teste12 filmes inspirados em livros que estão disponíveis na Netflix

É normal ouvir por aí que às vezes passamos mais tempo navegando pelo catálogo da Netflix do que assistindo aos filmes. Para ajudar nessa tarefa, selecionamos atrações que foram baseadas em obras publicadas pela Intrínseca. Temos sugestões para todos os gostos! 

Confira:

1. O lado bom da vida

Publicado em 2013, o livro de Matthew Quick virou uma superprodução com Jennifer Lawrence e Bradley Cooper. A obra conta a história de Pat Peoples que, depois de uma temporada em um hospital psiquiátrico, passa a seguir uma nova filosofia de vida que inclui entrar em forma, ser gentil e, principalmente, fazer de tudo para se reconciliar com a ex-mulher.  O longa teve oito indicações ao Oscar. 

2. Cinquenta Tons de Cinza


Baseado no best-seller de E L James. O filme narra o romance entre o misterioso milionário Christian Grey e a recatada estudante de Literatura Anastasia Steele. A complexa relação entre os dois se transforma em uma descoberta sexual dos prazeres do sadomasoquismo. Em Cinquenta tons de cinza, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.

3. Lugares escuros

Inspirado no romance de Gillian Flynn, Lugares escuros acompanha Libby Day, interpretada por Charlize Theron, que, aos sete anos, sobreviveu ao terrível assassinato de sua família e testemunhou contra o irmão no julgamento. Vinte e cinco anos depois, uma sociedade secreta obcecada por solucionar crimes notórios vai trazer à tona o que realmente aconteceu naquele dia.

A autora de Garota exemplar mostra novamente como a construção tanto do personagem quanto da trama faz a diferença para manter o leitor e o telespectador interessados.

4. Ele está de volta

Já pensaram como seria se Hitler aparecesse em um terreno baldio sem saber o que aconteceu após 1945? No sarcástico livro do escritor alemão Timur Vermes, Adolf Hitler acorda em Berlim com uma forte dor de cabeça, 66 anos depois do fim da Segunda Guerra e na Alemanha de Angela Merkel. As pessoas acreditam que ele não passa de um ator, um imitador brilhante que se recusa a sair do personagem. Até que o impensável acontece: ele se torna um campeão de audiência no YouTube e todos querem ouvir seu discurso.

O livro deu origem ao filme dirigido por David Wnendt.

5. Descompensada

Amy Schumer é uma das comediantes mais bem pagas dos Estados Unidos, segundo a revista Forbes. Seu filme, Descompensada, foi um sucesso de bilheteria e recebeu duas indicações ao Globo de Ouro, e suas histórias mais marcantes foram reunidas em um delicioso livro, A garota com a tribal nas costas. Amy aprendeu que a monogamia não é realista. Agora como redatora de uma revista, ela vive livre de compromissos românticos. Mas tudo muda quando se apaixona.

6. Percy Jackson e o Ladrão de raios

A adaptação do primeiro livro da série mais famosa de Rick Riordan não poderia ficar de fora do catálogo!

Percy Jackson é um garoto problemático: aos 12 anos, já foi expulso de seis escolas diferentes. Mas esse é o menor de seus problemas: ao descobrir que é um semideus — filho de um deus do Olimpo com uma mortal —, ele também percebe que criaturas mitológicas, por algum motivo, estão bastante irritadas com ele.

7. Everest

Inspirado na história real narrada no livro Deixado para morrer, o filme Everest conta a história de um grupo de alpinistas que estavam prontos para escalar a montanha mais alta do mundo. Apesar dos longos meses de preparação, eles foram surpreendidos por uma forte tempestade de neve. Os alpinistas precisam lutar contra a natureza para continuar vivos. O triste episódio deixou oito mortos e é considerado uma das maiores tragédias do monte.

 

8. Saving Banksy

 

O documentário segue as tentativas de um coletor de arte tentando salvar da destruição uma das obras de Banksy. Com a presença de artistas de rua mundialmente famosos, o filme investiga a venda não autoriza de obras para analisar os conflitos filosóficos entre a arte de rua e o mercantilismo. O grafiteiro também é assunto do livro Guerra e spray, que reúne suas melhores obras e pensamentos.

 

9. A hospedeira

Além da série CrepúsculoStephenie Meyer também escreveu A hospedeira. O livro foi adaptado para o cinema com Saoirse Ronan, Max Irons, Jake Abel e Diane Kruger no elenco.

Na história, estreia de Meyer na ficção científica, a Terra foi ocupada por alienígenas que parasitam os humanos, tomando o lugar de suas almas. Melanie é uma hospedeira que resiste, bombardeando a alma coabitante com memórias e desejos, recusando-se a esquecer seu passado, inclusive Jared, que se torna a paixão das duas habitantes do mesmo corpo.

 

10. O mestre dos gênios 

Incluído recentemente no catálogo da Netflix, o filme foi inspirado na biografia Max Perkins: um editor de gênios. Max Perkins foi um dos maiores editores do século XX e fez história ao revelar talentos como F. Scott Fitzgerald, Ernest Hemingway e Thomas Wolfe.

O longa tem Colin Firth, Jude Law e Nicole Kidman no elenco.

 

11. Como treinar seu dragão 

A série de Cressida Cowell serviu de inspiração para animação produzida pela Dream Work Studios, que mostra o cotidiano de uma tribo de vikings às voltas com dragões de todo o tipo. 

 

12. Série Crepúsculo 


A série escrita por Stephenie Meyer virou um fenômeno no mundo todo e deu origem a cinco filmes. Com Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner e Billy Burke no elenco, os longas acompanham a história da adolescente Isabella Swan, que se muda para Forks e vivencia um mundo totalmente novo ao se apaixonar pelo vampiro Edward Cullen.

 

testeCrepúsculo está com preço especial na Amazon em julho

Para que novos leitores se apaixonem pela história de amor entre Bella e Edward, Crepúsculo, primeiro livro da quadrilogia de Stephenie Meyer, estará com preço especial durante todo o mês de julho na Amazon.

Basta inserir o código de desconto CREPUSCULO no site da Amazon para aproveitar. Confira a abaixo o regulamento completo da promoção:

– Por meio desta oferta, a Amazon.com.br venderá o livro “Crepúsculo” (ISBN:978-8598078304) a R$19,90, de acordo com estes termos e condições;
– Para usufruir da oferta, você deverá inserir o código de desconto na página de conclusão de compra, acessando Amazon.com.br a partir de um computador ou na versão do site completo em dispositivos móveis;
– Esta oferta expira em 04/08/2016 às 23h59, podendo ser revogada ou alterada a qualquer tempo pela Amazon.com.br;
– Esta oferta aplica-se somente a livros impressos (não é válida para e-books);
– Cada cliente/conta poderá usufruir desta oferta apenas uma vez;
– Se for necessária a devolução de algum produto adquirido nesta oferta, o valor a ser reembolsado será o efetivamente pago, e não o valor original do produto;
– Em caso de violação de qualquer destes termos e condições, a oferta perderá a validade;
– Esta oferta não se aplica a produtos com preço zero;
– Oferta válida apenas para compras na Amazon.com.br.  

teste12 filmes inspirados em livros que estão disponíveis na Netflix

 

É normal ouvir por aí que às vezes passamos mais tempo navegando pelo catálogo da Netflix do que assistindo aos filmes. Para ajudar nessa tarefa, selecionamos atrações que foram baseadas em obras publicadas pela Intrínseca. Temos sugestões para todos os gostos!

Confira:

O lado bom da vida — Publicado em 2013, o livro de Matthew Quick virou uma superprodução com Jennifer Lawrence e Bradley Cooper.

A obra conta a história de Pat Peoples que, depois de uma temporada em um hospital psiquiátrico, passa a seguir uma nova filosofia de vida que inclui entrar em forma, ser gentil e, principalmente, fazer de tudo para se reconciliar com a ex-mulher.  O longa teve oito indicações ao Oscar.

 

Um dia — O best-seller de David Nicholls emocionou milhares de pessoas ao contar a história de Dexter Mayhew e Emma Morley. Os dois se conhecem em 1988 e sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro, e 15 de julho, data do primeiro encontro, os acompanhará pelos próximos vinte anos.

Um dia foi adaptado para os cinemas em 2011 com Anne Hathaway e Jim Sturgess no elenco.

 

Série Crepúsculo — A série escrita por Stephenie Meyer virou um fenômeno no mundo todo e deu origem a cinco filmes. Com Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner e Billy Burke no elenco, os longas acompanham a história da adolescente Isabella Swan, que se muda para Forks e vivencia um mundo totalmente novo ao se apaixonar pelo vampiro Edward Cullen.

 

Ele está de volta — Já pensaram como seria se Hitler aparecesse em um terreno baldio sem saber o que aconteceu após 1945? No sarcástico livro do escritor alemão Timur Vermes, Adolf Hitler acorda em Berlim com uma forte dor de cabeça, 66 anos depois do fim da Segunda Guerra e na Alemanha de Angela Merkel. As pessoas acreditam que ele não passa de um ator, um imitador brilhante que se recusa a sair do personagem. Até que o impensável acontece: ele se torna um campeão de audiência no YouTube e todos querem ouvir seu discurso.

O livro deu origem ao filme dirigido por David Wnendt.

 

Percy Jackson e o Ladrão de raios — A adaptação do primeiro livro da série mais famosa de Rick Riordan não poderia ficar de fora do catálogo!

Percy Jackson é um garoto problemático: aos 12 anos, já foi expulso de seis escolas diferentes. Mas esse é o menor de seus problemas: ao descobrir que é um semideus — filho de um deus do Olimpo com uma mortal —, ele também percebe que criaturas mitológicas, por algum motivo, estão bastante irritadas com ele.

O filme foi lançado em 2010 pela Fox Film do Brasil.

 

A rede social Os detalhes sobre os bastidores do Facebook foram revelados com a publicação de Bilionários por acaso: a criação do Facebook, uma história de sexo, dinheiro, genialidade e traição em 2010.

A obra que deu origem ao filme A rede social conta como dois estudantes desajustados de Harvard conseguiram criar a maior rede social do mundo enquanto tentavam apenas aumentar suas chances com o sexo oposto.

O longa recebeu oito indicações ao Oscar e ganhou a estatueta nas categorias de melhor roteiro adaptado, melhor edição e melhor trilha sonora.

 

HospedeiraAlém da série Crepúsculo, Stephenie Meyer também escreveu A hospedeira. O livro foi adaptado para o cinema com Saoirse Ronan, Max Irons, Jake Abel e Diane Kruger no elenco.

Na história, estreia de Meyer na ficção científica, a Terra foi ocupada por alienígenas que parasitam os humanos, tomando o lugar de suas almas. Melanie é uma hospedeira que resiste, bombardeando a alma coabitante com memórias e desejos, recusando-se a esquecer seu passado, inclusive Jared, que se torna a paixão das duas habitantes do mesmo corpo.

 

Precisamos falar sobre o Kevin — O perturbador livro de Lionel Shriver deu origem a uma das adaptações mais comentadas de 2012. Na tentativa de compreender o motivo do assassinato em massa cometido pelo filho adolescente na escola, a mãe escreve cartas ao pai de Kevin e rememora cada minúcia da vida conjugal. Em um antielogio à maternidade ela explicita os instintos sombrios, diariamente menosprezados, por trás dos sagrados laços de família.

A adaptação teve indicações ao Globo de Ouro em 2012 e ganhou diversos prêmios na Europa.

 

O mestre dos gênios Incluído recentemente no catálogo da Netflix, o filme foi inspirado na biografia Max Perkins: um editor de gênios. Max Perkins foi um dos maiores editores do século XX e fez história ao revelar talentos como F. Scott Fitzgerald, Ernest Hemingway e Thomas Wolfe.

O longa tem Colin Firth, Jude Law e Nicole Kidman no elenco.

 

O homem que mudou o jogo — Estrelado por Brad Pitt, a adaptação de Moneyball: o homem que mudou o jogo, de Michael Lewis, conta a história real de Billy Beane. Gerente geral do time de basebol do Oakland Athletics, Beane mudou a forma de se pensar a gestão dos times de beisebol ao usar um alto conhecimento em matemática para determinar o modo de contratar e selecionar atletas.

 

Intocáveis — A produção francesa mais assistida de todos os tempos foi inspirada no livro O segundo suspiro, que relata a amizade improvável entre Phillippe Pozzo di Borgo, um aristocrata francês que ficou tetraplégico após um acidente de parapente, e seu acompanhante,  Abdel Sellou, ex-presidiário argelino.

 

Como treinar o seu dragão — A série de Cressida Cowell serviu de inspiração para animação produzida pela Dream Work Studios, que mostra o cotidiano de uma tribo de vikings às voltas com dragões de todo o tipo. 

testeA história de A química

Após seis anos sem publicar uma obra inteiramente inédita, Stephenie Meyer retornou com o thriller A química, surpreendendo a todos com um livro completamente diferente de tudo que já havia publicado. A obra, na realidade, começou a surgir durante o encerramento das gravações de Amanhecer.  Confira a jornada da ideia original ao livro final pela autora:

teste5 curiosidades sobre A química, novo livro de Stephenie Meyer

meyer-stephenie

Stephenie Meyer (Fonte)

Pegando todos de surpresa, a autora da série Crepúsculo e A hospedeira anunciou em julho que em novembro teríamos um livro inédito, completamente diferente de tudo que ela já havia feito em sua carreira. Em A química, somos apresentados a uma heroína poderosa e fascinante.

Para celebrar o lançamento, selecionamos 5 curiosidades sobre o novo livro de Stephenie Meyer:

1- A ideia para A química surgiu originalmente em 2010, durante as gravações de uma cena noturna de Amanhecer – Parte 1. Enquanto tremia de frio, a autora teve a primeira ideia de uma agente secreta com talentos peculiares para a tortura.

2- O livro é dedicado ao personagem Jason Bourne, e a razão é muito simples: depois de sua primeira ideia para a protagonista da história que viria a se tornar A química, Stephenie Meyer explorou ainda mais o gênero da futura obra ao presentear uma amiga com a sua primeira (e até o momento, única) fanfiction: um final alternativo para a série de livros e filmes do agente desmemoriado.

poltrona_bourne

Jason Bourne (Fonte)

3- Um dos hábitos que a autora mantém desde que começou a escrever a série Crepúsculo é escrever de madrugada. O primeiro rascunho de A química surgiu em um período contínuo das 21h às 3h da madrugada.

4- A autora precisou de uma consultoria incomum: como matar e ferir pessoas de formas criativas. Em entrevistas, Meyer diz que se seu histórico de buscas no Google fosse investigado, ela provavelmente seria presa. Para facilitar o trabalho, entrou em contato com diversos especialistas em campos como criminologia e bioquímica.

5- Quando perguntada sobre novos projetos, a autora tem notícias não muito boas para aqueles que ainda esperam por Midnight Sun: ela não pretende voltar ao universo de vampiros e lobisomens tão cedo. Uma das ideias que ela considera após A química é escrever um livro de fantasia épica, em um mundo de trevas e magia.

771-wallpaper-castle-background-dark-fantasy-definition-high-images

Uma fantasia épica de Stephenie Meyer? (Fonte)

testeA expectativa sobre o livro inédito de Stephenie Meyer

a-quimica-chegada-de-grafica-o

A química, obra inteiramente inédita de Stephenie Meyer, será lançada em 15 de novembro e  marca o retorno dos livros da autora voltados para o público adulto depois de seis anos. O livro conta a história de uma ex-agente especial do governo que vive fugindo de seus antigos empregadores e agora precisa aceitar um novo trabalho para limpar seu nome e salvar a própria vida.

Para saber quais são as expectativas, perguntamos aos nossos blogueiros parceiros e leitores o que eles estão pensando:

Laura Brand, do blog Nostalgia Cinza:

Crepúsculo fez parte da minha vida de leitora de um jeito absurdo. Foi a primeira saga que me fez esperar ansiosamente pelos lançamentos. Como leitora, me marcou muito e ainda não tive a chance de ler outras narrativas da autora. Estou muito curiosa para ler A química porque sei que é um livro voltado para o público adulto e acho que vai ser uma experiência incrível ver como as histórias da Stephenie Meyer cresceram assim como eu. Achei a premissa bem interessante e estou muito curiosa para saber o que A química guarda para os antigos e os novos leitores.”

giphy

 ‏@foxwithsocks 

 Vou ler, pois sou bem fanzoca mesmo, né? <3

Cinesia Geek:

“Eu gostei de crescer lendo, mas sempre estive cercada pelas obras brasileiras. O máximo de literatura estrangeira que tinha lido antes das obras de Stephenie Meyer foram os dois primeiros livros de Harry Potter. A combinação de J. K. Rowling e Stephenie Meyer me ensinou a procurar por mais livros, além de enredos diferentes, e juntas elas me ensinaram a me interessar mais por ficção e por fantasia. Depois de seis anos, estou esperando uma obra de qualidade e suspense que me leve à beira de um precipício de ansiedade literária sem quebrar o prazer de ler. Provavelmente um novo clássico do gênero.”

@kessiagn
Eita! Tia Steph demorou, mas parece que vai voltar lacrando!

giphy-1

Cabana do leitor:

Crepúsculo foi o meu primeiro contato com a literatura. Quando me vi estava arrebatada. Estava no colegial e tinha um amigo que não largava o livro e só falava sobre ele. De tanto ele comentar, acabei me rendendo e pedi que me emprestasse. Foi algo muito legal, pois debatíamos constantemente sobre a obra. Desse modo, posso dizer com toda a certeza que Stephenie Meyer tem um lugar muito especial no meu coração. Gostei muito de A hospedeira também (até mais que os anteriores cof cof). Estou aguardando ansiosamente por A química! Adorei a premissa e surtei quando vocês falaram que iriam publicar no Brasil. É um gênero totalmente novo, e esta obra só mostrará aos leitores que a autora é poderosa e pode escrever sobre o que quiser. Espero que seja um sucesso e que venha mais uma adaptação!”

Irving Thaygo:
Já tenho lugar reservado na minha estante pra essa belezinha aí!

testeLivro inédito de Stephenie Meyer, “A química” será lançado em novembro!

destaques_redes_face

Após seis anos sem publicar uma obra inteiramente inédita, Stephenie Meyer está de volta com A química. Com lançamento marcado para 15 de novembro, o livro é um thriller de espionagem e marca o retorno da autora às obras para o público adulto, como em A hospedeira.

O livro conta a história de uma ex-agente do governo, um dos segredos mais bem guardados de uma agência tão clandestina que nem sequer tinha nome. Quando percebem que ela pode ser um problema, passam a persegui-la. A única pessoa em quem a ex-agente confiava foi assassinada. Ela sabe demais, e eles a querem morta.

Até que um antigo mentor lhe oferece uma saída — uma oportunidade de deixar de ser o alvo da vez. Ela decide enfrentar a ameaça e se prepara para a pior batalha de sua vida, mas uma paixão inesperada parece diminuir ainda mais suas chances de sobreviver.

Uma trama repleta de tensão, na qual Meyer cria uma heroína poderosa e fascinante, com habilidades diferentes de todas as outras, e prova mais uma vez por que seus livros estão entre os mais vendidos do mundo.

capa_aquimica_main

testeIntrínseca publicará novo livro de Stephenie Meyer em novembro

THE-CHEMIST-jacket

The Chemist, primeira obra inédita de Stephenie Meyer em seis anos, será publicada no Brasil pela Intrínseca com lançamento simultâneo ao dos Estados Unidos: 15 de novembro.

O novo livro da autora do fenômeno Crepúsculo, série que teve mais de 6 milhões de exemplares vendidos somente no país, é um thriller de suspense arrebatador sobre uma ex-agente do governo norte-americano.

Perseguida por seus antigos empregadores, a heroína de Meyer precisa aceitar um novo caso para limpar seu nome e salvar a própria vida. No entanto, em meio à pior batalha que já enfrentou, acaba se apaixonando por um homem que pode complicar ainda mais suas chances de sobreviver. E enquanto vê suas escolhas rapidamente diminuírem, ela deve usar seus talentos de formas que nunca imaginou.

testePersonagens por quem me apaixonei

shutterstock_176037626

Quais são os seus crushs literários? Todo leitor já se apaixonou por algum personagem, chorou e desejou viver um romance alguma vez. Faz parte da vida de quem ama livros!

Jenny Han, autora de Para todos os garotos que já amei e P.S.: Ainda amo você, não é diferente. Ela levantou essa questão em sua página no Twitter e quis saber quais eram as paixões literárias dos seus seguidores. Inspirados pela semana do Valentine’s Day — data que celebra São Valentim, santo devoto ao amor —, fizemos a mesma pergunta aos nossos leitores nas redes sociais.

Confira as respostas:

O primeiro e grande amor:

Ana Paula Cionci Percy, de Percy Jackson. Meu primeiro e único crush de livros. haha. Acho que por saber que dificilmente encontrarei um cara como nos livros ou séries ou filmes, raramente me pego se apaixonando. Mas ao contrário de outros personagens, o fato do livro ter sido escrito em primeira pessoa e você saber de fato o que a pessoa está pensando e na maneira como ele foi amadurecendo parecia tão real. Sem contar que eu queria um cara que tivesse feito metade do que ele fez pela Annabeth sem estarem em um relacionamento sério.

Muitas paixões para um só coração:

giphy (1)

Sabrina Mauriz  Edward Cullen de Crepúsculo, Augustus Waters de A culpa é das estrelas, Peter Kavinsky de Para todos os garotos que já amei, Alex, de Simplesmente acontece, Pedro Miller de Não se apega, não, Will de Como eu era antes de você e Damon Salvatore de Diários de um vampiro. Meus crushs!

giphy (2)

_minhamaneira Nossa, são tantos! Ian Clarke (Perdida), Christian Grey (Cinquenta tons de cinza), Don Juan (Zorro), Pedro (Não se iluda, não), H. (Meu Romeu ),Will Traynor (Como eu era antes de você ) e Gus (A culpa é das estrelas )… Amo todos! E tenho uma grande paixonite por cada um. São meus amores literários! Bem que podia ser real, viver um romance de cada vez … Até parar no meu grande amor.

Enquanto outros só têm olhos para um…

giphy

__adriana27 Dexter ❤,de Um dia.

Mariana Rimoli:  Dexter Mayhew, de Um dia! Um dia é o livro da minha vida, e Dexter é meu maior crush literário de todos os tempos,  mesmo que eu não goste dele em muitas partes do livro. Sei que a Emma me entenderia.

Giuliana Terranova Peter Kavinsky, de Para todos os garotos que já amei, é dono do meu coração, não tem nem comparação com qualquer outro.

beatrizcajado Com certeza, Fitzwilliam Darcy, de Orgulho e Preconceito,  da autora Jane Austen

teste14 livros para as férias

Confira nossa seleção com 14 livros imperdíveis!

ferias_1_b

Toda luz que não podemos ver, de Anthony Doerr — Nesse romance vencedor do Prêmio Pulitzer de Ficção de 2015, você vai conhecer Marie-Laure, uma garota que ficou cega aos seis anos e que vive em Paris com o pai, chaveiro responsável pelas fechaduras do Museu de História Natural, e Werner, um menino alemão, órfão, que se encanta por um rádio encontrado em uma pilha de lixo e cuja trajetória o leva a uma escola nazista. Combinando lirismo e uma observação atenta dos horrores da guerra, Toda luz que não podemos ver é um tocante romance sobre o que há além do mundo visível.

S., de J.J. Abrams e Doug Dorst — Para os fascinados por mistério, J.J. Abrams, a mente por trás de séries como Lost, Fringe e o diretor do último episódio de Star Wars, apresenta um quebra-cabeça literário. Resultado de sua parceria com Doug Dorst, S. vem em uma caixa lacrada, repleta de códigos. Além do enigmático romance O Navio de Teseu, a obra contém, em suas margens, as anotações e investigações de dois leitores sobre V. M. Straka — um escritor cuja biografia nebulosa é repleta de boatos que envolvem conspirações, sabotagens e assassinatos.

História do futuro: O horizonte do Brasil no século XXI, de Míriam Leitão — Em um cenário de crise, a premiada jornalista Míriam Leitão é categórica: em vez de nos abatermos pelo pessimismo, temos que fazer um balanço racional dos muitos acertos e dos vários erros para construir um futuro melhor para o país. Em seu terceiro livro de não ficção, a vencedora do Jabuti apresenta tendências que não podem ser ignoradas em áreas como meio ambiente, demografia, educação, economia, política, saúde, energia, agricultura e tecnologia. Leitura fundamental para entendermos o presente e planejarmos o futuro do Brasil.

A espada do verão, de Rick Riordan — Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo, Magnus Chase deve empreender uma importante jornada a fim de encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos. Com personagens já conhecidos do público, como Annabeth Chase, prima de Magnus, e deuses como Thor e Loki, Rick Riordan nos apresenta uma nova série, agora sobre mitologia nórdica. Mais uma aventura surpreendente, repleta de ação e humor!

Elon Musk: Como o CEO bilionário da SpaceX e da Tesla está moldando nosso futuro, de Ashlee Vance — Se você quer ter alguma ideia de como será o futuro, precisa conhecer Elon Musk. O empreendedor mais ousado de nosso tempo, que inspirou o Homem de Ferro dos cinemas, decidiu investir sua fortuna gerada em empresas digitais para mudar o mundo. Com a SpaceX, o inventor sul-africano está revolucionando os voos espaciais. Com a Tesla Motors, está trabalhando para popularizar os carros elétricos. Musk, que também está investindo em energia sustentável por meio de painéis solares, é um CEO diferente de todos os outros. Ao apostar em empreendimentos de alto risco, tem se dedicado a criar um futuro ao mesmo tempo magnífico e próximo de uma fantasia de ficção científica.

ferias_2_b

 

Lugares escuros, de Gillian Flynn — Aos sete anos, Libby Day sobreviveu ao terrível assassinato de sua família e testemunhou contra o irmão, que acabou condenado à prisão perpétua. Vinte e quatro anos depois, a ambígua personagem criada por Gillian Flynn, autora de Garota exemplar e Objetos cortantes, é procurada por um grupo de pessoas obcecadas pelo crime e começa a investigar o passado. A história chegou aos cinemas no ano passado, protagonizada por Charlize Theron, e recentemente ganhou uma nova edição, com capa seguindo o padrão dos livros da autora.

Caçadores de trolls, de Guillermo del Toro e Daniel Kraus  Um dos artistas mais visionários da atualidade — diretor, produtor e roteirista que assina sucessos como A Espinha do Diabo, O Labirinto do Fauno e Hellboy —, Guillermo del Toro conta em Caçadores de trolls como o medo pode tomar conta das pessoas. Repleto de monstros assustadores e do encanto de um jovem com um mundo novo, o livro, que tem 10 belíssimas ilustrações de Sean Murray, será adaptado para uma série produzida pelo Netflix.

Crepúsculo/Vida e morte, de Stephenie Meyer — Publicado inicialmente nos Estados Unidos em 2005, o livro que originou a série best-seller mundial e uma franquia de filmes que bateu recordes de bilheteria, completou 10 anos! Para comemorar o aniversário da inesquecível história de amor entre Bella e Edward, Stephenie Meyer presenteou os leitores com uma edição dupla. Além de Crepúsculo, a edição especial contém quase 400 páginas de conteúdo extra que inclui Vida e morte, versão em que a autora inverte o gênero dos protagonistas.

A sexta extinção, de Elizabeth Kolbert — Ao longo dos últimos quinhentos milhões de anos, o mundo passou por cinco extinções em massa. Hoje, a sexta extinção vem sendo monitorada, e a causa não é um asteroide ou algo similar, e sim a própria raça humana. Vencedor do Prêmio Pulitzer de Não Ficção de 2015, A sexta extinção explica de que maneira o ser humano tem alterado a vida no planeta como absolutamente nenhuma espécie fez até hoje. Para isso, Kolbert apresenta trabalhos de dezenas de cientistas em diversas áreas e viaja aos lugares mais remotos em busca de respostas.

ferias_3_b

Grey, de E L James — Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio — até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Conheça a história que dominou milhares de leitores ao redor do mundo agora sob um novo e apaixonante ponto de vista.
Mosquitolândia, de David Arnold — Mim Malone não está nada bem. Após o inesperado divórcio dos pais, a apaixonante protagonista de Mosquitolândia é obrigada a ir morar com o pai e a madrasta no árido Mississippi. Para fugir dessa nova vida e buscar seu verdadeiro lugar, o lar de sua mãe, ela embarca em uma jornada de mais de mil quilômetros até Ohio e encontra companheiros de viagem muito interessantes pelo caminho, numa odisseia contemporânea tão hilária quanto emocionante.

O clique de 1 bilhão de dólares, por Filipe Vilicic — O Instagram, aplicativo de compartilhamento de fotos, é uma febre mundial desde seu lançamento em 2010. Comprado pelo Facebook em 2012 pela estonteante quantia de 1 bilhão de dólares, hoje em dia já mobiliza mais de 400 milhões de usuários ativos. O que poucos sabem é que Mike Krieger, um de seus idealizadores, é brasileiro, nascido em São Paulo. A trajetória meteórica do aplicativo e de Krieger, que se tornou milionário aos 26 anos, são detalhadas em O clique de 1 bilhão de dólares pelo jornalista Filipe Vilicic, editor de Ciência e Tecnologia da revista e do site de Veja.

Para todos os garotos que já amei, de  Jenny Han — Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. São confissões sinceras, sem joguinhos ou fingimentos. Até que, um dia, elas são misteriosamente enviadas aos destinatários e, de repente, sua vida amorosa se transforma. Se você ainda não conhece Lara Jean, é melhor correr: a continuação do romance, P.S.: Ainda amo você, chega às livrarias nas próximas semanas.

A guerra dos consoles: Sega, Nintendo e a batalha que definiu uma geração, de Blake J. Harris — Na década de 1990, a Nintendo praticamente monopolizava o mercado de video games. A Sega, por outro lado, era apenas uma empresa instável de fliperamas com grandes aspirações e egos maiores ainda. Mas tudo isso iria mudar com as táticas arrojadas de Tom Kalinske, ex-executivo da Mattel, que transformaram a Sega por completo e levaram a companhia a travar um confronto impiedoso com a Nintendo. Um livro fascinante sobre a guerra que mudou o futuro dos video games e o mercado de entretenimento.