Quintas pretas

Alguns livros fazem muito mais do que transportar a gente para dentro da história que contam; eles abrem nossa cabeça para realidades e pautas que não imaginávamos. A metade perdida, de Brit Bennett, é um desses livros. Ao explorar temas como colorismo, passabilidade e relações familiares influenciadas pelo racismo, o livro nos convida não só a refletir sobre esses assuntos, como também a buscar mais informações a respeito. Inspirados nisso, criamos a série “Quintas pretas”, em que teremos sempre uma convidada para falar semanalmente (em texto, vídeo ou através de obra visual) a respeito de alguns desses temas aqui no nosso blog e nas nossas redes. Vamos conversar mais?

VEJA TODAS AS COLUNAS PUBLICADAS

Colunistas

Luiza Mahin: uma mãe preta

9/09/2021

Uma imersão na trajetória da mãe de Luiz Gama