testeAssista ao trailer de Animais Noturnos, novo filme de Tom Ford

Aclamado no Festival de Veneza, filme inspirado no romance Tony & Susan, de Austin Wright, estreia em 29 de dezembro

animais_noturnos

Após uma das mais celebradas estreias nos cinemas dos últimos tempos, o estilista Tom Ford, responsável pela revitalização da marca Gucci, lança seu já aclamado segundo filme, Animais Noturnos. Vencedora do Grande Prêmio do Júri do Festival de Veneza, a produção tem no elenco Amy Adams, Jake Gyllenhaal, Aaron Taylor-Johnson e Michael Shannon.

_

Animais Noturnos é baseado em Tony & Susan, romance de Austin Wright lançado pela Intrínseca em 2011. No filme, Amy Adams interpreta Susan, a proprietária de uma bem-sucedida galeria de arte em Los Angeles que recebe, inesperadamente, o manuscrito do primeiro romance escrito por seu ex-marido, Edward (Jake Gyllenhaal). Susan não mantinha contato com Edward havia mais de 20 anos e o romance é um violento thriller claramente inspirado na relação dos dois.

Para comemorar o lançamento, uma nova edição de Tony & Susan chega às livrarias a partir de 21 de outubro.
capa_tonyesusan_main

>> Leia um trecho de Tony & Susan

 

Direito de amar (2009), a elogiada estreia de Tom Ford no cinema, estrelada por Colin Firth e Julianne Moore, recebeu indicações ao Oscar e a três Globos de Ouro e ainda arrecadou U$ 10 milhões nas bilheterias norte-americanas.

2009_a_single_man_001

testeSelvagens sob interrogatório

Filho de psiquiatras, ambientalista e filantropo nas horas vagas, Ben (Aaron Taylor-Johnson) é um botânico excepcional — as sofisticadas e poderosas variações de maconha que produz conquistaram uma clientela fiel em Laguna Beach, Califórnia, e lhe proporcionam lucros consideráveis.

Ex-mercenário treinado pelos Fuzileiros Navais, Chon (Taylor Kitsch) é sócio e melhor amigo de Ben. Enquanto o parceiro se dedica a descobrir a mistura ideal de sementes, Chon assume a segurança dos negócios, dispondo das técnicas e do cinismo que aprendeu nas guerras do Iraque e do Afeganistão.

Por trás do perigoso Cartel de Baja, grupo que pretende expandir seus lucros incorporando a produção de Ben & Chon e controlar todo o tráfico de drogas na região, está uma mulher. Elena La Reina (Salma Hayek) teve marido e filhos assassinados, e sua experiência comprova que os homens sempre ensinam como querem ser tratados.

Braço direito de Elena na América, Lado (Benicio del Toro) tem uma missão: assegurar que Ben & Chon passem para o Cartel de Baja o controle sobre seus negócios. Seu apelido é uma contração de “Helado” ou “frio como pedra” e seus métodos, que incluem decapitações, agora serão usados contra Ophelia, a namorada de Ben & Chon que foi sequestrada.

A bela Ophelia (Blake Lively) prefere ser chamada de O. — nome que também é uma alusão à facilidade (e frequência) que tem de chegar ao orgasmo. Amante e confidente de Chon & Ben, O. é a sexy narradora da trama de Don Winslon. Eleito um dos melhores livros do ano pelo The New York Times, a obra inspirou Selvagens, novo filme de Oliver Stone que está em cartaz nos cinemas.