testeSaudades de Downton Abbey? As personagens de Belgravia podem ajudar

Por Vanessa Corrêa*

women-of-downton-abbey

Os órfãos de Downton Abbey já podem comemorar: Julian Fellowes, criador da série de televisão exibida originalmente pela BBC entre 2010 e 2015, não conseguiu ficar muito tempo longe das intrigas da aristocracia britânica.

Depois de seis anos às voltas com as histórias da família Crawley ao longo das primeiras décadas do século XX, Fellowes recuou praticamente cem anos para contar a saga de Belgravia, trama inicialmente lançada em capítulos digitais e que em julho ganhou sua versão impressa, editada no Brasil pela Intrínseca.

untitledA história tem início no famoso baile oferecido em Bruxelas em homenagem ao duque de Wellington, na véspera da Batalha de Waterloo, em junho de 1815. Durante a festa, interrompida com a iminência do confronto que resultaria na derrota da França e na morte de milhares de oficiais franceses e britânicos, somos apresentados a James Trenchard, comerciante que fez fortuna negociando suprimentos em tempos de guerra, sua esposa, Anne, e a bela filha do casal, Sophia.

A garota é objeto de atenções do jovem oficial Edmund Bellasis, herdeiro de uma família de nobres britânicos. Ao fim do baile, uma revelação envolvendo o rapaz e Sophia terá impacto sobre o destino de todos os personagens da trama e continuará repercutindo décadas depois.

Os costumes da aristocracia britânica, sua relação com os criados, os preconceitos e as tensões entre as diferentes classes sociais são os principais temas de Belgravia, assuntos já familiares aos fãs de Downton Abbey. Além da temática em comum, as duas tramas guardam muitas semelhanças em seus personagens e mostram que Julian Fellowes tem uma queda por mulheres de personalidade forte.

Se no livro lady Brockenhurst é alvo de admiração e tem os convites de suas festas disputados entre a sociedade de Londres, em Downton Abbey é a condessa de Grantham quem detém o prestígio e é responsável por manter as tradições de sua sociedade. Refinadas, muito respeitadas e donas de línguas igualmente ferinas, as duas senhoras exercem enorme influência nas tramas que conduzem os demais personagens das criações de Fellowes.

a-atriz-elizabeth-mcgovern-que-interpreta-a-condessa-de-grantham-em-downton-abbey-18052012-1337381527220_1024x768

Já a bela lady Maria Grey, que não mede esforços para escapar de um casamento de conveniência e ficar com seu verdadeiro amor, tem a mesma determinação de lady Sybil, a caçula da família Crawley, que luta com unhas e dentes por seu casamento com o chofer Tom Branson. Ambas recusam-se a seguir as convenções sociais da época e tomam para si a responsabilidade de seus destinos, não permitindo que suas famílias e as barreiras impostas por diferentes classes sociais influenciem suas escolhas.

foto-3

As semelhanças entre Belgravia e Downton Abbey não se limitam à alta sociedade. Os criados das duas histórias também são muito parecidos, dividindo-se entre a lealdade aos patrões e o ressentimento causado pela certeza de que jamais desfrutarão do luxo e do conforto que testemunham nas casas em que trabalham.

Esse ressentimento é o que leva muitos dos criados a quase odiarem as famílias que servem. Alguns, como Ellis, criada de Anne Trenchard em Belgravia, ou O’Brien, a manipuladora criada de Cora Crawley em Downton Abbey, não hesitam em mentir, fazer intrigas e até roubar na tentativa de descobrir segredos de seus patrões. Todo o cuidado é pouco com criadas como estas, que usarão esses segredos para chantagear pessoas e arrancar dinheiro de quem puderem.

revealed-why-downton-abbey-s-evil-maid-o-brien-has-quit-the-312827_w1000

Mas se tanto Anne quanto Cora precisam selecionar melhor as moças que as auxiliam, a escolha de mordomos revelou-se mais feliz para a nobreza de Downton Abbey. Ninguém tem tanta lealdade por seus patrões e se dedica tanto a seu trabalho quanto Charles Carson, o querido mordomo da família Crawley. Já os Trenchard não podem dizer o mesmo de Turton, o traiçoeiro mordomo que se junta ao invejoso lorde John Bellasis para descobrir o grande segredo que envolve as duas famílias da trama de Belgravia.

Escritor, ator, roteirista, diretor e produtor de cinema e televisão, Julian Fellowes já havia mostrado seu talento em Assassinato em Gosford Park, filme de Robert Altman (1925-2006) pelo qual ganhou o Oscar de melhor roteiro original em 2002, e que, assim como Downton Abbey, também explora a relação entre criados e patrões na Inglaterra do início do século XX. Agora, em Belgravia, Fellowes prova que as intrigas e os conflitos de classe da sociedade britânica ainda podem render muitas histórias emocionantes.

>> Leia um trecho de Belgravia

*Vanessa Corrêa é jornalista, já trabalhou na Folha de S.Paulo e no portal UOL e é apaixonada por livros, cinema e fotografia.

testeSe você gosta de… vai gostar de…

Lista Gosta gosta

Em algumas ocasiões, ficamos sem um bom livro para ler, seja por finalmente acabarmos de ler aquela pilha de leituras atrasadas ou por não termos certeza de que o livro que vimos na livraria é realmente interessante. Pensando nisso, separamos algumas recomendações de acordo com outros livros, séries e filmes que você pode gostar.

– Gosta de Extraordinário? Você vai gostar de Pax

SeVcGostade_VaiGostarDe4

A tocante história de Peter e sua raposa de estimação Pax tem tudo para agradar aos fãs do menino Auggie. Com importantes lições sobre amizade e crescimento, o livro de Sara Pennypacker emociona o leitor desde a primeira página. Natureza e humanidade se encontram nessa obra-prima sobre lealdade e amor.

– Gosta de A menina que roubava livros? Você vai gostar de Toda luz que não podemos ver

SeVcGostade_VaiGostarDe5

É inegável o papel transformador da Segunda Guerra Mundial na história. Mesmo fora do front de batalha, o impacto do conflito afetou de forma drástica a vida dos milhões de civis que viviam na Europa, inclusive à das crianças. Se você se emocionou com a história de Liesel em A menina que roubava livros, o vencedor do Pulitzer Toda luz que não podemos ver é a pedida ideal.

– Gosta de Curtindo a Vida Adoidado, As Vantagens De Ser Invisível ou A culpa é das estrelas? Você vai gostar de O dia da morte de Denton Little.

SeVcGostade_VaiGostarDe6

Livros como A culpa é das estrelas e filmes como As Vantagens De Ser Invisível mostraram que é possível escrever para jovens e abordar assuntos delicados como morte e depressão. Adicione a essa temática a atmosfera hilária e irreverente de filmes clássicos como Curtindo a Vida Adoidado, e será impossível não se encantar por O dia da morte de Denton Little.

– Gosta de O Guia Do Mochileiro Das Galáxias, Twin Peaks ou Gravity Falls? Você vai gostar de Welcome to Night Vale.

SeVcGostade_VaiGostarDe7

Você se interessa por coisas surreais, hilárias e ligeiramente assustadoras? Então você precisa conhecer Welcome to Night Vale. Localizada no meio do deserto americano, Night Vale é lar de teorias da conspiração e criaturas bizarras e vai agradar em cheio os fãs de esquisitices literárias.

– Gosta de Para todos os garotos que já amei? Você vai gostar de Isla e o final feliz.

SeVcGostade_VaiGostarDe8

Se você gosta de personagens femininas fortes e de romances complicados, os principais ingredientes de Para todos os garotos que já amei, é hora de dar uma chance a Isla e o final feliz. Enquanto o terceiro livro de Jenny Han não chega às livrarias brasileiras, você vai se deliciar com os encontros e desencontros de Isla e Josh.

– Gosta de Downton Abbey e filmes de época como Desejo e Reparação? Você vai gostar de Belgravia e Miniaturista.

SeVcGostade_VaiGostarDe9

Fãs de dramas de época, carentes após o fim do sucesso de crítica e público que foi Downton Abbey, podem comemorar, pois temos duas recomendações imperdíveis: a primeira é Belgravia, série em folhetim do mesmo autor de Downton Abbey, Jullian Fellowes, ambientada nos anos 1840, na véspera da Batalha de Waterloo. A segunda é Miniaturista, de Jessie Burton, trama que se passa na elitista sociedade da Amsterdã do século XVII.

– Gosta de mistérios como Lost e Stranger Things? Você vai gostar de S.

SeVcGostade_VaiGostarDe10

Recentemente a série da Netflix Stranger Things mostrou que ainda existe espaço para os fãs de mistérios surpreendentes. Responsável pela série Lost, J.J. Abrams se estabeleceu em Hollywood como uma espécie de mestre dos suspenses criativos e originais, e foi o responsável por trazer Star Wars de volta aos cinemas. Abrams também se aventurou no mundo dos mistérios literários junto de Doug Dorst e concebeu S., um livro-jogo com diversas histórias e segredos, em que o leitor é mais do que sujeito passivo da história, atuando diretamente na descoberta dos mistérios da obra.

– Gosta de O oceano no fim do caminho, Deuses americanos e Doctor Who? Você vai gostar de Lugar Nenhum.

SeVcGostade_VaiGostarDe11

Neil Gaiman é um dos escritores mais criativos da atualidade. Se você gostou de best-sellers do autor, como Deuses americanos e o recente O oceano no fim do caminho, é hora de conhecer Lugar Nenhum. Com pitadas de surrealismo similares à série Doctor Who, o livro apresenta um mundo secreto escondido nos subterrâneos de Londres.

 

testeLançamentos de julho

EstanteIntrinsecaJul16_DestaquesBlog2

Confira as sinopses e trechos dos livros que publicaremos neste mês:

EstanteIntrinseca_Julho_BLOG_Pa¦üginasInternas

PAX, de Sara Pennypacker – Peter e sua raposa, Pax, são inseparáveis desde que ele a resgatou, órfã, ainda filhote. Um dia, o inimaginável acontece: o pai do menino vai servir na guerra e o obriga a devolver Pax à natureza. Ao chegar à distante casa do avô, onde vai morar por um tempo, Peter reconhece que não está onde deveria: seu verdadeiro lugar é ao lado de Pax. Movido por amor, lealdade e culpa, ele parte em uma jornada solitária de quase quinhentos quilômetros para reencontrar sua raposa, apesar da guerra que se aproxima. Enquanto isso, mesmo sem desistir de esperar por seu menino, Pax embarca em suas próprias aventuras e descobertas. [Leia +]

EstanteIntrinseca_Julho_BLOG_Pa¦üginasInternas4Pó de lua nas noites em claro, de Clarice Freire – Em seu segundo livro, Clarice vira a madrugada ao avesso em palavras e imagens, dedicando uma hora a cada capítulo, da meia-noite ao amanhecer. O livro alterna passagens em prosa e poesia, acompanhando sua personagem durante um longo e mágico passeio pela cidade quase deserta. [Leia +]

O lançamento está marcado para 21 de julho, no Recife.

EstanteIntrinseca_Julho_BLOG_Pa¦üginasInternas6

O adulto, de Gillian Flynn – Escrito a pedido de George R. R. Martin e publicado pela primeira vez em uma antologia organizada pelo autor, o livro é uma homenagem às clássicas histórias de terror. Na obra, uma jovem ganha a vida se passando por vidente e oferecendo serviços de leitura de aura para donas de casas ricas e tristes. Certo dia, ela atende Susan Burke, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente.[Leia +]

A falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação. No entanto, quando visita a mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. [Leia+]

EstanteIntrinseca_Julho_BLOG_Pa¦üginasInternas8O navio das noivas, de Jojo Moyes – Inspirada na história real vivida pela avó da autora, i livro conta a trajetória de quatro mulheres que saem da Austrália depois da Segunda Guerra Mundial em um porta-aviões que as levará até a Inglaterra para encontrar os soldados com quem se casaram durante o conflito. [Leia +]

EstanteIntrinseca_Julho_BLOG_Pa¦üginasInternas5

O dia da morte de Denton Little, de Lance Rubin – Denton Little sempre soube o dia em que iria morrer. O jovem de dezessete anos tinha um plano bem definido para seus últimos momentos: um café da manhã com muito bacon, uma corridinha para espairecer, uma maratona de filmes com o melhor amigo e finalmente perder a virgindade com a namorada. Só que nada sai como o esperado, e, na véspera de sua morte, Denton acorda numa cama que não é a sua e com uma garota que não é sua namorada. [Leia +]

EstanteIntrinseca_Julho_BLOG_Pa¦üginasInternas2

Faca de água, de Paolo Bacigalupi – Num futuro árido e tumultuado, acontece uma guerra entre governos, órgãos públicos e empresários, na qual vale tudo para conseguir água. Nesse cenário surge Angel, um mercenário com a missão de cortar e desviar o fornecimento de água a mando de quem paga mais. Lucy é uma jornalista premiada que decidiu revelar para o mundo a realidade da Grande Seca. Maria é uma jovem cuja vida foi destruída pelos efeitos das mudanças climáticas. Quando o direito de usar a água significa dinheiro para alguns e sobrevivência para outros, o que esses três personagens não sabem é que seu encontro é um marco que poderá mudar tudo.[Leia +]

EstanteIntrinseca_Julho_BLOG_Pa¦üginasInternas7Belgravia, de Julian Fellowes – Ambientada nos anos 1840, a saga de Belgravia tem início na véspera da Batalha de Waterloo, em junho de 1815, no lendário baile oferecido em Bruxelas pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington. Pouco antes de uma da manhã, os convidados são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país. O duque de Wellington precisa partir imediatamente com suas tropas.

No baile estão James e Anne Trenchard, um casal que fez fortuna com o comércio. Sua filha, Sophia, encanta os olhos de Edmund Bellasis, o herdeiro de uma das famílias mais proeminentes da Bretanha. Um único acontecimento nessa noite afetará drasticamente a vida de todos os envolvidos. Passados vinte e cinco anos, quando as duas famílias estão instaladas no recente bairro de Belgravia, as consequências daquele terrível episódio ainda são marcantes. [Leia +]

EstanteIntrinseca_Julho_BLOG_Pa¦üginasInternas3

O demônio na cidade branca, de Erik Larson – No final do século XIX, o arquiteto Daniel Burnham, famoso por projetar alguns dos edifícios mais conhecidos do mundo, teve a difícil tarefa de transformar uma área desolada de Chicago em um lugar de magnífica beleza. Reunindo as mais importantes mentes da época, Burnham enfrentou o mau clima, tragédias e o tempo escasso para construir a enorme estrutura da Feira de Chicago, que tinha como objetivo celebrar a chegada de Cristóvão Colombo ao Novo Mundo.

A poucas quadras dali, outro homem, H. H. Holmes, estava às voltas com mais uma obra grandiosa, um prédio estranho e complexo. Nomeado Hotel da Feira Mundial, o lugar era na verdade um palácio de tortura, para o qual Holmes atraiu dezenas, talvez centenas de pessoas. Autor de crimes inimagináveis, ele ficou conhecido como possivelmente o primeiro serial killer da história americana. [Leia +]

EstanteIntrinseca_Julho_BLOG_Pa¦üginasInternas9

O tigre, de John Vaillant  – Em dezembro de 1997, um tigre devorador de gente espreita um vilarejo afastado no Extremo Oriente russo. A fera não apenas mata pessoas, ela as aniquila, devora por inteiro. Um grupo de homens com cães de caça é enviado para persegui-la pela floresta densa e gélida, e à medida que analisam os parcos restos mortais das vítimas do tigre, os rastreadores percebem algo impensável: os ataques não são aleatórios; fazem parte de uma vingança. Machucada, faminta e perigosíssima, a fera precisa ser detida antes que mais uma tragédia aconteça. [Leia +]

testeA nova série do criador de Downton Abbey

belgravia_blog(fonte)

Para os apaixonados por romances históricos e para todos que ainda não superaram o término da premiada série Downton Abbey, a Intrínseca apresenta a nova criação de Julian Fellowes: uma saga em e-book que recria a experiência de acompanhar um folhetim vitoriano.

Dividida em 11 capítulos, publicados semanalmente aqui, Belgravia é ambientada nos anos 1840, quando os altos escalões da sociedade londrina começam a conviver com a classe industrial emergente. Com um riquíssimo rol de personagens, a história tem início na véspera da Batalha de Waterloo, em junho de 1815, no lendário baile oferecido em Bruxelas pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington.

O primeiro capítulo, Dançando para a Batalha, já pode ser baixado gratuitamente. O segundo, Um encontro casual, está disponível para compra no site da série, que será atualizado semanalmente com os novos episódios da trama.

Descubra o universo de Belgravia

Durante o baile, pouco antes de uma da manhã, os convidados da duquesa de Richmond são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país. O duque de Wellington precisa partir imediatamente com suas tropas. Muitos morrerão no campo de batalha ainda vestidos com os uniformes de gala.

No baile estão James e Anne Trenchard, um casal que fez fortuna com o comércio. Sua bela filha, Sophia, encanta os olhos de Edmund Bellasis, o herdeiro de uma das famílias mais proeminentes da Bretanha. Um único acontecimento nessa noite afetará drasticamente a vida de todos os envolvidos. Passados vinte e cinco anos, quando as duas famílias estão instaladas no recente bairro de Belgravia, as consequências daquele terrível episódio ainda são marcantes, e ficarão cada vez mais enredadas na intrincada teia de fofocas e intrigas que fervilham no interior das mansões da Belgrave Square.

>> Conheça O mundo de Downton Abbey