testeDuvido, logo existo

Há uma hora na vida em que parte das nossas certezas se transformam em dúvidas. Nesse momento, quase tudo aquilo em que acreditávamos parece ter sua importância relativizada — outras vontades, outros sonhos, meros esporos invisíveis de futuros diversos parecem crescer dentro de nós, passeando pela corrente sanguínea, pelos sonhos e pesadelos, pelos mais distraídos pensamentos.

Há uma hora, para todo mundo, em que a própria vida cotidiana parece ter ficado pequena, como uma roupa da estação passada que é descartada do armário de uma criança por não servir mais. É uma hora difícil, como são difíceis os partos, com o tanto de sangue e mistério que guardam, com seus perigos, as superstições, o medo e o futuro cheio de novidades. É uma hora difícil — é preciso mexer-se do lugar, mudar a perspectiva, aventurar-se. É preciso fazer a bainha da nossa própria ansiedade, separar-se das velhas certezas e assumir a dúvida como guia.

Algumas boas certezas são fundamentais nesta vida; são como o alicerce sobre o qual erguemos nossa existência. Mas a dúvida tem que estar em algum lugar, latente sempre, atenta ao presente e ao futuro, duvidando, como um desses cães de guarda que passam a madrugada latindo no portão. Há um ditado que diz: “A chave da sabedoria é a dúvida.” Segundo meu médico pessoal, é duvidando que a gente vai adiante.

Muitos artistas fizeram da dúvida o ponto de partida da sua arte. Como Van Gogh, Robert Mapplethorpe, Bispo do Rosário e uma lista eclética de nomes de todos os tempos e lugares. Muitos autores escreveram belíssimos romances sobre a caminhada pessoal que a dúvida inaugura, como Somerset Maugham, em O fio da navalha, e o japonês Kenzaburo Oe — cuja dúvida e superação pessoal se materializaram na figura de um filho excepcional —, com seu inesquecível Jovens de um novo tempo, despertai — duas das grandes leituras da minha vida.

teste4ª Turnê Intrínseca – FAQ

Facebook_4aTurne_destaque
A quarta edição da Turnê Intrínseca está chegando ao fim. Depois de passar por 19 cidades e encontrar mais de seis mil leitores, chegou a hora de combinarmos as regras para o evento no Rio de Janeiro.

 Confira abaixo as respostas às dúvidas mais frequentes:

 1 – Distribuição de senhas:

Para participar da Turnê, você precisará de uma senha. As senhas são pulseiras numeradas que serão colocadas no braço de cada leitor conforme a ordem de chegada. São pessoais e intransferíveis.  Ou seja, infelizmente, cada leitor só poderá receber uma única pulseira e não poderá retirar senhas para outras pessoas.

 As senhas serão distribuídas no dia de cada evento, na mesma loja em que ele acontecerá. Não haverá distribuição de senhas em nenhum outro ponto da cidade e nem on-line. Confira abaixo a quantidade de senhas e a hora exata da distribuição em cada cidade.

 2 – Credenciais para imprensa e blogueiros:

Não teremos credenciais especiais para imprensa e blogueiros. Todos precisarão de senhas para participar da Turnê.

3 – Duração:

 Cada sessão tem duração prevista de duas horas.

4 – Autorização para fotos e filmagem:

Fotografem à vontade! Para os que preferem registar em vídeo, pedimos que filmem apenas pequenos trechos, para não estragar a surpresa para os leitores das outras cidades. 🙂

No site da Turnê, haverá um mural colaborativo. Participe! Publique uma frase ou uma foto com a hashtag #turneintrinseca no Twitter ou no Instagram e sua publicação irá diretamente para o nosso mural.

5 – Autores:

A Turnê será apresentada pela equipe de Marketing da editora. Não teremos presença de autores.

6 – O que rola na Turnê?

Apresentação dos nossos livros e de conteúdo inédito, como capas, vídeos, curiosidades, bastidores e notícias.

 7 – O que levar?

Água, lanches, sapatos confortáveis, câmeras, celular, paciência e disposição para conversar sobre literatura e para fazer novos amigos!

Próximo evento da Turnê Intrínseca:

Confiram abaixo as informações detalhadas.

Rio de Janeiro:

Data: 13/04/2015
Horário: 15h/17h/19h
Local: Livraria Cultura – Cine Vitória
Rua Senador Dantas, 45 – Centro
Haverá distribuição de 510 senhas na Livraria Cultura nos horários:
14h às 14h50: primeira sessão que acontecerá às 15h.
16h às 16h50: segunda sessão que acontecerá às 17h.
18h às 18h50: terceira sessão que acontecerá às 19h.
Capacidade de cada sessão: 170 pessoas
A senha é pessoal e intransferível e só será permitido pegar uma senha por pessoa. As senhas serão delimitadas por horário.
O evento é gratuito e restrito a capacidade de cada local.

Ansiosos? Não vemos a hora de encontrar vocês!

Veja o que rolou na 3ª Turnê em 2014