testeNa corrida para o Oscar: nossos livros indicados ao Globo de Ouro e ao SAG Award

A Associação de Imprensa Estrangeira em Hollywood acaba de divulgar a lista de indicados ao Globo de Ouro de 2013, um dos grandes termômetros para o Oscar — ontem a SAG Awards, a principal premiação do sindicato americano de atores, também anunciou a sua lista. Entre os destaques deste ano estão Argo, thriller de Ben Affleck que já que foi eleito o melhor filme norte-americano do ano pelo American Film Institute, e O lado bom da vida, com estreia marcada nos cinemas nacionais para 1 de fevereiro. A comédia, que foi escolhida pelo público como o melhor filme no Festival Internacional de Cinema de Toronto, é baseada na ficção homônima de Matthew Quick que será publicada em janeiro.

A cerimônia de entrega da 70ª edição do Globo de Ouro acontece em 13 de janeiro e será exibida para 160 países. O 19º SAG Awards ocorre em 27 de janeiro e o Oscar em 23 de fevereiro.

Confira abaixo a lista com todos os filmes e minisséries baseados em livros da Intrínseca que concorrem aos dois prêmios:

Filmes indicados ao Globo de Ouro

Argo
Melhor filme (drama)
Melhor diretor: Ben Affleck
Melhor roteiro: Chris Terrio
Melhor ator coadjuvante: Alan Arkin
Melhor trilha sonora: Alexandre Desplat

Hitchcock
Melhor atriz (drama): Helen Mirren

O lado bom da vida (Silver Linings Playbook)
Melhor filme (comédia/musical)
Melhor roteiro: David O. Russell
Melhor ator (comédia/musical): Bradley Cooper
Melhor atriz (comédia/musical): Jennifer Lawrence

Intocáveis
Melhor filme estrangeiro

Séries e minisséries indicadas ao Globo de Ouro

Downton Abbey
Melhor série (drama)
Melhor atriz em série dramática: Michelle Dockery
Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou telefilme: Maggie Smith

Girls
Melhor série (comédia / musical)
Melhor atriz em série musical ou de humor: Lena Dunham

Virada no jogo (Game Change)
Melhor minissérie ou telefilme
Melhor ator em uma minissérie ou telefilme: Woody Harrelson
Melhor atriz em uma minissérie ou telefilme: Julianne Moore
Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou telefilme: Ed Harris
Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou telefilme: Sarah Paulson

Atores indicados ao SAG Awards

Argo
Melhor performance de elenco
Melhor ator coadjuvante: Alan Arkin

Hitchcock
Melhor atriz: Helen Mirren

O lado bom da vida (Silver Linings Playbook)
Melhor performance de elenco
Melhor ator: Bradley Cooper
Melhor atriz: Jennifer Lawrence
Melhor ator coadjuvante: Robert De Niro

Leia também:
O lado bom da vida recebe cinco indicações ao Spirit Awards

testeArgo é eleito o melhor filme do ano pelo American Film Institute

O thriller político Argo, dirigido e protagonizado por Ben Affleck, foi eleito o melhor filme norte-americano de 2012 pelo prestigiado American Film Institute. Baseado no livro de não ficção escrito por Antonio Mendez e Matt Baglio, Argo reconstitui a ousada estratégia da CIA para resgatar um grupo de seis diplomatas norte-americanos que fugiu da invasão à embaixada dos Estados Unidos em Teerã durante a revolução de 1979. Para retirá-los do país, o então agente da CIA Antonio Mendez idealizou um plano inusitado: simular a equipe de uma produção de Hollywood em busca de locações no Oriente Médio.

Leia também: Antonio Mendez fala ao jornal O Globo sobre a colaboração entre a CIA e Hollywood e como foi ser interpretado por Ben Affleck

Além do filme de Affleck, o ranking do AFI tem O lado bom da vida (Silver Linings Playbook), comédia com Bradley Cooper, Jennifer Lawrence e Robert De Niro que chega aos cinemas nacionais em 8 de fevereiro de 2013. Inspirado no livro homônimo de Matthew Quick, que será publicado pela Intrínseca em janeiro, O lado bom da vida recebeu cinco indicações ao Spirit Awards, o Oscar do cinema independente norte-americano. A cerimônia de premiação será em 23 de fevereiro.

Confira a lista completa de melhores filmes de 2012 segundo o American Film Institute:

Argo
As Aventuras de Pi
Batman — O Cavaleiro das Trevas ressurge
Django livre
A hora mais escura
Indomável sonhadora
O lado bom da vida
Lincoln
Os miseráveis
Moonrise Kingdom

testeLivros da Intrínseca já estão à venda na Amazon e no Google Play

Nesta madrugada, a Amazon e o Google Play iniciaram a comercialização de livros eletrônicos no Brasil, e os 105 e-books da Intrínseca já estão à venda. Com o lançamento simultâneo das versões impressa e digital, a editora possuí 50% de seu catálogo convertido, também disponível na iBookstore e em outras 27 lojas nacionais.

Às vésperas de completar um ano da comercialização de e-books, iniciada em 15 de dezembro de 2011, a Intrínseca alcança a marca de 75 mil títulos baixados, impulsionada pelo sucesso da trilogia Cinquenta tons de cinza — que já figura entre os mais vendidos da Amazon e do Google Play.

Para garantir a qualidade, todo o processo de produção dos livros digitais foi internalizado. Depois de convertidos, os títulos recebem da equipe editorial o mesmo tratamento destinado a um novo livro: passam por mais uma revisão e pela aprovação do editor responsável pelo título. Além de assegurar a fidelidade do conteúdo, a qualificação da equipe permite a publicação de e-books sofisticados como Guerra e Spray, de Banksy, e Paris versus New York, de Vahram Muratyan, duas obras de arte cujas versões digitais serão lançadas pela primeira vez no mundo pela Intrínseca.

Preços promocionais

Durante este mês, as versões digitais de sete títulos da editora estarão com preços promocionais em todas as lojas. São eles: Argo, de Antonio Mendez e Matt Baglio, livro que inspirou o filme homônimo dirigido por Ben Affleck; A culpa é das estrelas, romance de John Green que acaba de ser eleito o melhor do ano pela revista Time; Inferno, obra monumental do premiado historiador Max Hastings sobre a Segunda Guerra Mundial; os novos clássicos A menina que roubava livros, de Markus Zusak, e Um dia, de David Nicholls; O segundo suspiro, de Phellipe Pozo di Borgo, que inspirou o sucesso de bilheteria francês Intocáveis; e o romance A última carta de amor, de Jojo Moyes.

Ranking dos 15 e-books mais vendidos da Intrínseca:

1 – Cinquenta tons de cinza, de E L James
2 – Cinquenta tons mais escuros, de E L James
3 – Cinquenta tons de liberdade, de E L James
4 – Um dia, de David Nicholls
5 – Os arquivos perdidos: os Legados da Número Seis, de Pittacus Lore
6 – A visita cruel do tempo, de Jennifer Egan
7 – A arte de viajar, de Alain de Botton
8 – Amanhecer, de Stephenie Meyer
9 – Os arquivos perdidos: os Legados do Número Nove, de Pittacus Lore
10 – A menina que roubava livros, de Markus Zusak
11 – Fuga do campo 14, de Blaine Harden
12 – A última carta de amor, de Jojo Moyes
13 – Precisamos falar sobre o Kevin, de Lionel Shriver
14 – Crepúsculo, de Stephenie Meyer
15 – A culpa é das estrelas, de John Green

testeArgo lidera as bilheterias nos Estados Unidos e Canadá

Aclamado pela crítica norte-americana e eleito pelo público um dos melhores filmes exibidos no Festival de Toronto, Argo liderou as bilheterias no último final de semana nos Estados Unidos e no Canadá, arrecadando 12,4 milhões de dólares. Dirigido e protagonizado por Ben Affleck, o thriller, que já desponta como um dos favoritos ao Oscar, estreia na próxima sexta-feira, dia 9 de novembro, no Brasil.

Baseado no livro de não ficção homônimo, escrito por Antonio Mendez e Matt Baglio, Argo reconstitui a ousada estratégia da CIA para resgatar um grupo de seis diplomatas norte-americanos que fugiram da invasão à embaixada dos Estados Unidos em Teerã durante a revolução de 1979. Para retirá-los do país, o então agente da CIA Antonio Mendez idealizou um plano inusitado: simular uma produção de Hollywood em busca de locações no Oriente Médio.

Além de Affleck — vencedor do Oscar de melhor roteiro, escrito em parceria com Matt Damon, por Touro indomável —, o filme tem Bryan Cranston (Breaking Bad), o também vencedor do Oscar Alan Arkin (melhor ator coadjuvante por Pequena Miss Sunshine) e John Goodman (Curvas da vida) no elenco.

Leia o primeiro capítulo de Argo:

(Informações: Reuters)

testeComo a CIA e Hollywood realizaram o resgate mais inacreditável da história

Teerã, 1979. Durante a revolução que derrubou o xá Mohammad Reza Pahlavi e elevou o aiatolá Khomeini ao poder, a embaixada dos Estados Unidos é invadida e dezenas de pessoas são mantidas no prédio como reféns. Um grupo de diplomatas americanos consegue escapar e precisa ser retirado do país. Para resgatá-los, o agente da CIA Antonio Mendez tem um plano inusitado: simular uma produção de Hollywood.

Argo, a história real, narrada pelo próprio Mendez, inspirou o thriller homônimo dirigido e protagonizado Ben Affleck. Aclamado pela crítica norte-americana e eleito pelo público um dos melhores filmes exibidos no Festival de Toronto, Argo estreia nos cinemas brasileiros em 9 de novembro. O longa que já desponta como um dos favoritos ao Oscar é produzido por Grant Heslov e George Clooney e tem ainda Bryan Cranston (Breaking Bad), o vencedor do Oscar Alan Arkin (melhor ator coadjuvante por Pequena Miss Sunshine) e John Goodman (Curvas da vida) no elenco.

Assista ao trailer:

Leia o 1° capítulo de Argohttp://migre.me/bb3Dw

testeAssista ao trailer de Argo, dirigido e estrelado por Ben Affleck

Acaba de ser divulgado o trailer de Argo, filme dirigido e estrelado por Ben Affleck e produzido por Grant Heslov e George Clooney. Com estreia prevista para 12 de outubro nos Estados Unidos, Argo é baseado em história real narrada no artigo “Escape from Tehran: How the CIA Used a Fake Sci-Fi Flick to Rescue Americans from Iran”, de Joshuah Bearman, sobre a história de um agente infiltrado da CIA que simula uma produção de Hollywood para resgatar diplomatas norte-americanos durante a crise dos reféns em Teerã, em 1979. Além de dar origem ao filme, o texto resultará em um livro que será lançado no primeiro semestre nos Estados Unidos e publicado no Brasil, ainda em 2012, pela Intrínseca.

testeLivros que chegarão ao cinema este ano

Tim Burton, Oliver Stone, Ben Affleck e Benicio del Toro são apenas alguns dos envolvidos nas adaptações que chegarão aos cinemas brasileiros este ano. O primeiro será Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros, baseado no romance de Seth Grahame-Smith com estreia marcada para 3 de agosto. Dirigido por Timur Bekmambetov e produzido por Tim Burton, o filme foi considerado pelo New York Timesuma pesquisa minuciosa, surpreendentemente autêntica, da história norte-americana — mas com vampiros”. Benjamin Walker interpreta o 16º presidente norte-americano, Dominic Cooper é Henry — uma figura mítica que se torna o mentor de Abe — e Rufus Sewell interpreta o papel de vilão da trama.

Veja a galeria de imagens:

Está prevista para 14 de setembro a estreia do filme Argo, adaptação do livro de Joshuah Bearman que será lançado no segundo semestre. Dirigido e protagonizado por Ben Affleck, o filme, produzido por Grant Heslov e George Clooney, narra a história de um agente infiltrado da CIA que simula uma produção de Hollywood para resgatar diplomatas norte-americanos durante a crise dos reféns de Teerã, em 1979.


Dirigidos por Oliver Stone, os astros Benicio del Toro, John Travolta e Uma Thurman dão vida à aventura de dois produtores de maconha da Califórnia que precisam salvar a namorada de um deles, sequestrada por um cartel de drogas mexicano. Baseado no romance homônimo de Don Winslow que será lançado no segundo semestre de 2012, o filme Savages tem estreia prevista para 19 de outubro.


(Com informações do Filme B)

testeDivulgada nova imagem de “Argo”

 

Acaba de ser divulgada a segunda imagem de Argo, filme dirigido e estrelado por Ben Affleck e produzida por Grant Heslov e George Clooney. Com estreia prevista para 14 de setembro nos Estados Unidos, Argo é baseado em um artigo de Joshuah Bearman sobre a história de um agente infiltrado da CIA que simula uma produção de Hollywood para resgatar diplomatas norte-americanos durante a crise dos reféns em Teerã, em 1979. Além do filme, o texto também resultará em um livro, que será publicado pela Intrínseca ainda em 2012.

Leia mais

testeDivulgada primeira foto de Ben Affleck em Argo

Divulgada a primeira foto de Argo, filme dirigido e estrelado por Ben Affleck, que interpreta um agente infiltrado da CIA que simula uma produção de Hollywood para resgatar diplomatas norte-americanos durante a crise dos reféns em Teerã, em 1979. Produzido por Grant Heslov e George Clooney, Argo é baseado em história real narrada no artigo “Escape from Tehran: How the CIA Used a Fake Sci-Fi Flick to Rescue Americans from Iran”, escrito por Joshua Bearman e publicado em 2007 na revista Wired. Além de dar origem ao filme, o texto resultará em um livro que será lançado no primeiro semestre nos Estados Unidos e publicado no Brasil, ainda em 2012, pela Intrínseca.

Leia mais