Listas

Guia de leitura Neil Gaiman

23 / dezembro / 2020

Foto: Geoff Pugh | The Telegraph

Em 2020, comemoramos o aniversário de 60 anos de Neil Gaiman, um dos autores mais queridos da Intrínseca (e do mundo, né?).

Com mais de quatro décadas de uma carreira extremamente prolífica e multimídia, é fácil se perder na infinidade de romances, contos e histórias em quadrinhos escritos pelo autor. Por isso, reunimos aqui os títulos mais famosos de Gaiman. Você conhece todos?

 

Os romances

Lugar Nenhum

Lançado em 1996, Lugar Nenhum foi o primeiro romance solo de Gaiman, que já havia coescrito Belas maldições com Terry Pratchett e se consagrado no mercado de HQs com sucessos como Sandman, Os Livros da Magia e Orquídea Negra.

Inspirado na minissérie homônima da BBC, também criada e roteirizada pelo autor, o livro conta a história de Richard Mayhew, um homem simples que tem a vida completamente transformada após um encontro inesperado e a descoberta de um novo mundo: a Londres de Baixo.

Em 2013, a obra ganhou uma nova adaptação em formato de radionovela, estrelada por James McAvoy, Natalie Dormer, Benedict Cumberbatch, David Harewood e Sophie Okonedo. A edição publicada pela Intrínseca em 2016 é a Preferida do Autor, revista e editada pelo próprio Gaiman e contendo a versão definitiva da história, além de uma cena deletada e um conto exclusivo.

 

Deuses americanos


Cinco anos depois de seu primeiro romance, o autor chamou a atenção do mercado literário ao lançar Deuses americanos em 2001.

Na história, Shadow Moon é um presidiário que está prestes a voltar para casa, mas dias antes da tão aguardada liberdade ele recebe a notícia de que sua esposa morreu em um acidente de carro.

Sem rumo, Shadow logo aceita um emprego como guarda-costas do misterioso Wednesday, um homem traiçoeiro que logo revela estar em meio a uma guerra entre novos e velhos deuses.

Depois de anos esgotado, o livro voltou às livrarias brasileiras em 2016 também com a Edição Preferida do Autor, lançada pela Intrínseca. A nova versão conta com capítulos revistos e ampliados, artigos, introdução e também uma entrevista com Gaiman.

Por muitos anos se falou de um filme baseado nessa história, até que em 2017 a adaptação finalmente tomou forma na série American Gods, do canal norte-americano Starz. No Brasil, a série é exibida na Amazon Prime Video. A terceira temporada estreia em janeiro de 2021.

Deuses americanos também inspirou a HQ de mesmo nome, com texto de Neil Gaiman, roteiro e layouts de P. Craig Russell e arte de Scott Hampton.

Mas o panteão mítico do autor não parou por aí, e a história de Shadow e de outros deuses continuariam a ser contadas em outras histórias, como os contos “O monarca do vale” e “Cão negro”, e o romance Os filhos de Anansi.

 

Coraline

Foto: @bibliotecadanath

Um ano após o sucesso de Deuses americanos, Gaiman publicou Coraline, seu primeiro romance voltado ao público infantojuvenil. Na introdução do livro, o autor revela que começou a escrever a história quando sua filha Holly tinha apenas cinco anos, ou seja, em 1990. Oito anos depois, o autor retomou a escrita, um presente para sua outra filha, Maddy. 

Originalmente ilustrado por Dave McKean, o livro ganhou uma edição comemorativa em 2012, com as artes incríveis (e assustadoras) de Chris Riddell, parceiro de longa data de Gaiman. Em 2020, a Intrínseca lançou essa obra-prima, em uma edição de luxo com projeto gráfico exclusivo que desde então não saiu do topo da lista de mais vendidos

Coraline é uma história assustadora sobre uma menina corajosa que descobre um portal para um lugar macabro e fascinante, uma versão alternativa de sua casa onde moram versões alternativas de seus pais. O problema é que eles querem que ela fique ali. Para sempre.

Sucesso de público e crítica, a história também deu origem em 2009 a uma animação dirigida por Henry Selick, de O estranho mundo de Jack.

 

Os filhos de Anansi

Em 2005, Gaiman publicou Os filhos de Anansi, história derivada de Deuses americanos que narra a trajetória atordoante de Charles “Fat Charlie” Nancy ao descobrir que o pai faleceu e que – pasmem! –  ele era um deus africano!

Embora seja um spin-off, Os filhos de Anansi pode ser lido também por quem nunca teve contato com Deuses americanos. Com uma narrativa leve e um humor tipicamente britânico, o livro foi relançado pela Intrínseca em 2015 também em Edição Preferida do Autor.

 

O oceano no fim do caminho

Em 2013, a Intrínseca lançou O oceano no fim do caminho, primeiro romance adulto do autor desde Os filhos de Anansi. Com lançamento simultâneo, o título foi o primeiro passo da editora para se tornar a nova casa editorial de Neil Gaiman no Brasil.

Na história, conhecemos um homem de meia-idade que volta à casa onde passou a infância para um funeral. O lugar não é mais o mesmo e, aos poucos, as memórias de um passado estranho (e assustador demais para ter acontecido de verdade) retornam. O oceano no fim do caminho é uma fábula emocionante, assustadora e melancólica. Um convite para repensarmos a escuridão que espreita nossas memórias da infância.

 

Os contos

Fumaças e espelhos

A primeira coletânea de contos do autor foi lançada em 1998 nos Estados Unidos e desde 2002 está esgotada no Brasil. Composto por 31 contos e poesias escritos entre as décadas de 1980 e 1990, o livro tem como destaque histórias que, nos anos seguintes, ganharam adaptações em quadrinhos, como The Facts in the Case of the Departure of Miss Finch, Murder Mysteries e Snow, Glass, Apples.

 

Coisas frágeis

Em 2006 o autor lançou Coisas frágeis, sua segunda coletânea. Nos mais de trinta contos e poemas, Gaiman reimaginou grandes histórias e criou muitas outras, como “Um estudo em esmeralda”, em que mescla o universo de Sherlock Holmes e o mito de Cthulhu, uma entidade cósmica presente nas histórias de H.P. Lovecraft. 

Outros destaques da coletânea são “Como falar com garotas em festas”, conto que inspirou o filme da Netflix, “O problema de Susan”, uma meta-história que explora os acontecimentos do último livro da série As crônicas de Nárnia, e “Golias”, uma trama do universo expandido de Matrix.

Além disso, o livro também conta com “O monarca do vale”, primeiro conto do universo de Deuses americanos e que se passa após o fim da história. A trama mostra o que aconteceu com Shadow após o final do romance original e integra a narrativa ao mito anglo-saxão do monstro Beowulf.

Curiosidade: você sabia que o roteiro do filme Beowulf, de 2007, foi coescrito por Neil Gaiman? Estrelado por grandes nomes como Ray Winstone, Angelina Jolie e Anthony Hopkins, a produção realizada completamente por meio da captura de movimento foi dirigida por Robert Zemeckis, de Forrest Gump: O Contador de Histórias e De Volta para o Futuro.

 

A verdade é uma caverna nas Montanhas Negras


Publicada inicialmente na antologia Stories: All New Tales, editada por Neil Gaiman e Al Sarrantonio e inédita no Brasil, “A verdade é uma caverna nas Montanhas Negras” é um conto fascinante sobre família, a busca por um tesouro e a descoberta de um mundo invisível.

Em 2015, a Intrínseca publicou uma edição ilustrada pelo célebre artista Eddie Campbell e, posteriormente, sua versão original em prosa foi compilada em Alerta de risco.

A obra ganhou uma apresentação na Sydney Opera House, onde o próprio autor leu o texto com acompanhamento musical, e, aqui no Brasil, ganhou o selo Acervo FNLIJ da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.

 

João & Maria

Ainda em 2014, Neil Gaiman se uniu ao ilustrador italiano Lorenzo Mattotti para recontar a clássica história dos irmãos Grimm em João & Maria. Em um texto poético, o autor revive a tradição dos contos de fada enquanto Mattotti dá um ar inteiramente novo ao clássico.

No Brasil, o livro recebeu o Selo Altamente Recomendável FNLIJ 2016 e o prêmio de melhor tradução e adaptação de reconto FNLIJ pelo trabalho de Augusto Calil.

 

Alerta de risco

Originalmente publicado em 2015, Alerta de risco reúne 24 contos do autor, incluindo histórias do universo de Deuses americanos, Doctor Who e dos contos de fadas dos irmãos Grimm.

Na introdução, o autor diz que ficou fascinado quando descobriu os “trigger warning”, ou “alertas de gatilho”, e resolveu então dar esse título ao seu livro por conter muitas tramas que são “gatilhos” para despertar nossa memória sobre outras histórias ou pessoas conhecidas, como em “O homem que esqueceu Ray Bradbury”. 

Entre os destaques do livro está “Cão negro”, história derivada de Deuses americanos que mostra Shadow tentando voltar aos Estados Unidos. Neil Gaiman afirmou que ainda há uma última aventura de Shadow a ser contada, sobre o que acontece quando ele chega a Londres, e promete: “Se ele sobreviver a isso, será hora de mandá-lo de volta aos Estados Unidos. Afinal, muita coisa mudou desde que ele foi embora.”

 

Mitologia nórdica

Um dos queridinhos da Intrínseca desde que foi lançado no Brasil, em 2017, Mitologia nórdica  reconta os principais mitos e histórias da cultura escandinava em contos que narram desde a origem do mundo nórdico até o Ragnarök.

Os 15 contos presentes no livro são perfeitos para quem se interessa pelas verdadeiras histórias de Thor, Loki, Odin e tantos outros personagens difundidos na cultura pop e no universo dos super-heróis.

Curiosidade: Você sabia que o livro foi lançado aqui no Brasil em duas edições? Em 2019, a obra ganhou uma versão exclusiva da Amazon com capa metalizada. Você pode garantir a sua edição especial aqui.

 

Gostaram do guia de leitura? Neil Gaiman é, sem sombra de dúvidas, um dos autores mais importantes do século XX, e seria impossível falar de todas as suas obras e adaptações em apenas um post. Se você sentiu falta de algum livro ou HQ que marcou sua vida, conta para a gente nos comentários! E não se esqueça de fazer o teste Você sabe tudo sobre Neil Gaiman?, disponível também no nosso blog.

Leia mais Listas

Você sabe tudo sobre Neil Gaiman? Faça o teste!

Você sabe tudo sobre Neil Gaiman? Faça o teste!

As memórias afetivas de Neil Gaiman

As memórias afetivas de Neil Gaiman

Baixe planner e wallpapers inspirados em Susan não quer saber do amor

Baixe planner e wallpapers inspirados em Susan não quer saber do amor

As novidades quentíssimas que você encontrará em “Livre”

As novidades quentíssimas que você encontrará em “Livre”

Comentários

4 Respostas para “Guia de leitura Neil Gaiman

  1. Lancem novas edições de “Fumaças e espelhos” e “Coisas frágeis”, por favor! =)

  2. Quando sairá a continuação da HQ Deuses Americanos?

  3. Olá, Alexandre! Por enquanto ainda não temos informações, mas assim que tivermos novidades vamos avisar nas nossas redes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *