testeTOP 10 da Intrínseca em 2018

Se todos os anos são especiais por algum motivo, podemos dizer que 2018 foi o ano oficial de ligar o f*da-se. Nenhum dos outros 57 lançamentos ou dos grandes clássicos da editora teve chance: o livro de Mark Manson, A sutil arte de ligar o f*da-se, foi o grande destaque da lista de best-sellers, com mais de 500 mil exemplares vendidos.

Nesse ano de intrínsecos, autoajuda, thrillers e adaptações de livros na Netflix, é bom ver o quanto os leitores nos ajudaram a construir mais 365 dias repletos de boas histórias. Por isso, criamos uma lista com os dez livros da Intrínseca mais vendidos de 2018. Confira:

 

  1. A sutil arte de ligar o f*da-se, Mark Manson

Talvez você não lembre, mas em janeiro de 2018 recebemos no Brasil um visitante ilustre: o autor do que viria a ser o livro mais vendido do ano, Mark Manson. Na época, sua antiautoajuda que incentiva o leitor a se desprender dos problemas, regras e padrões que afetam negativamente sua vida havia sido lançada há pouco mais de 2 meses e já causava burburinhos nos meios literários. Hoje, mais de um ano depois, tornou-se mantra de milhares de pessoas e vem contribuindo para tornar o dia a dia mais leve e mentalmente saudável.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Extraordinário, R. J. Palacio

Lançado pela primeira vez em 2013, a história do Extraordinário na Intrínseca é longa. Mudança de capa, livros complementares, edição especial do filme… Foram vários anos de trabalho, mas finalmente podemos dizer que muita gente por aí já conhece o Auggie e já se emocionou com essa linda história de superação e empatia. O filme, que chegou aos cinemas em dezembro de 2017, deu vida a alguns dos personagens mais adoráveis e inspiradores da literatura e ajudou o livro a encabeçar listas de mais vendidos durante muitos meses. É impossível não se apaixonar pelo Auggie, pela Via, pelo Jack Will (e pela Daisy, é claro) e não terminar a leitura com uma bela lição de vida.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Ainda sou eu, Jojo Moyes

Não dá para falar de livros mais vendidos da Intrínseca mencionar Jojo Moyes. Ainda sou eu, terceiro e último livro da trilogia Como eu era antes de você, chegou às livrarias em fevereiro para contar um pouco mais da história de Louisa Clark e de seus desafios após os acontecimentos do primeiro livro (nada de spoilers!). Sequência de Depois de você, o livro é um belo presente para todo mundo que se apaixonou pela personagem e não queria se despedir dela de jeito nenhum (embora já estejamos morrendo de saudades <3).

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Tartarugas até lá embaixo, John Green

Outra figura que não poderia faltar nessa lista é nosso querido John Green. O livro mais recente do autor, Tartarugas até lá embaixo, foi publicado em outubro de 2017, mais de seis anos após seu último livro. Dessa vez, Green apresentou aos leitores Aza Holmes e compartilhou um pouco de sua própria trajetória, narrando com sensibilidade os dilemas enfrentados por alguém que tem transtorno obsessivo compulsivo (TOC). Mesclando aventura, psicologia e muitas referências pop, o autor confirmou seu lugar no top 10 e no coração de muitos leitores.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Mais escuro, E L James

A trilogia Cinquenta tons de cinza chegou ao Brasil em 2012 e imediatamente se tornou uma febre. Milhões de exemplares vendidos, três adaptações cinematográficas e os fãs queriam mais: precisavam saber como seria essa história aos olhos do Christian. Foi daí que nasceram os livros Grey e Mais escuro, narrando os episódios do primeiro e do segundo livros sob outro ponto de vista. Os leitores amaram mergulhar nos pensamentos do Grey e colocaram o livro direto no nosso top 10. (Ainda não sabemos quando será lançado o terceiro livro, mas estamos torcendo para que seja logo!)

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Para todos os garotos que já amei, Jenny Han

Assim como aconteceu com Extraordinário, a história da Intrínseca com Jenny Han começou já faz um tempo. O primeiro volume da série foi publicado em 2015, e logo de cara os leitores se apaixonaram pela Lara Jean, mas o filme lançado em agosto de 2018 levou a história a outro patamar. Os três volumes (Para todos os garotos que já amei, P.S: Ainda amo você e Agora e para sempre, Lara Jean) estão disponíveis nas livrarias e mostram o amadurecimento da doce menina que escrevia cartas secretas para seus amores não correspondidos. É para ler esparramado no sofá e com um prato de cookies ao lado.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Mitologia Nórdica, Neil Gaiman

Nós amamos o Neil Gaiman e vamos gritar para todo mundo ouvir. Após sua chegada espetacular à Intrínseca com O oceano no fim do caminho, relançamento de edições favoritas do autor e HQs, a estrela do ano foi Mitologia nórdica. Narrados com o estilo inconfundível de Gaiman, os contos nórdicos ganham um tom divertido, sarcástico e sombrio, que somados a uma edição lindíssima em capa dura (que inclusive possui uma edição especial de luxo na Amazon!) não tinham como ficar fora dos mais vendidos do ano.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Leonardo Da Vinci, Walter Isaacson

Os fãs de biografias ganharam um presentão em 2017: Walter Isaacson, um dos maiores biógrafos do mundo, escreveu o livro definitivo sobre o gênio Leonardo Da Vinci. Após anos de pesquisas, o autor preencheu mais de 600 páginas com curiosidades, desenhos, informações pessoais e outros diversos conteúdos sobre o mestre que não colocava barreiras em sua mente. Em 2018, o livro permaneceu entre os favoritos e ganhou uma edição lindíssima em capa dura exclusiva da Amazon!

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Com amor, Simon, Becky Albertalli

Becky Albertalli é uma autora que dá vontade de colocar em um potinho. Ela chegou aqui à Intrínseca em 2015 com o livro Com amor, Simon (que na época se chamava Simon vs. a agenda Homo Sapiens), que conta a história do Simon e do Blue, dois meninos gays que se correspondem anonimamente pela internet e que estão prestes a viver uma grande história de amor. Esse ano, o Simon foi parar no cinema, com um filme super fofo com um elenco incrível! Foi assim que todo mundo ficou conhecendo a Becky e ela finalmente chegou ao lugar que merece: o nosso top 10!

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. Uma breve história do tempo, Stephen Hawking

Existem vários livros que nós temos muito orgulho de publicar e os do Stephen Hawking com certeza estão entre eles. O trabalho do físico com a cosmologia, em especial os buracos negros, é mundialmente conhecido e ele ficou eternizado por suas descobertas, pelo bom humor e por ter vivido por muito tempo com uma doença degenerativa que lhe prometia uma baixíssima expectativa de vida. Esse ano, infelizmente vimos Hawking deixar esse planeta e ir viver entre as estrelas, e é um grande privilégio para a gente publicar sua obra, especialmente o novo livro, Breves respostas para grandes questões, no qual ele trabalhou em seus últimos meses de vida.

Saiba mais sobre o livro.

 

Menções honrosas:

 

  1. Me chame pelo seu nome, André Aciman

Quem diria que a história de um adolescente que se apaixona pelo hóspede da família conquistaria tanta gente? Teoricamente, Me chame pelo seu nome não está entre os dez mais vendidos, mas em nossos corações ele é o número um! E quem não amou aquele filme com paisagens lindíssimas da Toscana e uma trilha sonora de tirar o fôlego? Melhor que isso, só vê-lo levar o Oscar de “Melhor roteiro adaptado” para casa. André Aciman sabe mesmo como escrever um livro intenso e maravilhoso.

Saiba mais sobre o livro.

 

  1. O homem de giz, C. J. Tudor

Outro livro que MERECE uma menção honrosa é O homem de giz. Desde o lançamento, é difícil vê-lo fora das listas de mais vendidos e temos certeza de que no ano que vem ele entra no top 10! O thriller sobre um grupo de amigos que encontra um corpo desmembrado fez muita gente ter medo de bonecos de giz.

Saiba mais sobre o livro

testeEstá aberta a votação dos melhores livros do ano, segundo o Goodreads

O Goodreads é uma plataforma digital de catálogo que, todos os anos, realiza uma votação entre usuários para premiar os melhores livros lançados nos últimos doze meses. Ao longo de novembro, os leitores poderão votar nos seus livros favoritos nas 21 categorias disponíveis. Já começaram as semifinais, e a Intrínseca tem vários livros na disputa!

Confira os indicados ao Goodreads Choice Awards:

Na categoria Melhor Ficção, tem Ainda sou eu, a conclusão da trilogia Como eu era antes de você, de Jojo Moyes, e Nine perfect strangers, o novo livro de Liane Moriarty, autora de Pequenas grandes mentiras.

Em Melhor Livro Jovem Adulto, tem o recém-contratado Emergency Contact e dose dupla de Becky Albertalli, com Leah fora de sintonia e a grande novidade What if it’s us! Escrito por Albertalli em parceria com Adam Silvera, o livro, ainda sem título em português, será lançado no Brasil em 2019. Ele narra a história de Ben, um menino que, depois de um término difícil, vai ao correio para enviar os pertences do ex-namorado e acaba conhecendo Arthur, que está de férias na cidade. O que poderá sair desse encontro? Os dois terão que se arriscar para descobrir.

Em Ciência & Tecnologia, estão concorrendo Breves respostas para grandes questões, o presente final de Stephen Hawking para a humanidade, e Como mudar sua mente, de Michael Pollan.

Em Infantojuvenil, tem Labirinto de fogo, terceiro livro da série As provações de Apolo, de Rick Riordan, e, na categoria Livro Ilustrado, o fofíssimo Love, a ser publicado.

O homem de giz, de C. J. Tudor, concorre em duas categorias: Mistério & Thrillers e Autor Estreante.

Mais escuro, o segundo livro da trilogia Pelos olhos de Christian, está concorrendo em Romance, e A forma da água, em Fantasia. As obras ainda não publicadas Where the crawdads sing, de Delia Owens, e We sold our souls, de Grady Hendrix, estão concorrendo respectivamente em Romance Histórico e Terror, e o segundo volume de Black Hammer, O evento, em Graphic Novels & Quadrinhos.

Na categoria Best of the Best, que reúne os livros mais votados das últimas edições da premiação, estão concorrendo alguns dos nossos livros favoritos: A culpa é das estrelas, de John Green; Pequenos incêndios por toda parte, de Celeste Ng; O oceano no fim do caminho, de Neil Gaiman; Toda luz que não podemos ver, de Anthony Doerr; e Garota exemplar, de Gillian Flynn.

A votação vai até o dia 26 de novembro, e os vencedores serão anunciados no dia 4 de dezembro. Não esqueça de votar e escolher os seus favoritos!

testeNovo livro da autora de “Com amor, Simon” será adaptado para filme

Se você gostou de Com amor, Simon, prepare-se para o novo romance LGBT+ de Becky Albertalli. What if it’s us, escrito por Albertalli em parceria com Adam Silvera, teve os direitos adquiridos para o cinema pela produtora responsável por 13 Reasons Why. O livro, ainda sem título em português, será lançado no Brasil em 2019 pela Intrínseca.

 

Depois de um término difícil, Ben vai ao correio para enviar os pertences do ex-namorado quando conhece Arthur, que está de férias na cidade. E o que poderá sair desse encontro? Os dois terão que se arriscar para descobrir.

 

Enquanto 2019 não chega, você pode conferir os outros livros de Becky Albertalli: Leah fora de sintonia — continuação de Com amor, Simon — e Os 27 crushes de Molly.

 

 

testeSorteio Instagram – Simon, Leah e Molly [Encerrado]

Vamos sortear 3 kits com os todos os livros da Becky Albertalli!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 01/10, segunda-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte!

 

VENCEDORES

testeSorteio Facebook – Simon, Leah e Molly [Encerrado]

Vamos sortear 3 kits com os todos os livros da Becky Albertalli!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Facebook ,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 01/10, segunda-feira, em nosso perfil no Facebook. Boa sorte!

 

testePlaylist de Leah fora de sintonia, a sequência de Com amor, Simon

Em Leah fora de sintonia, vamos mergulhar no mundo da melhor amiga de Simon. Leah é bissexual, com personalidade forte e encantadora e é baterista em uma banda só de garotas. Ela também é conhecida por ser a dona das melhores playlists.

Na sequência de Com amor, Simon, Becky Albertalli nos ensina grandes lições sobre aceitação e amizade. Leah se tornou uma inspiração para todos nós, e, pensando nisso, queremos homenageá-la com uma playlist cheia de artistas e músicas poderosas que representam tudo o que ela é. E, é claro que nessa seleção não poderia faltar a música que Leah tanto ama odiar: “Don’t Stop Believin’”, do Journey.

Entre no mundo fora de sintonia de Leah:

testeSorteio Instagram – Aquecimento Bienal [Encerrado]

Vamos sortear 3 exemplares de nossos livros que estarão presentes na Bienal do Livro de São Paulo!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram ,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 06 de agosto, segunda-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte!

testeSorteio Facebook – Aquecimento Bienal [Encerrado]

Vamos sortear 3 exemplares de nossos livros que estarão presentes na Bienal do Livro de São Paulo!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Facebook ,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 06 de agosto, segunda-feira, em nosso perfil no Facebook . Boa sorte!

testeSorteio Twitter – Aquecimento Bienal [Encerrado]

Vamos sortear 3 exemplares de nossos livros que estarão presentes na Bienal do Livro de São Paulo!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Twitter PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Twitter, você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 06 de agosto, segunda-feira, em nosso perfil no Twitter. Boa sorte!

testeLeah e a delícia de ser o que é

Leah fora de sintonia faz parte do mesmo universo de Com amor, Simon e Os 27 crushes de Molly, criados pela autora Becky Albertalli, e, modéstia à parte, é tão apaixonante quanto seus irmãos.

A Leah sempre foi uma das personagens favoritas dos fãs de Simon. Ela tem dezessete anos, toca bateria numa banda só de garotas, ama desenhar (embora ache tudo que faz uma porcaria) e ler fanfics (e se forem de Harry Potter, melhor ainda!). Ela é debochada, sarcástica e bem crítica, embora, assim como Draco Malfoy, por dentro seja uma manteiga derretida.

Gorda e bissexual, Leah em nenhum momento se envergonha do que é. Mas agora as coisas estão diferentes, e ela sente que algo está fora de sintonia. Talvez porque esteja no último ano da escola e logo terá que se despedir de seus amigos e de sua mãe. Ou também porque ultimamente não tem conseguido parar de pensar numa garota da escola, a única na qual não deveria pensar de jeito nenhum.

Pra gente aqui na Intrínseca, é um prazer (e um dever) publicar histórias como a da Leah.  Esperamos que você também se apaixone por ela!

Reunimos aqui alguns dos melhores momentos da nossa baterista mais ranzinza e adorável. Dá só uma olhada:

 

1- “A única coisa pior do que experimentar vestidos é ouvir um monte de garotas magrelas experimentando vestidos no provador ao lado. Ouvi-las procurando defeitos em si mesmas. É como se nem adiantasse eu gostar de meu corpo, porque sempre tem alguém para me lembrar de que eu não deveria gostar.”

 

2- “— Está de dieta? — pergunta Taylor.

— Hein?

Sério, quem faz uma pergunta dessas? Antes de mais nada, acabei de comer vinte toneladas de M&M’s. Depois, que tal ficar de boca calada um pouquinho? As pessoas não conseguem assimilar o conceito de uma garota gorda que não faz dieta. É difícil acreditar que eu possa realmente gostar do meu corpo?”

 

 

3- “Os pais de Bram são divorciados, o que acho estranhamente reconfortante. Não falo por mal — não torço para que a vida dele seja ruim em casa nem nada disso. É só que as famílias da maior parte dos meus amigos parecem saídas de um comercial de margarina: pais heterossexuais casados, todos morando em casas gigantescas, com fotos da família em porta-retratos enfileirados na parede da escada. É legal não ser a única que não se encaixa nesse padrão.”

 

 

4- “Abby acha Harry Potter legal. Isso é como dizer que a Oprah é legal. Que o Kendrick Lamar é legal. Não se pode achar Harry Potter legal. A pessoa tem que ser completamente obcecada por Harry Potter.”

 

5- “Nem sei de quem tenho mais raiva. Dela, por me provocar. Ou dele, por achar que o mundo gira ao seu redor. Porque é para isso que garotas bissexuais existem. Para suas fantasias. Amigo, se você gosta de mim, demonstre. Se fosse Nick flertando comigo, ele teria pensado Epa: competição. É como se não contasse, só porque é uma mulher.”

 

“Eu posso fazer essas coisas com um homem ou com uma mulher.”

 

E você, qual seu trecho preferido?