PEDRO GABRIEL

Pedro Gabriel nasceu em N’Djamena, capital do Chade, em 1984. Filho de pai suíço e mãe brasileira, chegou ao Brasil aos 12 anos — e até os 13 não formulava uma frase completa em português. A partir da dificuldade na adaptação à língua portuguesa, que lhe exigiu muita observação tanto dos sons quanto da grafia das palavras, Pedro desenvolveu talento e sensibilidade raros para brincar com as letras. É formado em publicidade e propaganda pela ESPM-RJ e autor de Eu me chamo Antônio Segundo – Eu me chamo Antônio e Ilustre Poesia.

VEJA TODAS AS COLUNAS PUBLICADAS

Colunistas

À espera de um recomeço

30/06/2020

Pedro Gabriel reflete sobre a passagem do tempo em quarentena, refletida nos objetos da casa, nos sentimentos e nos cabelos mais compridos