testeCinquenta tons de cinza vende 13 livros por minuto no Brasil

O furacão Cinquenta tons de cinza, fenômeno editorial global com a vendagem mais rápida da história, repete seu desempenho inédito no mercado brasileiro. Em menos de quatro meses, os livros que compõem a trilogia adulta escrita pela britânica E L James ocupam as três primeiras posições em todas as listas de mais vendidos e somam 2.370.000 exemplares comercializados, ou seja, a cada minuto 13 livros são vendidos no Brasil.

Cinquenta tons de cinza, primeiro volume que dá nome à série, foi lançado em 24 de julho e registra 1.130.000 exemplares vendidos; publicada em 12 de setembro, a sequência Cinquenta tons mais escuros já alcançou a marca de 700.000 cópias comercializadas; e o desfecho Cinquenta tons de liberdade totaliza 540.000 unidades vendidas desde 8 de novembro.

Responsável por sucessivos recordes, a série, que já tem mais de 67 milhões de livros comercializados em 47 países, também acumula a marca de maior número de vendas de e-books no Brasil: desde seu lançamento, que foi simultâneo à versão impressa, a trilogia já contabiliza 53 mil livros digitais vendidos.

Eleita uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time, E L James recebeu o honroso título de personalidade editorial do ano pela Publishers Weekly — é a primeira vez que um autor é escolhido. Sua estreia na literatura acaba de vencer o The National Book Awards na categoria melhor ficção popular e o Goodreads Choice Awards 2012.

Leia também:

Box da trilogia Cinquenta tons de cinza está à venda
A Intrínseca entre os melhores do ano
Livros da Intrínseca já estão à venda  na Amazon  e no Google Play

testeThe National Book Awards: Cinquenta tons de cinza é eleita a melhor ficção popular do ano

Mais um prêmio para E L James: Cinquenta tons de cinza foi eleita a melhor ficção popular do ano pela National Book Foundation, que prestigia o melhor da indústria editorial britânica. Entre as obras finalistas da categoria, duas serão lançadas em 2013 pela Intrínseca, The Thread, de Victoria Hislop — autora dos já publicados A ilha e O retorno —, e Me Before You, de Jojo Moyes — autora de A última carta de amor.

Na semana passada, E L James recebeu o título de personalidade editorial do ano pela Publishers Weekly — é a primeira vez que um autor é escolhido.

Leia também: a Intrínseca entre os melhores do ano

Vencedores do Goodreads Choice Awards 2012: A culpa das estrelas, A marca de Atena, Cinquenta tons de liberdade e Gone Girl

John Green é o autor do ano segundo a EW.com

A culpa das estrelas, de John Green, foi escolhido o melhor livro de ficção de 2012 pela Revista Time

A Intrínseca nos melhores da Amazon  de 2012: A culpa é das estrelas,  A sombra da serpente, The Signal and the Noise, Gone Girl, How Children Succeed: Grit, Curiosity, and the Hidden Power of Character, Days of Blood & Starlight