Destaque, Listas

Filmes e séries em que a protagonista não nasceu para agradar

13 / junho / 2022

As produções a seguir têm algo em comum: protagonistas fortes, destemidas e incríveis. Se você gosta de personagens que desafiam os estereótipos e lutam por seus direitos, esta lista é perfeita para você. Prepare a pipoca e inspire-se! 

Moxie

Cansada do assédio nos corredores da escola e dos comentários e atitudes misóginas dos garotos, Vivian decide reagir. Inspirada pelo passado rebelde da mãe e por uma nova amizade, a menina tímida cria uma fanzine feminista chamada Moxie. Inesperadamente, todas as meninas começam a participar e dar voz à revista, o que inicia uma revolução no colégio. Disponível na Netflix, Moxie: Quando as garotas vão à luta retrata a importância da amizade para enfrentar os desafios e lutar pelos seus ideias.

 

Anne with an E

Anne é uma jovem órfã em busca de amor e aceitação. Após passar por uma infância abusiva na casa de estranhos e em orfanatos, a menina só quer encontrar o seu lugar no mundo. No final de 1980, Anne é enviada por engano para morar com Marilla e Matthew Cuthbert, dois irmãos solteirões do interior. Espirituosa, imaginativa e muito inteligente, a menina transforma completamente não apenas a vida de Marilla e Matthew, mas também toda a pequena cidade em que mora. Apesar da palavra “feminista” não existir no século XIX, a série mostra uma protagonista à frente de seu tempo, que enfrenta e questiona o sexismo e sempre faz o possível para impulsionar as mudanças na comunidade em que vive. As três temporadas de Anne with an E estão disponíveis na Netflix.

 

Fora de série

Amy e Molly são melhores amigas e alunas exemplares que, prestes a se formarem no ensino médio, se dão conta de que podem ter deixado passar os melhores momentos da juventude. Determinadas a compensar o tempo perdido, elas decidem viver quatro anos em apenas uma noite. Esse é o início de uma aventura caótica que nem todos os anos de ensino médio as prepararam para viver. Fora de série é uma comédia que rompe tabus e aborda questões da adolescência sem cair no estereótipo sexista encontrado nos filmes do gênero. O filme está disponível no Amazon Prime Video.

 

Emily in Paris

A executiva de marketing Emily Cooper consegue o trabalho dos sonhos em Paris. Além de administrar a carreira, os amigos e o amor na cidade mais charmosa do mundo, Emily precisa bater de frente com ideias machistas no ambiente de trabalho, mesmo que isso signifique perder clientes importantes. Emily in Paris é estrelada por Lily Collins e está disponível na Netflix. 

 

Coisa mais linda

Nesse drama de época brasileiro, acompanhamos a história de Malu, Adélia, Lígia e Thereza, quatro mulheres que se conhecem por acaso no Rio de Janeiro e acabam se tornando grandes amigas. Decididas a conquistar a independência, elas se unem para alcançar seus objetivos na sociedade das décadas de 1950 e 1960. Além de abordar o conservadorismo da alta sociedade carioca e o poder masculino sobre o corpo e as escolhas das mulheres, a série retrata o preconceito racial de uma época em que o racismo ainda não era crime. Essa série sensível, repleta de mulheres de atitude e corajosas está disponível na Netflix.

 

Não nasci para agradar

Se você gosta de personagens que colocam a cara no sol e vão à luta por seus direitos, precisa conhecer Eliza Quan. Depois de perder a eleição para o cargo de editora-chefe do jornal da escola apenas por não ter “cara de líder” — isto é, não ser um garoto —, ela escreve um manifesto denunciando o preconceito de gênero que sofreu. Quando o texto é publicado sem o seu consentimento, Eliza torna-se a líder de um movimento feminista que vai lutar por igualdade de gênero na escola. O livro é uma comédia romântica apaixonante, que levanta discussões essenciais e prova que não é preciso agradar as pessoas para ser amada.

Tags , , , , , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Listas

Fenômeno do TikTok, Tudo o que eu sei sobre o amor chega às livrarias em julho

Fenômeno do TikTok, Tudo o que eu sei sobre o amor chega às livrarias em julho

Kim Jiyoung: uma mulher que é várias outras

Kim Jiyoung: uma mulher que é várias outras

Revolução na escola: 5 projetos estudantis feitos por jovens inspiradoras

Revolução na escola: 5 projetos estudantis feitos por jovens inspiradoras

As principais diferenças entre o livro e a série O verão que mudou minha vida

As principais diferenças entre o livro e a série O verão que mudou minha vida

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *