Listas

Revolução na escola: 5 projetos estudantis feitos por jovens inspiradoras

24 / junho / 2022

Que tal conhecer projetos incríveis e inspiradores? Separamos cinco projetos que visam conquistar a equidade de gênero e aumentar a visibilidade da causa feminista no ambiente escolar. 

Consciência Feminina na Escola (CFE)

Em 2019, sete estudantes de São Paulo se organizaram com o objetivo de lutar por seus direitos e desenvolver ações para promover o debate feminsista no ambiente escolar. Assim nasceu o coletivo Consciência Feminina na Escola (CFE) que, por meio de cartazes e da distribuição de kits de higiene e beleza, busca fortalecer a sororidade e a autoestima feminina na escola.

 

Mulheres Inteligentes e Cientistas (MIC)

O projeto Mulheres Inteligentes e Cientistas (MIC) busca incentivar alunas do ensino médio a ocupar uma área predominantemente masculina: a ciência. Formado por estudantes do Paraná, o projeto criou um aplicativo de celular com curiosidades, biografias e artigos científicos desenvolvidos exclusivamente por mulheres.

 

Meu cabelo é um ato político

Cansadas do preconceito racial que sofriam, um grupo de meninas negras de uma escola municipal do Ceará criaram o projeto Meu cabelo é um ato político. As ações de combate ao racismo promovidas pelo grupo incluem a criação de um espetáculo de dança, exposições fotográficas, palestras e rodas de conversa. Um dos principais objetivos do projeto é incentivar um trabalho constante e integral de luta contra o racismo, dentro e fora do ambiente escolar. 

 

Lugar de mulher é onde ela quiser

Estudantes da Zona Norte do Rio de Janeiro decidiram transformar a escola em um espaço para educar sobre a violência de gênero. A iniciativa Lugar de mulher é onde ela quiser busca trazer para o cotidiano da escola temas como desigualdade e violência de gênero, assédio, machismo e empoderamento feminino. O projeto inclui aulas sobre mulheres na arte e na política e incentiva atividades que tenham como foco os direitos das mulheres.

 

Sertanejas Cientistas

Criado por estudantes de Sergipe, Sertanejas Cientistas é um projeto que visa aumentar a representação das mulheres na ciência através da divulgação científica na educação básica. Por meio das mídias sociais, as organizadoras do projeto realizam diversas atividades,  como oficinas de pesquisa, questionários, desafios virtuais sobre ciência, minimaratona de conhecimento, entre outras. Todo esse esforço tem como objetivo conquistar a equidade de gênero no meio científico. Em 2022, o projeto foi finalista da Feira Brasileira Jovem Cientista (FBJC). 

 

Não nasci para agradar

Se você gosta de personagens que vão à luta por seus direitos, precisa conhecer Eliza Quan. Após ser preterida para o cargo de editora-chefe do jornal da escola apenas por não ter “cara de líder” — isto é, não ser um garoto —, Eliza Quan extravasa toda a sua frustração em um manifesto que se torna viral. Da noite para o dia, a jovem torna-se a líder de um movimento feminista que vai lutar por mais igualdade de gênero na escola. 

Tags , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Listas

5 mulheres revolucionárias que você precisa conhecer

5 mulheres revolucionárias que você precisa conhecer

Fenômeno do TikTok, Tudo o que eu sei sobre o amor chega às livrarias em julho

Fenômeno do TikTok, Tudo o que eu sei sobre o amor chega às livrarias em julho

Livros perfeitos para todos os tipos de pais

Livros perfeitos para todos os tipos de pais

4 histórias que enganaram (quase) todo mundo

4 histórias que enganaram (quase) todo mundo

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *