testeBlake Lively vai protagonizar filme inspirado em O segredo do meu marido, de Liane Moriarty

Depois de Pequenas grandes mentiras, história que inspirou a série da HBO Big Little Lies, com Reese Witherspoon, Nicole Kidman e Shailene Woodley, mais um romance de Liane Moriarty será adaptado — agora para o cinema. Blake Lively (Gossip Girl) será a protagonista do filme baseado em O segredo do meu marido.

Na trama, Cecilia é um exemplo para a vizinhança: tem uma vida confortável, mantém um casamento estável com John-Paul e é mãe de três meninas. Sua vida segue tão dentro dos trilhos que ela até se pergunta como seria se houvesse uma pitada de emoção em sua rotina extremamente planejada. Mas, quando encontra uma carta de seu marido endereçada a ela no sótão de casa, Cecilia cogita se deve ou não investigar o conteúdo de algo que foi escrito à época do nascimento de sua primeira filha e que pode ter impactos devastadores para a sua família.

Com produção de Chris e Paul Weitz, o filme ainda não tem diretor e data de estreia definidos.

 

 

 

Mulheres em primeiro plano

Cena de Big Little Lies

Construir narrativa envolventes, repletas de intrigas e reviravoltas, a partir dos dilemas femininos contemporâneos é a marca da escritora australiana Liane Moriarty. Ao revelar como famílias aparentemente perfeitas podem guardar segredos perturbadores, a autora discute temas como maternidade, bullying, violência doméstica e alcoolismo.

“Precisamos ver experiências de mulheres reais, mesmo que isso envolva violência doméstica, assédio sexual, romance, infidelidade ou divórcio”, declarou Reese Witherspoon durante o lançamento de Big Little Lies. Produtora e uma das protagonistas da série, Reese também adquiriu os direitos para a adaptação de Até que a culpa nos separe, novo romance da autora. 

 

testeSelvagens sob interrogatório

Filho de psiquiatras, ambientalista e filantropo nas horas vagas, Ben (Aaron Taylor-Johnson) é um botânico excepcional — as sofisticadas e poderosas variações de maconha que produz conquistaram uma clientela fiel em Laguna Beach, Califórnia, e lhe proporcionam lucros consideráveis.

Ex-mercenário treinado pelos Fuzileiros Navais, Chon (Taylor Kitsch) é sócio e melhor amigo de Ben. Enquanto o parceiro se dedica a descobrir a mistura ideal de sementes, Chon assume a segurança dos negócios, dispondo das técnicas e do cinismo que aprendeu nas guerras do Iraque e do Afeganistão.

Por trás do perigoso Cartel de Baja, grupo que pretende expandir seus lucros incorporando a produção de Ben & Chon e controlar todo o tráfico de drogas na região, está uma mulher. Elena La Reina (Salma Hayek) teve marido e filhos assassinados, e sua experiência comprova que os homens sempre ensinam como querem ser tratados.

Braço direito de Elena na América, Lado (Benicio del Toro) tem uma missão: assegurar que Ben & Chon passem para o Cartel de Baja o controle sobre seus negócios. Seu apelido é uma contração de “Helado” ou “frio como pedra” e seus métodos, que incluem decapitações, agora serão usados contra Ophelia, a namorada de Ben & Chon que foi sequestrada.

A bela Ophelia (Blake Lively) prefere ser chamada de O. — nome que também é uma alusão à facilidade (e frequência) que tem de chegar ao orgasmo. Amante e confidente de Chon & Ben, O. é a sexy narradora da trama de Don Winslon. Eleito um dos melhores livros do ano pelo The New York Times, a obra inspirou Selvagens, novo filme de Oliver Stone que está em cartaz nos cinemas.