testeSorteio Facebook – Kit Bienal do Livro [Encerrado]

A Bienal do Livro Rio 2017 está chegando, e para comemorar vamos sortear 5 kits especiais com um par de ingressos! Além dos ingressos, cada ganhador receberá também Agora e para sempre, Lara Jean, da Jenny Han, ou Meu livro. Eu que escrevi., da Duny.

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no FACEBOOK, você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 28 de agosto, Segunda-feira, em nosso perfil no Facebook. Boa sorte! 😉

Confira o resultado: 

testeJenny Han confirmada na Bienal do Livro Rio

A autora da série Para todos os garotos que já amei virá ao Brasil pela primeira vez este ano para participar da XVIII Bienal Internacional do Livro Rio, no dia 2 de setembro. Jenny Han vem celebrar com os leitores brasileiros o lançamento de Agora e para sempre, Lara Jean, desfecho da trilogia que já conquistou mais de 100 mil corações no país.

Para todos os garotos que já amei foi lançado em 2015 e desde então vem encantando os românticos de carteirinha. Queridinha dos blogueiros, a série conta a história de Lara Jean, uma menina doce e tímida que vê sua vida virar de cabeça para baixo quando suas cartas de amor mais secretas são enviadas misteriosamente para os respectivos crushes.

Mais informações sobre o evento com Jenny Han na Bienal do Livro Rio serão divulgadas em breve. Infelizmente, a autora fará uma rápida passagem pelo Brasil e não há previsão de eventos em outras cidades.

testeBate-papo e autógrafos com Isabela Freitas na Bienal – parte I

IMG_1816_1280x853

Isabela Freitas participou de um bate-papo com os fãs na Bienal do Livro Rio. Após o evento, a autora de Não se apega, não e Não se iluda, não atendeu cerca de 500 leitores na sessão de autógrafos.

Confira a primeira parte galeria de imagens:

Veja mais fotos:
Parte II
Parte III

testeIntrínseca na XVII Bienal Internacional do Livro Rio

Bienal_online_600x400

A Intrínseca estará mais uma vez na XVII Bienal Internacional do Livro Rio entre os dias 3 a 13 de setembro. O britânico David Nicholls (Um dia e Nós) e Isabela Freitas (Não se apega, não e Não se iluda, não), Josh Malerman, autor de Caixa de pássaros, são alguns dos grandes autores que irão movimentar os pavilhões da feira literária no Riocentro.

Entre os destaques nacionais, estão a jornalista Míriam Leitão com seu novo livro de não-ficção, História do futuro, que fará um bate-papo com Edney Silvestre (Vidas provisórias) na Mesa Ditadura e Literatura; o lançamento de Surpreendente!, de Maurício Gomyde; a presença de Clovis Bulcão, de Os Guinle, na Mesa Biografias; Clarice Freire, de Pó de lua, na mesa Com a palavra, as imagens: o papel narrativo das ilustrações; e Pedro Gabriel, de Eu me chamo Antônio, no Cubovoxes, espaço voltado para jovens leitores.

Ao todo, nove autores estarão presentes na feira literária. Os leitores também encontrarão mais de 400 títulos, com destaques para lançamentos, no estande da editora, que este ano ocupará uma área de 280 m² na avenida principal do Pavilhão azul, entre a rua F e a rua G. Detalhe: todos os livros estarão com descontos entre 10% e 80% durante o evento!

Estande da Intrínseca na Bienal
Endereço: Pavilhão azul (3) entre a rua F e rua G
Horário de funcionamento:
3 de setembro: 13h às 22h
7 de setembro (feriado): 10h às 22h
Durante a semana: 9h às 22h
Fins de semana: 10h às 22h
Confira o mapa

Confira a programação completa:

5/set, sábado:

David Nicholls
Encontro com David Nicholls
18h – Auditório | Pavilhão Verde
19h às 22h – Autógrafos no Salão Copacabana | Praça de Alimentação Externa
Confirme sua presença

Regras para o bate-papo no Conexão Jovem (Auditório Madureira)
– Serão disponibilizadas 420 senhas para o evento.
– As senhas serão distribuídas às 16h na CENTRAL DE SENHAS DA BIENAL.
– A senha para o bate-papo não é válida para a sessão de autógrafos.
– A senha para o bate-papo é pessoal e intransferível e só será permitida a retirada de uma senha por pessoa.
– As senhas são numeradas e garantem a entrada no auditório, mas o atendimento não será por ordem numérica.
– As senhas, tanto do bate-papo quanto da sessão de autógrafos, serão entregues ao mesmo tempo e na mesma fila na CENTRAL DE SENHAS DA BIENAL, portanto, não será necessário entrar em mais de uma fila.

Regras para a sessão de autógrafos (Salão Copacabana)
– Serão disponibilizadas 300 senhas para o evento.
– As senhas serão distribuídas às 16h na CENTRAL DE SENHAS DA BIENAL.
– As senhas, tanto da sessão de autógrafos quanto do bate-papo, serão entregues ao mesmo tempo e na mesma fila na CENTRAL DE SENHAS DA BIENAL, portanto, não será necessário entrar em mais de uma fila.
– A senha para a sessão de autógrafos não é válida para o bate-papo.
– A senha para a sessão de autógrafos é pessoal e intransferível e só será permitida a retirada de uma senha por pessoa.
– As senhas são numeradas e garantem o autógrafo, mas não a posição na fila. O atendimento não será pela ordem numérica.
– Os autógrafos acontecerão às 19h na Praça Copacabana, após o término do bate-papo no Conexão Jovem.
– O autor autografará até 2 (dois) livros de sua autoria, sendo apenas um autógrafo nominal.
– Não serão permitidos autógrafos fora do livro, em papéis, marcadores, cadernos ou quaisquer outros objetos.
– Não será permitida a entrada de câmera e/ou celular na sala de autógrafos. As fotos da sessão serão registradas individualmente por um fotógrafo profissional e disponibilizadas após 3 (três) dias úteis no site da editora.

7/set, segunda-feira

Míriam Leitão e Edney Silvestre
Mesa Ditadura e Literatura
19h30 – Café Literário | K20 – Pavilhão azul
20h às 22h – Autógrafos ao lado do Café Literário –

Pavilhão azul
Confirme sua presença

Regras para mesa “Ditadura e literatura” (Café Literário)
– Serão disponibilizadas 220 senhas para o evento.
– As senhas serão distribuídas às 18h30 na entrada do Café Literário.
– A senha para o bate-papo é pessoal e intransferível e só será permitida a retirada de uma senha por pessoa.

Regras para sessão de autógrafos (Estande da Intrínseca)
– Os autores atenderão os leitores pela ordem de formação da fila no estande da editora.

8/set, terça-feira

Míriam Leitão e Matheus Leitão
Mesa Família, memória e sociedade
15h – Espaço Cubovoxes | N12/O11 – Pavilhão verde

11/set, sexta-feira

Pedro Gabriel
16h – Autógrafos no Estande da Intrínseca | F08/G09 – Pavilhão azul
Confirme sua presença

Regras para sessão de autógrafos (Estande da Intrínseca):
– O autor atenderá os leitores pela ordem de formação da fila no estande da editora.

Isabela Freitas

Mesa
16h – Mesa no Cubovoxes | N12/O11 – Pavilhão verde
17h às 22h – Autógrafos no Salão Copacabana | Praça de Alimentação Externa
Confirme sua presença

Regras para bate-papo no Conexão Jovem (Auditório Madureira):
– Serão disponibilizadas 420 senhas para o evento.
– As senhas serão distribuídas às 13h na CENTRAL DE SENHAS DA BIENAL.
– A senha para o bate-papo não é válida para a sessão de autógrafos.
– A senha para o bate-papo é pessoal e intransferível e só será permitida a retirada de uma senha por pessoa.
– As senhas são numeradas e garantem a entrada no auditório, mas o atendimento não será por ordem numérica.
– As senhas, tanto do bate-papo quanto da sessão de autógrafos, serão entregues ao mesmo tempo e na mesma fila na CENTRAL DE SENHAS DA BIENAL, portanto, não será necessário entrar em mais de uma fila.

Regras para sessão de autógrafos (Salão Copacabana):
– Serão disponibilizadas 500 senhas para o evento.

– As senhas serão distribuídas às 13h na CENTRAL DE SENHAS DA BIENAL.
– As senhas, tanto da sessão de autógrafos quanto do bate-papo, serão entregues ao mesmo tempo e na mesma fila na CENTRAL DE SENHAS DA BIENAL, portanto, não será necessário entrar em mais de uma fila.
– A senha para a sessão de autógrafos não é válida para o bate-papo.
– A senha para a sessão de autógrafos é pessoal e intransferível e só será permitida a retirada de uma senha por pessoa.
– As senhas são numeradas e garantem o autógrafo, mas não a posição na fila. O atendimento não será pela ordem numérica.
– Os autógrafos acontecerão às 17h na Praça Copacabana após o término do bate-papo no Conexão Jovem.
– A autora autografará até 2 (dois) livros de sua autoria, sendo apenas um autógrafo nominal.
– Não serão permitidos autógrafos fora do livro, em papéis, marcadores, cadernos ou quaisquer outros objetos.
– Não será permitida a entrada de câmera e/ou celular na sala de autógrafos. As fotos da sessão serão registradas individualmente por um fotógrafo profissional e disponibilizadas após 3 (três) dias úteis no site da editora. 

12/set, sábado

Encontro de blogueiros com Mauricio Gomyde
11h às 12h – Salão Lapa | Pavilhão verde
Confirme sua presença

Regras:
– Serão disponibilizadas 100 senhas para o evento.
– As senhas serão distribuídas às 10h no estande da Editora Intrínseca para o evento que acontecerá às 11h no Salão Lapa.
– A senha para participação no encontro é pessoal e intransferível e só será permitida a retirada de uma senha por pessoa.
– As senhas são numeradas e garantem a entrada no auditório, mas o atendimento não será por ordem numérica.

Mauricio Gomyde
12h – Autógrafos no Estande da Intrínseca | F08/G09 – Pavilhão azul
Confirme sua presença

Regras para sessão de autógrafos (Estande da Intrínseca):
– O autor atenderá os leitores até às 15h pela ordem de formação da fila no estande da editora.
– O autor autografará até 2 (dois) livros de sua autoria, sendo um deles o Surpreendente!.
– Não serão permitidos autógrafos fora do livro, em papéis, marcadores, cadernos ou quaisquer outros objetos.
– Não será permitida a entrada de câmera e/ou celular na sala de autógrafos. As fotos da sessão serão registradas individualmente por um fotógrafo profissional e disponibilizadas após 3 (três) dias úteis no site da editora.

Clóvis Bulcão
Mesa Biografias
13h30 – Café Literário | K20 – Pavilhão azul
15h às 17h – Autógrafos no Estande da Intrínseca | F08/G09 – Pavilhão azul
Confirme sua presença

Regras para mesa “Os bastidores das biografias” (Café Literário):
– Serão disponibilizadas 220 senhas para o evento.
– As senhas serão distribuídas às 12h30 na entrada do Café Literário.
– A senha para o bate-papo é pessoal e intransferível e só será permitida a retirada de uma senha por pessoa.

 Regras para sessão de autógrafos (Estande da Intrínseca):
– O autor atenderá os leitores até às 17h pela ordem de formação da fila no estande da editora.

Clarice Freire
14h – Bate-papo no Estande da Submarino.com | K18 – Pavilhão azul

Regras para bate-papo com leitores (Estande da Submarino):
– Não haverá distribuição de senhas. A capacidade da arquibancada do estande da Submarino é de 30 pessoas. Os leitores serão acomodados por ordem de chegada 15 minutos antes do início da sessão.

Pedro Gabriel
Mesa O fã cara a cara – Eu me chamo Antônio
17h – Cubovoxes | N12/O11 – Pavilhão verde
18h30 às 22h – Autógrafos no Estande da Intrínseca | F08/G09 – Pavilhão azul
Confirme sua presença

Regras para mesa “O fã cara a cara” (Cubovoxes):
– Serão disponibilizadas 90 senhas para o evento.
– As senhas serão distribuídas às 16h na entrada do Cubovoxes.
– A senha para o bate-papo é pessoal e intransferível e só será permitida a retirada de uma senha por pessoa.
– As senhas são numeradas e garantem a entrada no Cubovoxes, mas o atendimento não será por ordem numérica.

 Regras para sessão de autógrafos (Estande da Intrínseca):
– O autor atenderá os leitores pela ordem de formação da fila no estande da editora.
– Não serão permitidos autógrafos fora do livro, em papéis, marcadores, cadernos ou quaisquer outros objetos.
– Não será permitida a entrada de câmera e/ou celular na sala de autógrafos. As fotos da sessão serão registradas individualmente por um fotógrafo profissional e disponibilizadas após 3 (três) dias úteis no site da editora.

13/set, domingo

Clarice Freire
Mesa Com a palavra, as imagens: o papel narrativo das ilustrações
12h – Café Literário | K20 – Pavilhão azul
13h30 às 17h – Autógrafos no Estande da Intrínseca | F08/G09 – Pavilhão azul
Confirme sua presença

Pedro Gabriel
16h – Bate-papo no Estande da Submarino.com |K18 – Pavilhão azul

Regras:
– Não haverá distribuição de senhas. A capacidade da arquibancada do estande da Submarino é de 30 pessoas. Os leitores serão acomodados por ordem de chegada 15 minutos antes do início da sessão.

Josh Malerman
Encontro com Josh Malerman
16h – Cubovoxes | N12/O11 – Pavilhão verde
17h às 22h – Autógrafos no Estande da Intrínseca | F08/G09 – Pavilhão azul
Confirme sua presença

Regras para mesa “O fã cara a cara” (Cubovoxes):
– Serão disponibilizadas 90 senhas para o evento.
– As senhas serão distribuídas às 15h na entrada do Cubovoxes.
– A senha para o bate-papo é pessoal e intransferível e só será permitida a retirada de uma senha por pessoa.
– As senhas são numeradas e garantem a entrada no Cubovoxes, mas o atendimento não será por ordem numérica.

 Regras para sessão de autógrafos (Estande da Intrínseca):
– O autor atenderá os leitores até as 20h pela ordem de formação da fila no estande da editora.
– Não serão permitidos autógrafos fora do livro, em papéis, marcadores, cadernos ou quaisquer outros objetos.
– Não será permitida a entrada de câmera e/ou celular na sala de autógrafos. As fotos da sessão serão registradas individualmente por um fotógrafo profissional e disponibilizadas após 3 (três) dias úteis no site da editora.

testeDavid Nicholls está confirmado na Bienal do Rio

David Nichols

O escritor inglês David Nicholls, autor do best-seller internacional Um dia, está confirmado para a 17ª edição da Bienal do Livro Rio, que acontece entre os dias 3 e 13 de setembro, no Riocentro.

Responsável pela publicação de todos os livros do autor no Brasil, a Intrínseca lança agora em maio seu aguardado novo romance.

Em Nós, já em pré-venda, Douglas, um bioquímico de 54 anos, é surpreendido pelo pedido de divórcio da esposa. Às vésperas da entrada do único filho na faculdade, o casal tem um tour pela Europa programado. E Douglas está convencido de que a viagem pode ser a sua chance para reacender o romance.

link-externoLeia um trecho de Nós

testeIntrínseca na Bienal do Livro Rio

Os jovens foram maioria do público da XVI Bienal do Livro Rio: 51% dos 660 mil visitantes, de acordo com dados dos organizadores.

Você foi ao nosso estande na Bienal do Livro? Confira as fotos de leitores que já passaram por lá:

 

 

 

 

 

Fotos: Gabi Carreira

no images were found

Veja também:
Galeria: Matthew Quick na XVI Bienal do Livro Rio
Galeria: Edney Silvestre na XVI Bienal do Livro Rio
Galeria: Leticia Wierzchowski na XVI Bienal do Livro Rio

testeBem-vindo 2012! Veja o que 2011 lhe reservou

Uma lista com os melhores livros publicados em 2011 nos apresenta mais do que uma retrospectiva do ano que se despede, é também um indicativo das expectativas reservadas para o próximo. Além da habitual seleção entre as obras já publicadas, escolhidas conforme a recepção do público e da crítica, as listas internacionais de final de ano são um bom termômetro para medir o impacto do que chegará por aqui. Em meio aos livros destacados por alguns dos veículos de maior prestígio em 2011, estão alguns títulos que publicaremos: The Art of Fielding, de Chad Harbach, presente nas listas do The New York Times e da Amazon; State of Wonder, de Ann Patchett, destaque na Publishers Weekly, no The Washington Post e na revista Time; In the Garden of Beasts (No jardim das feras), de Erik Larson, o 10° livro de não ficção mais vendido nos EUA e indicado na seleção da Amazon; The Night Circus (O circo da noite), de Erin Morgenstern, também entre os 10 mais da Amazon; e Inferno, de Max Hastings, presente na lista da Time.

Última retrospectiva de 2011 — Os melhores títulos publicados

Entre os 50 títulos publicados em 2011, A lebre com olhos de âmbar — relato de Edmund de Waal sobre a trajetória de sua família que tem como ponto de partida uma coleção de netsuquês (miniaturas japonesas entalhadas em madeira) — foi considerado pela crítica nacional um dos melhores livros do ano. Em meio aos personagens dessa história real está Charles Ephrussi, merchant que serviu de inspiração para Marcel Proust na criação do esteta Swann de Em busca do tempo perdido. Proust também é referência em Como Proust pode mudar sua vida, livro do filósofo Alain de Botton, reeditado em 2011, que analisa os ensinamentos presentes na obra e na correspondência do autor francês. De Botton, a propósito, esteve em novembro no país para lançar o inédito e polêmico Religião para ateus, uma defesa ao reconhecimento de conceitos religiosos como importantes aliados para mudanças culturais na sociedade contemporânea.

Grito de guerra da mãe-tigre, da sino-americana Amy Chua, também foi destaque no ano. A professora de Direito da Universidade de Yale chocou a opinião pública ao apresentar os métodos rígidos utilizados na educação das duas filhas, estudantes brilhantes. Mais um relato real, só que direto da zona de conflito, é Guerra, do jornalista Sebastian Junger. Além do livro, sua experiência de quinze meses no Afeganistão, ao lado das tropas americanas, resultou no documentário Restrepo, indicado ao Oscar. Outras disputas norte-americanas, agora nos bastidores da corrida presidencial, foram retratadas em Virada no jogo – Como Obama chegou à Casa Branca, de John Heilemann, colunista da revista NewYork, e Mark Halperin, da Time.

Entre as ficções que se sobressaíram, muitas foram — ou estão sendo — adaptadas para o cinema. É o caso da história do casal Dexter e Emma, personagens do romance Um dia, de David Nicholls, cuja versão cinematográfica estreou recentemente em circuito nacional. Precisamos falar sobre o Kevin, romance de Lionel Shriver vencedor do Prêmio Orange de 2005, entra em cartaz em 27 de janeiro, e a protagonista, Tilda Swinton, está concorrendo ao Globo de Ouro de melhor atriz. Em 2011 publicamos outro livro da autora, Dupla Falta, que explora a relação de um casal de tenistas e as consequências da competição extrema entre marido e mulher. Já a adaptação do thriller O hipnotista é dirigida pelo sueco Lasse Hallström e tem estreia prevista para este ano. No primeiro título da trilogia de Lars Kepler, a única testemunha de um massacre está traumatizada demais para falar e, na tentativa de solucionar o caso, o detetive Joona Linna recorre a um ex-hipnotista.

Em  2011 também tivemos Bienal do Livro no Rio de Janeiro, em que Alyson Noël  lançou Infinito, o sexto e último título da série Os imortais. A autora, que já vendeu mais de 300 mil exemplares no Brasil, embarcou em uma turnê de lançamentos pelas cidades de Brasília, Campinas, Curitiba, Salvador e São Paulo. Ainda para os jovens leitores, foram publicadas duas obras de Rick Riordan, o ex-professor de história que se transformou em fenômeno editorial. As aventuras foram O herói perdido, da série Os heróis do Olimpo, e O trono de fogo, de As crônicas dos Kane.

Fechando o ano, A parisiense – O guia de estilo de Ines de la Fressenge, de Ines de la Fressange e Sophie Gachet, tornou-se o hit do verão. No guia, que já vendeu mais de 300 mil exemplares em todo o mundo, a modelo exclusiva de Chanel nos anos 1980, atual rosto internacional da L’Oréal e ícone da elegância na França conta o que aprendeu sobre estilo e beleza durante décadas de experiência na indústria da moda.