Destaque, Listas, Sem categoria

4 mulheres que descobriram que não conheciam o próprio marido

10 / junho / 2022

O que você faria se descobrisse que a pessoa que você ama não é quem diz ser? As mulheres a seguir achavam que conheciam o próprio marido, até que descobriram a verdadeira identidade deles. 

 

Barbra Reifel e Michael Mastromarino

Em 1992, Barbra Reifel conheceu o charmoso Michael Mastromarino. Eles se casaram três anos depois e tiveram dois filhos. Mas a vida perfeita da família mudou quando Michael perdeu sua licença de cirurgião após ser flagrado usando drogas no trabalho. Depois de passar por uma reabilitação, Mastromarino decidiu se aventurar em um novo ramo: a venda de tecidos e ossos humanos. 

O que Barbra não esperava era que o negócio gerenciado pelo marido fosse ilegal. Além de falsificar as permissões dos familiares para a doação dos materiais, o ex-cirurgião forjava os atestados de óbito para vender tecidos que normalmente seriam rejeitados — como o de pacientes que faleceram de câncer. Durante a investigação do caso, a polícia descobriu que os ossos removidos eram substituídos por canos de PVC. 

Após se declarar culpado pelo crime de roubo de cadáver, Mastromarino foi sentenciado a 58 anos de prisão. Ele morreu na cadeia em 2013. 

 

Ana Margarita Martinez e Juan Pablo Roque

Em 1992, Ana Margarita Martinez conheceu Juan Pablo Roque, um cubano que trabalhava em uma organização que resgatava refugiados de Cuba. Quatro anos depois, o próprio Juan desapareceu. Após dias de preocupação, Ana ficou chocada ao vê-lo dando uma entrevista na televisão, na qual revelava ser um agente duplo infiltrado na comunidade cubana de Miami. Perguntado se sentia saudades de algo nos Estados Unidos, Juan respondeu que sim — sentia muita falta de seu jipe. 

Depois de descobrir que seu casamento era apenas parte de uma missão governamental, Ana processou o governo cubano e recebeu uma indenização de 27,1 milhões de dólares. A história inspirou o filme Wasp Network: Rede de Espiões, com Penélope Cruz, Gael García Bernal, Wagner Moura — e Ana de Armas no papel de Ana Margarita.

 

Judith Mawson e Gary Ridgway

Em 1985, a recém-divorciada Judith Mawson conheceu Gary Ridgway, e foi paixão à primeira vista. Bonito e educado, Gary parecia seu par perfeito. No entanto, após treze anos de casamento, ela descobriu que o marido era o Assassino de Green River, um serial killer que, por mais de duas décadas, aterrorizou os Estados Unidos. 

No dia 2 de novembro de 2003, Ridgway se declarou culpado de 49 acusações de assassinato e foi sentenciado a 480 anos de prisão sem possibilidade de liberdade condicional. A história do Assassino de Green River é contada com detalhes no episódio #104 do podcast Modus Operandi, apresentado por Carol Moreira e Mabê Bonafé, autoras de Modus Operandi: Guia de true crime

 

Stephen e Jeanne Trantel

Jeanne Trantel achava que seu marido, Stephen, era um bem-sucedido trader de Wall Street. Todos os dias, ela via o pai de seus dois filhos sair, de terno e gravata, para trabalhar no centro financeiro de Nova York.

O que Jeanne não sabia era que, em vez de trabalhar na bolsa de valores, o marido estava roubando bancos. Disfarçado, Stephen entrava nos bancos e entregava ao caixa um bilhete que dizia “Olha, estou armado. Sem joguinho. Sem alvoroço”. Em 2004, Stephen foi julgado e, após um acordo judicial, sentenciado a nove anos de prisão.

 

Hannah Hall e Owen Michaels

Hannah Hall vive com o marido, Owen, e a filha dele, Bailey, em uma casa flutuante na cidade de Sausalito, na Califórnia. Apesar de lutar para conquistar a simpatia da enteada, Hannah é feliz em seu casamento, mas toda a sua vida vira de ponta-cabeça quando Owen desaparece. 

A única pista sobre o sumiço do marido é um bilhete que ele deixou para a esposa, com apenas uma frase: Proteja ela. Apesar das palavras enigmáticas, Hannah não tem dúvidas de que o bilhete se refere a Bailey, sua enteada. 

Na tentativa de descobrir onde o marido está, Hannah percebe que a pessoa que ela mais ama, com quem está casada há dois anos, não é quem diz ser.

Essa é a história do livro A última coisa que ele me falou, best-seller do The New York Times que será adaptado para minissérie pelo Apple TV+, estrelada por Jennifer Garner e Nikolaj Coster-Waldau. 

Tags , , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Listas

Best-seller A última coisa que ele me falou chega às livrarias em junho

Best-seller A última coisa que ele me falou chega às livrarias em junho

5 casos de famílias perfeitas que não acabaram bem

5 casos de famílias perfeitas que não acabaram bem

Revolução na escola: 5 projetos estudantis feitos por jovens inspiradoras

Revolução na escola: 5 projetos estudantis feitos por jovens inspiradoras

As principais diferenças entre o livro e a série O verão que mudou minha vida

As principais diferenças entre o livro e a série O verão que mudou minha vida

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *