, angústias e frustrações atemporais.

Memórias de um vendedor de mulheres
Giorgio Faletti

Em seu novo thriller, o fenômeno mundial da literatura italiana contemporânea Giorgio Faletti recria as insanas noites milanesas da década de 1970 sob a perspectiva de Bravo, um negociante de mulheres. Entre cabarés e cassinos clandestinos, esse homem enigmático compartilha suas noites em claro com mulheres desesperadas, viciados e membros da máfia. Dotado de avidez, rancor e cinismo, Bravo não questiona seus atos até que eles o levam a viver um pesadelo: ser caçado pela polícia, pelo crime organizado e pelos militantes das Brigadas Vermelhas.

Grito de guerra da mãe-tigre
Amy Chua

Grito de guerra da mãe-tigre é a história incontestavelmente honesta, muitas vezes engraçada e sempre instigante de uma mãe radical. Por se opor de maneira drástica à indulgência dos pais ocidentais, a sino-americana Amy Chua tomou a decisão de criar as filhas à moda chinesa, enfrentando, corajosamente, um amargo choque de culturas.
Sophia e Lulu tiveram aulas de mandarim, exercícios de rapidez de raciocínio e horas diárias de estudos musicais. Os resultados são indiscutíveis: ambas são alunas excepcionais. Entretanto, o preço dessas conquistas é muito alto, e os confrontos generalizados com a rebelde Lulu põem à prova os princípios e os métodos dessa mãe-tigre.

A visita cruel do tempo
Jennifer Egan

Da São Francisco dos anos 1970 à Nova York de um futuro próximo, Jennifer Egan tece uma narrativa caleidoscópica, que alterna vozes e perspectivas, cenários e personagens para contar como os sonhos se constroem e se desfazem ao longo da vida. Vencedor do Pulitzer de Ficção, o livro é composto por histórias curtas — 13 faixas sobre relações familiares, indústria fonográfica, jornalismo de celebridades, efeitos da tecnologia, viagens e a busca por identidade versus o esfacelamento de ideais —, interligadas pelas memórias de um grupo de personagens em diferentes pontos de suas vidas.

Veja os extras de A visita cruel do tempo. 

Por favor, cuide da Mamãe
Kyung-sook Shin

Com Por favor, cuide da Mamãe, a escritora Kyung-sook Shin venceu o Man Asian Literary Prize, o mais prestigioso prêmio destinado a escritores asiáticos, e outros como o Manhae Grand de Literatura, o Dong-in Literary e o francês Prix de l’Inaperçu.
No romance, a moradora de uma aldeia no interior do país e mãe de cinco filhos já crescidos, Park So-nyo, desaparece ao chegar a Seul. Enquanto a procuram pelas ruas da cidade, o marido e os filhos repassam mentalmente tudo o que não disseram a ela.

Magra e poderosa
Rory Freedman e Kim Barnouin

“Leia os ingredientes” é a frase-síntese desse guia que alcançou o primeiro lugar na lista de livros mais vendidos do jornal The New York Times. Repetido inúmeras vezes ao longo das páginas, o bordão incita as leitoras a examinarem os rótulos dos alimentos e, sobretudo, a compreendê-los. Por trás do sabor e da mística da gastronomia convencional, estão pequenos venenos embutidos que não são apenas nocivos, mas engordam.
O livro traz um corajoso tom de manifesto, ancorado em argumentação consistente e pesquisa incansável, sem deixar de lado o bom humor.

O mundo pós-aniversário
Lionel Shriver

O mundo pós-aniversário aborda o relacionamento aparentemente sólido de um casal de americanos radicado em Londres. Ele é um disciplinado pesquisador de um instituto de estudos estratégicos; ela, uma acomodada ilustradora de livros que depara com uma vontade incontrolável de beijar outro homem: um velho amigo do casal, impetuoso jogador de sinuca que figura no topo do ranking do esporte, um dos mais populares entre os britânicos.
Escrito com a sutileza e a sagacidade que são as marcas registradas da obra de Lionel Shriver, o livro é um apelo para aquele “talvez” que intriga e provoca todos nós.

Um dia
David Nicholls

Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida. O longa-metragem, baseado no romance homônimo de David Nicholls, é estrelado por Anne Hathaway e Jim Sturgess.

Nove plantas do desejo e a flor de estufa
Margot Berwin

Lila Nova recupera-se de um divórcio doloroso quando percebe que sua vida é igual à sua casa: comum, nova e vazia. Mas quando conhece o belo vendedor de plantas, um mundo todo novo se revela. Ela resolve abandonar seu “mantra pessoal” — nada de animais de estimação, nada de gente, nada de problemas — e embarca numa viagem pelas florestas de Yucatán atrás de nove plantas místicas.
Sozinha na selva, é obrigada a aprender mais do que possa ter sonhado sobre si mesma. Uma empolgante viagem sobre amor e autoconhecimento, que alia mistério, aventura, e excitação, em todos os sentidos possíveis.

O retorno
Victoria Hislop

Quando o passado retorna ao presente, o futuro se torna ainda mais imprevisível. E, nesse livro, redentor. Sonia Cameron está na Espanha para comemorar com aulas de flamenco o aniversário de 35 anos da melhor amiga. Sua intenção é apenas dançar e se divertir. Em Londres, deixou a aridez, as exigências do cotidiano e um casamento em crise.
Em um café sossegado de Granada, contudo, uma conversa com o proprietário e uma intrigante coleção de fotografias antigas a atraem para a história da Guerra Civil Espanhola e da vida de personagens como toureiros, dançarinas, músicos e o poeta García Lorca.