Notícias

A história de Shuggie Bain: um épico sobre vício, abandono e autodescoberta

10 / novembro / 2021

Em dezembro, chega ao Brasil um dos livros mais premiados de 2020: A história de Shuggie Bain, de Douglas Stuart, um romance sobre autodescoberta e o amor de um filho por sua mãe imperfeita.

A obra se passa em Glasgow, outrora um dos polos industriais mais importantes da Escócia, mas que, na década de 1980, entra em declínio: desindustrialização em massa, medidas de austeridade e desemprego nas alturas. A cidade está morrendo, a pobreza, aumentando, e as pessoas veem seus sonhos evaporarem.

Agnes Bain nasceu e cresceu no subúrbio da região, mas sonhava com coisas grandiosas: uma casa com entrada privativa, uma vida comprada e quitada, ainda que tão falsa quanto seus dentes perfeitos. Mas, quando o marido, um taxista mulherengo, sai de casa, ela e os três filhos são deixados à própria sorte em uma região mineradora decadente, afastada do centro da cidade.

Enquanto Agnes se entrega ao álcool em busca de conforto, os filhos a abandonam, um a um, na tentativa de salvar a si mesmos. Até que só resta o jovem Shuggie Bain, o filho mais novo e mais paciente com os problemas da mãe, que muitas vezes abre mão de seu bem-estar para ajudá-la.

Mas Shuggie também tem seus problemas. Apesar de suas tentativas e do empenho do irmão mais velho em ajudá-lo a se comportar como manda a masculinidade bruta e castigada dos homens que os cercam, todos acham que há “algo de errado” com ele. Agnes quer apoiar e proteger o filho, mas seu vício é tão destruidor que eclipsa todos que estão próximos a ela, inclusive Shuggie.

Glasgow, 1980 © Raymond Depardon / Magnum Photos Fonte

Douglas Stuart, que nasceu e cresceu em Glasgow com uma mãe alcoólatra, coloca muito da própria infância na obra. Na história, todos são vítimas em alguma medida. Se não dos outros, de si mesmos; se não de si mesmos, das circunstâncias, da crueldade da pobreza, do vazio do orgulho, da violência dos vícios e da dor da perda e da autodescoberta.

Vencedor do Booker Prize 2020 e eleito um dos melhores livros do ano passado, A história de Shuggie Bain acompanha o crescimento e o amadurecimento desse menino, que ainda jovem enfrenta bullying, abuso sexual e abandono familiar. Um livro de estreia comovente sobre o amor irrestrito e inexplicável que somente as crianças sentem por seus pais.

O livro foi lançado em outubro no intrínsecos, nosso clube do livro, em edição especial com brindes, e chega às livrarias e lojas on-line brasileiras a partir do dia 6 de dezembro.

Kit enviado exclusivamente para os assinantes do clube intrínsecos em outubro

 

Tags , , , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Notícias

Livros para celebrar a representatividade LGBTQI+

Livros para celebrar a representatividade LGBTQI+

Pachinko | Livro sobre a luta de imigrantes coreanos no Japão vai virar série na Apple TV

Pachinko | Livro sobre a luta de imigrantes coreanos no Japão vai virar série na Apple TV

Uma tragédia épica: a guerra sem vencedores

Uma tragédia épica: a guerra sem vencedores

Goodreads Choice Awards 2021: Conheça os lançamentos da Intrínseca que concorrem ao prêmio

Goodreads Choice Awards 2021: Conheça os lançamentos da Intrínseca que concorrem ao prêmio

Comentários

Uma resposta para “A história de Shuggie Bain: um épico sobre vício, abandono e autodescoberta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *