testeO lado romântico e surpreendente de Christian Grey

Por Nina Lopes*

Que Christian Grey é rico, charmoso e obsessivo por controle nós já sabemos. Mas o que descobrimos com o último lançamento de E L James, Mais escuro, é que Christian também tem um lado romântico e sensível muito presente. Conforme o relacionamento com Ana amadurece, seus pensamentos e desejos ficam cada vez mais apaixonados e (pasmem!) fofos.

Confira os trechos que mais aqueceram nossos corações:

“Ela é tão linda! Senti falta disso. Senti falta de tudo nela. A sensação de estar com ela é a de estar em casa. Ela é a minha casa. Ela é tudo.”

“Eu a pego nos braços, meus lábios nos dela, e a levo até o quarto. Deito-a na cama, e com cuidado e carinho infinitos, mostro a adoração e o amor que sinto, a importância que ela tem para mim. E como eu a amo.”

“É isto que eu adoro: cuidar dela.”

“Com duas simples palavras, Ana costura toda a minha alma. Estou exultante. Meu destino está em suas mãos, Ana. Aliás, está em suas mãos desde que a conheci.”

“É uma mulher e tanto. E eu a quero. Por inteiro. Seu corpo, seu coração, sua alma.”

“Ana está linda e elegante com um traje cinza quando entra na cozinha para tomar café. Sinto um aperto no peito. De amor. De orgulho. E de humildade. É um sentimento novo e excitante do qual espero nunca me cansar.”

“Você é tudo o que eu quero que você seja.”

“Sou dela. Quero lhe dar meu amor e minha confiança. Sou seu, Ana. O que você quiser.

“Foi isso que ela fez. Trouxe luz para a minha vida. Luz e amor.”

 

Com essa pequena amostra já dá para perceber que temos um novo Christian muito mais romântico e humano. No início da história ele mantinha uma postura de durão (que também tem seu charme, cá entre nós), mas assim seu outro lado não ficou tão evidente na versão contada por Ana. Só quando temos acesso aos seus pensamentos, sonhos e desejos íntimos (segura essa intimidade, Brasil!) depois que o casal retoma o relacionamento no segundo livro da série é que Grey aceita que foi dominado pelo amor e expõe, sem medo, seu lado sensível para os leitores de Mais escuro. Considero esse livro um presente de E L James!

 

*Nina Lopes é editora assistente no setor trade da Editora Intrínseca e é dessas que se apaixonam pelos personagens dos livros que lê.

testePor que Cinquenta Tons de Liberdade é o melhor filme da trilogia?

Por Nina Lopes*

Para alguns o ano só começou depois do Carnaval. Mas para mim só começou quando finalmente consegui reunir as amigas para ver Cinquenta Tons de Liberdade no cinema. Eu mal podia esperar para ver na telona o desfecho de uma história que comecei a acompanhar lá em 2012.

Então pegamos nossa pipoca e ocupamos uma fileira inteira da sala, bem organizadinhas para assistir à estreia do ano. No fim, todas nós saímos comentando a mesma coisa: esse foi o melhor filme da trilogia! Os motivos eu listo abaixo:

1- Uma história mais ágil

 

São muitos acontecimentos movimentando a trama final de Ana e Grey. Chegou a festa de casamento deles, Jack Hyde está de volta e dessa vez não vai deixar barato, vemos uma perseguição de carro, sequestro, ameaças, uma casa nova, Christian cantando, o uso da palavra de segurança (êpa!), uma notícia inesperada capaz de alterar o futuro do casal… Ufa, com tanta coisa não tem como não ficar atento do início ao fim.

 

2- Todas as roupas de Ana são lindas

 

Ana, querida, como você montou um guarda-roupa tão incrível? Certamente é tudo muito caro, afinal agora ela é a Sra. Grey, mas bem que eu queria o endereço das lojas onde ela faz compras. Para começar, temos o vestido de noiva delicado, clássico e todo rendado. Depois, na lua de mel, Ana desfila pela França com um vestido vermelho bafônico. Os looks formais de trabalho também são de fazer inveja em qualquer mulher antenada. Resumindo: arrasou, Ana!

 

3- Chegou a hora de derrotar os inimigos

 

Nada vem de graça nessa vida, nem o final feliz ao lado do Sr. Grey. Anastasia e Christian vão enfrentar vários desafios nesse filme, pois tem muita gente de olho na fortuna e nas conquistas deles (#chorarecalque). Além disso, ameaça pouca é bobagem, e Ana ainda precisa dar um chega para lá nas mulheres que ignoram a aliança no dedo esquerdo do seu marido.  

 

4- Ana se tornou uma mulher mais forte

 

Falando em dar um chega para lá, notamos claramente o amadurecimento de Ana e como ela passa a ter o controle de várias situações. Ela aprende a se colocar como Sra. Grey, se torna uma profissional reconhecida na editora em que trabalha e entende como a equilibrar a vida profissional e amorosa, reconhecendo a importância de encontrar tempo para o marido, a família e os amigos.

 

5- Vemos uma família sendo formada com muito amor

 

Não quero dar spoilers, então vou apenas dizer que as duas últimas cenas do filme são maravilhosas! Vemos uma Ana mais confiante, forte e sabendo usar sua voz dentro do relacionamento que construiu com o amor da sua vida. E a última cena não poderia ser em outro cenário que não no quarto vermelho, claro! Por fim, encerramos com um vislumbre do futuro lindo e promissor da família que se formou.

Vou sentir muitas saudades de Ana e Christian, mas fico feliz por ter feito parte do time de leitores/espectadores de um dos grandes romances dos últimos tempos. Apesar das polêmicas em torno de Cinquenta tons de cinza, é bom saber que histórias de amor ainda não saíram de moda.

*Nina Lopes é editora assistente no setor de ficção da Editora Intrínseca e é dessas que se apaixonam pelos personagens dos livros que lê.

testeNovo teaser de Cinquenta tons mais escuros

Faltam menos de duas semanas para a estreia de Cinquenta tons mais escuros nos cinemas. Para deixar os fãs ainda mais ansiosos, foi divulgado um novo teaser com cenas extras (e muito mais quentes) entre Grey e Anastasia.

 “I don’t wanna live forever”, música que embala o momento entre o casal, é cantada por Taylor Swift e Zayn. A canção faz parte da trilha sonora do filme e teve também o clipe divulgado recentemente.

nova edição do livro que inspirou o longa já está nas livrarias e traz extras, conteúdos inéditos, comentários e fotos de E L James sobre os bastidores da produção cinematográfica e o primeiro capítulo do próximo livro da autora: Cinquenta tons mais escuros pelos olhos de Christian.

A adaptação de Cinquenta tons mais escuros estreia em 9 de fevereiro nos cinemas. Os ingressos já podem ser adquiridos pelo Messenger da página do filme no Facebook.

testeNovidades no elenco de Cinquenta tons mais escuros

the-new-characters-in-fifty-shades-darker-and-the-cast-that-could-join-the-fifty-shades-o-544206

As filmagens da adaptação de Cinquenta tons mais escuros começaram e as novidades sobre o elenco já estão sendo divulgadas. Brant Daugherty, conhecido por Noel Kahn em Pretty Little Liars, foi escalado para integrar a equipe. Ele interpretará Luke Sawyer, guarda-costas de Ana.

Franziska Krug/Getty Images)

O ator Eric Johnson, de Smallville e The Knick, interpretará Jack Hyde, o novo chefe de Anastasia que causa ciúmes em Grey. As atrizes Kim Basinger, de 9 ½ semanas de amor, e Bella Heathcote, de Orgulho e Preconceito e Zumbis, foram escaladas para os papéis de Mrs. Robinson (Elena Lincoln) e Leila Williams, ex-namoradas de Christian. Luke Grimes, de Sniper americano e Brothers and SistersMax Martini e Eloise Mumford também estão confirmados no elenco.

Cinquenta tons mais escuros chega aos cinemas em fevereiro de 2017 com roteiro de E L James e do marido Niall Leonard.