Listas

10 artistas de K-pop que você precisa conhecer

22 / janeiro / 2021

Por Talitha Perissé*

Como kpopeira oficial da Intrínseca, me pediram para compartilhar um pouco da minha experiência de conhecedora de K-pop e falar sobre alguns artistas que ouço e que talvez você tenha curiosidade em conhecer ou já seja fã (nesse caso, VAMOS SER AMIGOS). Entrar no mundo do K-pop foi uma longa jornada de convencimento de uma das minhas amigas mais próximas, que por uns dois anos tentava me fazer ouvir, mas eu tinha muita resistência, não sei por quê. O problema não era não compreender a língua, não era o amor intenso dos fãs, porque sou uma pessoa completamente intensa com tudo de que eu gosto. Atribuo essa resistência à dificuldade que tenho de sair da minha zona de conforto. 

Depois de muita insistência, ela, que é EXO-L (fã do grupo EXO), me convenceu a assistir ao k-drama Star of the Universe, estrelado pelo líder do EXO, Suho. Vou só deixar registrado que não consigo falar de Star of the Universe sem chorar. Meu deus, que história linda, como ela me destruiu. 

Como editora e amante de livros, acredito que qualquer pessoa pode se tornar leitora. Ela só precisa do livro certo, e não tem nada mais lindo do que encontrar esse livro. Essa convicção valeu para mim como kpopper e dorameira (sim, também sou a dorameira oficial da editora). Foi como se uma chave tivesse virado no meu coração, abrindo passagem para esse amor intenso e único. Para isso acontecer, dois interesses surgiram: séries e músicas asiáticas. Minha irmã e eu buscamos que nem loucas mais conteúdo na Netflix (nosso único lugar de referência na época). Fomos parar no incrível Good Morning Call. Quando ele acabou, fomos atrás de qualquer história, e foi aí que conhecemos Dream Knights, com um GOT7 maravilhoso em início de carreira e com os olhos brilhando (ainda não superei Jinyoung chorando na ponte. Entendedores entenderão). 

Foi realmente como se algo tivesse sido acionado dentro de mim, e de repente eu queria saber tudo sobre eles e sobre outros artistas. Mergulhei intensamente no assunto (como faço sempre que fico obcecada por alguma coisa), e o K-pop me recebeu de braços abertos e com a mesma intensidade. Quer vídeo de apresentação? Temos um milhão deles. Quer câmera focada exatamente no artista que você ama? Temos. Quer conceito sombrio? Temos. Sexy? Opa! Temos, sim. Feliz? Temos também. Quer que tipo de estilo? Temos todos.

Eu me senti igual a Bela na cena em que o Lumière apresenta as opções de jantar como “À vontade”. Era um caminho sem volta, e eu estava apaixonada. Daquela época até hoje foram muitas horas gastas no YouTube, Spotify, no finado DramaFever (saudades eternas), na Netflix, no Viki, no Kocowa, acordando cedo (ou dormindo tarde) para assistir a premiações e muitos artistas incríveis que batalharam muito para realizar seus sonhos, assim como Rachel Kim, de Shine.

Se você não conhece K-pop e quer conhecer, ou se tem interesse em descobrir artistas novos, vou dividir um pouco dos que ouço e amo. Foi um processo doloroso chegar a esse número, porque o universo do K-pop é vasto, mágico e maravilhoso, então, se quiser sugerir algum grupo, conta pra gente nos comentários!

P.S.: Como foi muito difícil selecionar esses nomes, me deixaram fazer uma parte 2. Então, fica de olho no blog e nas nossas redes, que a parte 2 sai em breve.

 

1) Mamamoo

No momento em que eu vi o vídeo de “Starry Night” fui capturada pela mágica das maravilhosas Hwasa, Solar, Moonbyul e Wheein. Seja em suas carreiras solos perfeitas ou em grupo, essas mulheres são verdadeiras aparições com vocais perfeitos, músicas inovadoras, carisma e personalidades únicas. Quando você acha que não tem como elas acertarem mais, elas lançam o miniálbum Travel, que cada música é um presente. Fica aí a sugestão para ouvir “AYA”:

 

2) Block B

Se você é fã de K-pop, talvez não tenha ouvido falar do grupo, mas pode ter ouvido falar de seu líder, Zico, o rapper premiado e superprodutor. Block B é um grupo formado por Zico, P.O (que também está em vários k-dramas), Taeil, U-Kwon, Park Kyung, B-Bomb e Ahn Jahyeo, e tem meu coração inteiro com suas músicas únicas e conceitos totalmente fora do óbvio. Só eles para fazerem um vídeo em um terreno baldio com roupas completamente doidas para uma música como “Shall We Dance” e ao mesmo tempo fazer uma balada linda como “A Few Years Later”. A discografia é impressionante, e cada música é melhor que a outra (perfeitas para elevar os ânimos, lavar a louça ou chorar no banho). Confere aqui:

 

3) EXO

Em nenhuma lista sobre K-pop poderia faltar EXO, principalmente a minha, porque Suho sempre me faz chorar. EXO é um grupo incrível com diversos prêmios, milhares de álbuns e produtos vendidos, sem falar que os integrantes são talentosos demais. Eles não só cantam e dançam como também atuam. Depois de toda a minha jornada, Suho não é mais meu bias porque D.O roubou esse posto com seus vocais e atuações perfeitos (e também com o prêmio para 100 Days My Prince – disponível na Netflix). O grupo conta ainda com Kai, Chanyeol, Sehun, Chen, Xiumin, Baekhyun e Lay. Eu poderia sugerir muitas músicas como “Growl”, “Monster” e “Tempo”, mas fica aí a alucinógena, colorida e incrível “Ko Ko Bop”. 

Menção honrosa: o ensaio de “The Eve” (confia em mim e assiste).

 

4) iKon

iKon teve uma perda enorme em 2019 com a saída do líder B.I, que deixou o grupo sem seu principal letrista e produtor. iKon foi formado a duras penas depois de seus integrantes, que treinavam na empresa YG Entertainment, passarem por não um, mas dois programas de sobrevivência até chegar na formação do iKon e poderem lançar seus álbuns. O iKon continua lançando músicas, mas meu coração sempre vai doer pelo B.I e pelos meninos, Bobby, Kim Jinhwan, Yunhyeong, Donghyuk, June e Chanwoo. Fica aí a sugestão de “Love Scenario”. Garanto que você vai querer cantar junto. 

 

5) BIGBANG 

Eu procuro tanto BIGBANG no Google que não aparece mais nada relacionado ao evento que originou o universo, só aparece o grupo que teve uma influência muito parecida no no K-pop. É inegável a importância do BIGBANG para a música coreana, assim como para que o mundo todo a conhecesse. Capitaneados por G-Dragon, os vocais de cada membro sempre impressionam, as músicas são inovadoras, as apresentações são sempre marcantes e a presença de palco do grupo deixa claro por que os membros são considerados referências – com carreiras solo igualmente relevantes. O grupo sofreu com escândalos nos últimos anos, mas fica aí a torcida por um comeback com G-Dragon, Taeyang, Daesung e T.O.P. 

Foi muito difícil escolher uma música deles, mas fica aí a clássica “Fantastic Baby”.

 

6) VICTON

Conheci VICTON de um jeito triste: quando Han Seungwoo e Byungchan fizeram o teste para o Produce X 101, reality que montaria um grupo depois de vários testes e provas. Produce é só um de muitos programas de sobrevivência que fazem trainees competirem para debutarem em um grupo, e esse, em especial, tinha lançado grupos incríveis como I.O.I, Wanna One e IZ*ONE. A vantagem nesse caso é que membros de grupos que já debutaram podem participar, e isso ajuda a dar projeção para o grupo original, já que o formado no reality dura dois anos e depois seus integrantes seguem as carreiras nos grupos originais, nos novos grupos ou tomam novos rumos. 

Já no teste fiquei apaixonada pelo talento de Seungwoo e Byungchan, mas partiu meu coração quando Seungwoo, líder do VICTON, falou sobre as dificuldades do meio artístico e a sensação de ter decepcionado os membros do grupo porque VICTON não se tornou um sucesso. Claro que corri para ouvir o grupo e era simplesmente incrível.

VICTON é formado por Seungwoo, Byungchan, Hanse, Sejun, Subin, Seungsik e Chan, e cada um é mais talentoso que o outro. Então, se tem um grupo que eu digo que você precisa conhecer, é esse. Assista ao maravilhoso “What I Said”:  

 

7) GOT7

GOT7 foi o primeiro grupo pelo qual fiquei obcecada, então foi muito triste receber a notícia de que eles iriam para empresas diferentes com o fim do contrato com a JYPE. Mas ser fã é apoiar as melhores decisões para a carreira dos nossos ídolos, então fico ansiosa para acompanhar os novos passos de cada um, torcendo para vê-los juntos novamente no futuro e, enquanto isso, assistirei a todos os vídeos e ouvirei todas as músicas maravilhosas que JB, Jinyoung, Jackson, BamBam, Mark, Youngjae, Yugyeom fizeram juntos. Deixo como sugestão a música mais recente, “Last Piece” e também “Poison”, com a dança perfeita dos lenços.

 

8) Monsta X

Monsta X é dono e proprietário do meu coração porque consegui ir ao show que eles fizeram no Brasil. Foram mais de duas horas de muita gritaria, pulo e suor, com direito a um set inteiro de Hyungwon discotecando, coreografias impecáveis e todos chocados porque estávamos cantando cada palavrinha com eles. Também foi uma alegria enorme poder ver o Wonho antes de ele ter saído do grupo. Formado no programa de sobrevivência NO.Mercy, Monsta X é formado por Shownu, I.M, Hyungwon, Kihyun, Joohoney e Minhyuk. Minhas sugestões são a mais recente “Love Killa” e o debut do Wonho em carreira solo, “Open Mind”.

 

9) Seventeen

Não se deixe enganar pelo nome, são 13 (maravilhosos) membros. Responsável por hits como “Very Nice, “Clap”, “Home”, “Left & Right”, são três subunidades: vocal, dança e rap. Ou seja: 13 membros + 3 subunidades + a equipe toda (às vezes eles falam que na conta entra o fandom, Carat), e tudo isso dá 17 (Seventeen. A-há!). Os integrantes não só cantam, dançam, como produzem, escrevem as músicas, coreografam e fazem programas incríveis no canal de YouTube deles, como a série Going Seventeen, em que eles fizeram diversos jogos, desafios e viagens (o canal tem legenda em inglês, mas muitos fãs disponibilizam o conteúdo em português também). Acha difícil lembrar de 13 membros? Pois é impossível não conhecer Vernon, S.Coups, Jeoghan, Joshua, Jun, Hoshi, Wonwoo, Woozi, The8, Mingyu, DK (Dokyeom), Seungkwan e Dino. Cada música que eles lançam tem vocais impecáveis e uma coreografia maravilhosa, mas fica aí minha difícil escolha: a clássica “Don’t Wanna Cry”:

 

10) TWICE

Formado em um reality show chamado SIXTEEN, esse grupo da JYP Entertainment ganhou meu afeto não só pelos vocais incríveis, mas por sempre inovar com muito talento. As maravilhosas Nayeon, Sana, Dahyun, Tzuyu, Chaeyoung, Mina, Jihyo, Jeongyeon, e Momo têm personalidades marcantes, vozes únicas e alguns dos MVs mais divertidos a que já assisti. Fica aí meu favorito, “TT”:

 

Minha jornada no K-pop me fez entender que existe um universo de pessoas talentosas prontas para serem descobertas e apreciadas. Então, espero que você tenha gostado das dicas! Não se esqueça de contar para a gente quem mais você ouve. Ah, e aproveita para conhecer um pouco mais dos bastidores do K-Pop em Shine: Minha chance de brilhar, da Jessica Jung.  

 

*Talitha Perissé é editora de aquisições de livros jovens e ávida usuária de gifs. Descobriu o maravilhoso mundo dos doramas e do K-pop e acha que todo mundo merecia ser tão feliz assim. Não se sente capaz de escolher um dorama ou banda favorita, mas sabe recitar as frases de Le Coup de Foudre Goblin de cor e sonha com a vacina para poder se aglomerar em um show de K-pop (ou do McFly).

Tags , , , , , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Listas

10 doramas na Netflix com personagens sonhadores como a protagonista de Shine, de Jessica Jung

10 doramas na Netflix com personagens sonhadores como a protagonista de Shine, de Jessica Jung

Ouça a playlist inspirada na HQ Laura Dean vive terminando comigo

Ouça a playlist inspirada na HQ Laura Dean vive terminando comigo

Leia as cartas extras de “A troca”, novo livro da autora de “Teto para dois”

Leia as cartas extras de “A troca”, novo livro da autora de “Teto para dois”

Conheça a árvore genealógica de “Pachinko”

Conheça a árvore genealógica de “Pachinko”

Comentários

2 Respostas para “10 artistas de K-pop que você precisa conhecer

  1. Comecei a ouvir K-Pop depois de ouvir “Cheer Up” do Twice. Fiquei encantado com “aquela loira de cabelo amarrado de um modo estranho”, ou como eu descobri depois de muita pesquisa: SANA (amo por ela ser super engraçada e carismática). Foi o primeiro grupo que aprendi todos os nomes, escutei todas as músicas, assisti a todos os vídeos, me inserindo nesse mundão sem fim de danças, músicas e apresentações. Não me considero um k-poper, mas meu amor pela música simplesmente me impossibilita de buscar – e notar – tanto talento em grupos e artistas solos tão diversos. Onde eu estaria sem K-Pop? Sei não.

  2. Encontrei o K-Pop a 10 anos atrás com BigBang e Shinee caindo na minha vida do nada. E não sai mais. E nesses 10 anos, foi muitas musicas e muitos grupos que entrou, e ficou na minha vida. Mas temos aqueles que esta marcando presença na minha playlist. Da sua lista Talitha estão todos *-*. Também tem os grupos da 4° geração que estão acabando comigo. Eu tento não me encantar, me apaixonar por mas nenhum grupo, entretanto, porém, toda via, é impossível! Se me permite indicar algumas musicas: “Levanter”, “District 9”, “Easy”, “Hellevator” todas do Stray Kids; “Universe” da MAMAMO; “Inception”, “Thanxx”, “Stra 1117”, “Pomise”, “Utopia”, “Illusion”, “Wave”, “Treasure” todas do Ateez (que no momento, estou viciada).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *