testeO que você precisa saber sobre Amy Schumer, uma garota com mais do que uma tatuagem duvidosa nas costas

giphy-3

Uma das grandes estrelas do show business americano, Amy Schumer é a primeira mulher a entrar para o ranking de comediantes mais bem pagos dos Estados Unidos da revista Forbes. Autora e estrela da série de TV Inside Amy Schumer, premiada com dois Emmys, e do filme Descompensada, indicado a dois Globos de Ouro, a americana de 35 anos confessa: é introvertida. Adora sexo e adora falar sobre sexo, embora seu rol de experiências possa ser um pouco decepcionante para quem está acostumado a assistir suas apresentações de stand-up: foram 28 caras. Nenhuma mulher. Apenas um episódio (fantástico, diga-se de passagem) de sexo casual. E nenhum ato anal.

A primeira lembrança que Amy tem de qualquer momento de sua vida é a comida disponível. Teve experiências para lá de frustradas na carreira de garçonete, cresceu em uma família rica que perdeu tudo e passou um bom período da faculdade vivendo a base de bolinhos chineses. O pai dela tem esclerose múltipla. Amy roubava lojas de departamento durante a adolescência e teve alguns relacionamentos abusivos — e algumas transas memoráveis.

 
untitledEm uma hilária e muitas vezes comovente conversa entre amigas, Amy Schumer narra em A garota com a tribal nas costas, suas experiências como filha, amiga, namorada, mulher e comediante. Expõe em detalhes as experiências que a tornaram quem é, e reflete sobre temas vividos por muitas outras garotas, como abuso sexual, o longo caminho para entender como confiança e autoestima não devem vir da pessoa com quem você está transando e a conflituosa relação com a mãe.

Com a inteligência e o humor ácido que conquistaram plateias no mundo inteiro, Amy Schumer prova, nessa reunião divertida e honesta de crônicas extremamente pessoais, ser uma pessoa destemida, dona de um coração generoso, e uma criativa contadora de histórias.

A garota com a tribal nas costas chega às livrarias a partir de 17 de outubro.