testeDeuses americanos: um quadrinho impossível

Por Fábio Moon*

Uma das maiores qualidades da prosa de Neil Gaiman é sua capacidade de envolver os leitores, descrevendo qualquer mundo com tal facilidade que, não importa quão fantástico seja, soa sempre estranhamente familiar. Ao lermos uma de suas histórias, concluímos que, sim, é claro que deuses existem. É claro que estão entre nós. Provavelmente já cruzamos com um deles alguma vez na vida. Gaiman nos faz acreditar (e nós acreditamos) que tudo é possível.

E agora acreditamos, inclusive, que é possível adaptar Deuses americanos – seu livro mais aclamado, mais ousado, mais denso – para os quadrinhos.

P. Craig Russell, parceiro de Gaiman de longa data, traça com maestria a rota dessa viagem, decidindo o que deve ser mantido do texto original e o que deve ficar a cargo das imagens. As ilustrações de Scott Hampton nos apresentam o mundo pelo qual Shadow viaja, um mundo repleto de personagens fantásticos, que nosso herói conhece à medida que cruza a América à beira da tempestade.

Esta adaptação convida muitos outros artistas incríveis para fazerem, eles também, parte desta jornada alucinante. Os leitores ainda são agraciados com o fascinante processo de criação do livro, com uma espiadinha no layout original a lápis de Russell e na arte-final de Hampton e dos demais artistas.

Todos a bordo? A viagem pela América de Shadow, do sr. Wednesday e de tantos outros está apenas começando. Os deuses aguardam.

Fábio Moon é um dos quadrinistas brasileiros mais importantes da atualidade. Junto com o irmão, Gabriel Bá, é autor de Daytripper, Casanova e Dois irmãos.

Deuses americanos: Sombras

testeDeuses americanos ganha versão em quadrinhos!

 

Mistura de road trip, fantasia e mistério, o romance Deuses americanos alçou Neil Gaiman à fama mundial e ao posto de um dos maiores escritores de sua geração. Agora, os fãs de quadrinhos e da obra-prima do autor têm mais um motivo para celebrar: em 9 de abril, chega às livrarias o primeiro volume da trilogia de graphic novels inspiradas no clássico.

Em Sombras, Shadow Moon está completamente perdido. Recém-saído da prisão, o homem descobre que sua esposa morreu em um trágico acidente de carro. No caminho para o funeral, ele conhece o enigmático sr. Wednesday e embarca em uma viagem tumultuada e reveladora por cidades inusitadas dos Estados Unidos. É nesses encontros e desencontros que o protagonista se depara com os deuses — os antigos (que chegaram ao Novo Mundo junto dos imigrantes) e os modernos (o dinheiro, a televisão, a tecnologia, as drogas) —, que estão se preparando para uma guerra que ninguém viu, mas que já começou. O motivo? O poder de não ser esquecido.

O livro foi feito em parceria com Scott Hampton e P. Craig Russell, dois dos quadrinistas mais conceituados da atualidade.

Além disso, o volume traz extras para nenhum fã botar defeito, como esboços dos quadrinhos e estudos de personagens, layouts originais e também capas de artistas renomados , como Fábio Moon, David Mack, Becky Cloonan e Glenn Fabry.

Confira algumas imagens da edição: