Destaque, Listas

10 doramas na Netflix com personagens sonhadores como a protagonista de Shine, de Jessica Jung

20 / novembro / 2020

 

Por Talitha Perissé*

Se você ainda não leu Shine: Uma chance de brilhar, não pode deixar de conferir essa história incrível, escrita pela idol Jessica Jung. Rachel Kim é trainee de uma das maiores empresas de entretenimento da Coreia do Sul, a DB Entertainment. No livro, acompanhamos os bastidores da indústria do K-pop, que movimenta bilhões de dólares, e mergulhamos na etapa inicial dessa cadeia: a formação dos idols. Shine trata de muitos assuntos, como pressões sociais, autodescoberta, diferenças culturais, intrigas, romance e amizade, mas sobretudo dos desafios para realizar nossos sonhos. Afinal, Rachel sempre quis se tornar uma idol.

Selecionei dez K-dramas sobre esse tema. Nessas séries coreanas, os personagens lutam bravamente para conquistar seu lugar ao sol. A lista foi elaborada com base nos meus muitos anos de dorameira, usando um método (nada) científico que mistura minha opinião e séries disponíveis na Netflix. Então, se você sentiu falta de algumas produções, é só dar uma olhada nas outras listas que já fizemos aqui no blog da Intrínseca, ou então comenta neste post de que drama você sentiu falta.

 

1 – Apostando alto (Start-Up)

Se você está lendo esse post no futuro, espero que o final de Apostando alto tenha sido incrível. Aliás, sorte sua, porque neste momento EU AINDA NÃO SEI COM QUEM SEO DAL MI DEVE FICAR!

Apostando alto (Start Up) narra a história de Seo Dal Mi, uma jovem que tem o sonho de seguir os passos de Steve Jobs e recebe a oportunidade de concorrer a um projeto na empresa Sandbox. Como toda boa história, há uma trama de amigos de infância, amores de anos, confusões e também muito protagonismo feminino. Bae Suzy está incrível como a inabalável Seo Dal Mi, e tudo que queremos é dar um abraço nela quando a situação fica difícil pra caramba.

Ah, e é claro que a avó maravilhosa da protagonista não poderia ficar de fora (todo poder do mundo às vovós incríveis!). Nosso pobre coração também ficará dividido entre Nam So Dan (Nam Ji Hyuk) e Han Ji Pyung (Kim Seon Ho).

 

2 – Passarela dos sonhos

Passarela dos sonhos tem no título a palavra “sonhos”, então você consegue imaginar que esse K-drama é perfeito para o tema. E É MESMO!

Assim como Rachel Kim, o sonho de Sa Hye Jun (Park Bo Gum, que aparece mais de uma vez na nossa lista) é ser um ator de sucesso. Ele não desiste mesmo quando tudo fica complicado e cheio de desafios, acreditando que com esforço, dedicação e estudo vai alcançar o sucesso. Tamanho entusiasmo contagia Ahn Jung Ha (Park So Dam, a inesquecível Jessica, de Parasita, que também aparece mais de uma vez na nossa lista), sua única fã, uma jovem que também está batalhando pelo sucesso, só que como maquiadora. Quando o caminho dos dois se cruza por acidente, temos a receita infalível para uma história de amor maravilhosa. Passarela dos sonhos nos mostra a importância de ser feliz e de criar uma rede de apoio. Imperdível!

 

3 – Itaewon Class

A vida de Park Sae Roy (Park Seo Joon com seu pior cabelo, mas uma das melhores atuações de sua carreira) muda drasticamente quando seu pai morre e, além disso, ele é expulso da escola quando bate em seu agressor, Jang Geun Won (Ahn Bo Hyun fazendo um excelente trabalho em ser detestável). Então Park Sae Roy decide abrir um bar chamado “DanBam”. Acompanhamos ele e sua equipe se desdobrando para tornar o estabelecimento um grande sucesso enquanto são sabotados várias vezes. Além das atuações impecáveis, o roteiro é brilhante, e somos tocados pelas histórias e sonhos de cada membro da equipe.

 

4 – Hospital Playlist

Hospital Playlist tem doze episódios de emoção, lindas atuações e uma trilha sonora imperdível. Lee Ik Jun, Ahn Jung Won, Kim Jun Wan, Yang Suk Hyung e Chae Song Hwa são cinco amigos que lidam com a tensa rotina de um hospital, dando seu melhor para atender os pacientes e buscando o equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional. Com todos chegando à casa dos quarenta anos, eles estão em um processo de rever suas escolhas e entender quais são seus novos sonhos e objetivos. As histórias dos pacientes são ótimas, mas o que faz a gente ficar colado na tela é ver a importância de sempre termos com quem contar. A amizade deles é incrível, além de render cenas muito fofas com as músicas que eles cantam no final. A segunda temporada já vai começar a ser gravada e promete ser tão maravilhosa quando a primeira.

(Bônus: WOO JU, A CRIANÇA MAIS LINDA QUE ESSE MUNDO JÁ VIU!)

 

5 – Pousando no Amor 

Não se deixe enganar pelo título, Pousando no Amor é ótimo, além de ter dois dos casais mais shippáveis que a dramaland já criou (não vou dizer quais são, porque vale a pena assistir e fazer sua aposta). 

A solitária empresária Yoon Se Ri (Son Ye Ji) sofre um acidente e vai parar na Coreia do Norte. Ela é resgatada pelo capitão Ri Jung Hyuk (Hyun Bin) e acolhida por ele e sua tropa (todos maravilhosos), que lutam para fazer com que ela retorne para a Coreia do Sul em segurança. 

Pousando no Amor é, claro, uma história cheia de romance, mas também sobre os sonhos que deixamos para trás e sobre os novos sonhos que encontramos ao longo da vida. Prepare os lencinhos, porque você vai torcer (e sofrer) por cada um dos personagens.

 

6 – Tudo bem não ser normal (It’s Ok Not to Be Ok)

Tudo bem não ser normal é uma história sobre pessoas sem sonhos. A famosa escritora de livros infantis Koo Moon Yong (Seo Ye Ji irretocável nesse papel) é considerada uma pessoa violenta, difícil, voluntariosa e, por vezes, perigosa. Já Moon Gang Tae (Kim Soo Hyun também irretocável) está acostumado a lidar com a violência no trabalho como cuidador em hospitais psiquiátricos e também com o irmão mais velho Moon Sang Tae (Oh Jung Se com uma atuação que nos leva às lágrimas), que está no espectro autista e, em alguns momentos, é agressivo. 

Desde que a mãe foi assassinada, Sang Tae tem pesadelos que obrigam os irmãos a se mudarem frequentemente. Para se acalmar, Sang Tae sempre carrega os livros de sua autora favorita, Koo Moon Yong. Só que quando o caminho dos três se cruza, a destemida Koo Moon Yong decide que Gang Tae será seu (pois é!).

Gang Tae decide enfrentar o fantasma do passado e retornar à cidade onde a mãe foi assassinada. Lá, ele encontra um refúgio no novo hospital psiquiátrico em que trabalha, dirigido pelo irreverente dr. Oh, e o lugar pode ser uma oportunidade para tratar o trauma do irmão, de modo que finalmente não tenham mais que fugir. Só que Koo Moon Yong decide ir atrás de Gang Tae, e ao acompanharmos essa complicada relação aos poucos nos deparamos com revelações e diversos traumas e segredos.

Juntos, esses personagens tão únicos vão descobrir seus verdadeiros sonhos e a alegria de ter uma família. Não à toa, Tudo bem não ser normal foi considerado um dos melhores K-dramas de 2020.

 

7 – Cinderela e os quatro cavaleiros

Eun Ha Won (Park So Dam aí de novo!) sonha em ser independente do pai e da madrasta, que a tratam com indiferença. O que ela mais deseja é ir para a universidade. Para fazer isso acontecer, Eun Ha Won faz diversos trabalhos de meio período. Depois que conhece o CEO milionário Kang e seu neto, Kang Hyun Min (Ahn Jae Hyun brilhantemente detestável e adorável), ela recebe uma proposta estranha: trabalhar como governanta na casa em que moram os três netos do CEO. Além de Kang Hyun Min, ela vai enfrentar o durão Ji Woon (Jung Il Woo) e o sensível músico Seo Woo (Lee Jung Shin, baixista do CNBlue). A principal tarefa de Eun Ha Won será fazer com que eles entrem na linha. 

Enquanto Ji Woon faz de tudo para que ela desista, Hyun Min vive implicando com a nova governanta e Seo Woo encontra em Ha Won uma confidente para aliviar sua existência tão solitária. Com o passar do tempo, essa Cinderela do K-drama conquista os quatro cavaleiros relutantes e os vemos se tornando uma família. 

 

8 – Revolutionary Love

Revolutionary Love é uma comédia que aborda a questão dos privilégios. O ingênuo milionário Byun Hyuk (o maravilhoso Siwon, do Super Junior) não tem muitos objetivos e vive como bem quer, até conhecer a batalhadora Baek Joon (Kang So Ra). Sem as mesmas oportunidades de Byun Hyuk, Baek Joon sempre trabalhou (e muito) para alcançar seus objetivos. Decidido a conquistá-la, o milionário decide fingir que é pobre, mas no processo vai aprender sobre a importância do trabalho e de ter sonhos. 

Revolutionary Love faz você dar gostosas gargalhadas com as trapalhadas de Byun Hyuk e torcer para que ele de fato aprenda a usar seus privilégios para ajudar quem precisa.

 

9 – Hello My Twenties

Se Hospital Playlist traz pessoas revendo suas escolhas de vida e buscando novos sonhos aos quarenta anos, Hello My Twenties é sobre aquela fase da vida em que todos os sonhos são possíveis e que estamos descobrindo quem somos. Yoon Ji Myung, Kang Yi Na, Song Ji Won, Jung Ye Eun e Yoon Eun Jae vão morar na mesma casa. Juntas, as cinco garotas vão passar por toda sorte de desafios, o que envolve amadurecer, correr atrás de seus sonhos e desistir daqueles que pareciam ótimos, mas que só nos fazem mal. Dá vontade de se mudar para aquela casa, virar amigo de todas elas e, às vezes, só dar um abraço mesmo, dizendo que vai ficar tudo bem.

 

10 – Reply 1988

Parte de uma trilogia de histórias independentes (Reply 1994 e Reply 1997), Reply 1988 é a história de cinco amigos de infância, Seung Deok Sun (Lee Hye Ri), Kim Jung Hwan (Ryu Joon Yeol), Ryu Dong Ryong (Lee Dong Hwi), Choi Taek (olha o Park Bo Gum aí de novo!) e Sung Sun Woo (Go Kyun Pyo), e explora os desafios que eles enfrentam ao longo de dez anos para realizar seus sonhos. Sung Deok Sun mal é lembrada pela família e é sempre trata como burra. Ryu Dong Ryong está na mesma situação de Deok Sun, e seu péssimo desempenho acadêmico sentencia que ele não deve conseguir ir para a faculdade. Já Sung Sun Woo é o melhor aluno e referência para todos. Choi Taek largou a escola para seguir carreira como jogador de baduk e Kim Jung Hwan só pensa em futebol, principalmente depois que sua família ficou rica. Como o passar do tempo, os problemas vão surgindo, alguns vão se apaixonando e a amizade dos cinco será posta à prova. 

Uma das curiosidades mais legais é que esse K-drama lançou muitos artistas e não só foi sucesso de público e crítica, como o elenco ficou tão próximo que são melhores amigos até hoje.

 

E aí, já assistiu a algum deles? Conta para a gente o que achou! Qual é o próximo da sua lista? Shine: Uma chance de brilhar foi lançado no Brasil com uma sobrecapa exclusiva, que os fãs amaram, então não se esqueça de conferir a história da Rachel Kim e seu sonho de se tornar uma idol. 

 

*Talitha Perissé é editora de aquisições de livros jovens e ávida usuária de gifs. Se pudesse somente comentar sobre séries asiáticas e grupos de k-pop o dia inteiro, ela faria isso (a equipe jovem não aguenta mais). Não se sente capaz de escolher um dorama ou banda favorita, mas sabe recitar as frases de Le Coup de Foudre e Goblin de cor e não tem como decidir se está mais animada para o comeback do Victon, Super Junior, Seventeen ou todos eles juntos.

Tags , , , , , , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Listas

12 doramas para assistir enquanto P.S.: Ainda amo você não estreia na Netflix

12 doramas para assistir enquanto P.S.: Ainda amo você não estreia na Netflix

Saiba tudo sobre o lançamento de Shine, livro de Jessica Jung

Saiba tudo sobre o lançamento de Shine, livro de Jessica Jung

Filmes para matar as saudades do elenco de Stranger Things

Filmes para matar as saudades do elenco de Stranger Things

Cinco vezes que o papa foi pop

Cinco vezes que o papa foi pop

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *